Senador Virgilio chama a Fundação cacique Cobra Coral para ajudar na investigação do apagão

Pesquisadores da IBM desenvolvem computadores que simulam o córtex cerebral
Extinções em massa vs Genética

Estamos chegando ao final; só não sei se é do ano ou do poço. É o que vier primeiro.

Nossos espiões averiguaram um doce de notícia: A Comissão de Ciência e Tecnologia Inovação, Comunicação e Informática (credo!) do Senado decidiu convidar a presidente da Fundação Cacique Cobra Coral, Adelaide Scritori, para participar da audiência que vai debater as causas do apagão que atingiu 18 estados do país, na última terça-feira, dia 10/11.

Se você não sabe o que é isso, significa que sua alma é pura… ou é desinformado mesmo. A Fundação Cacique Cobra Coral é, segundo suas próprias palavras, uma (preparem-se para os risos) “uma entidade científica esotérica, especializada em fenômenos climáticos”. Resumindo: Os toscos afirmam que conseguem controlar o tempo. enquanto eu caio na gargalhada, eu declaro… Não o Capitão Planeta declara: ESTA É A SUA QUARTA INSANA!! Vai Planeta!

Pelas correntes de Hefestos, eu fico imaginando até aonde vai a imbecilidade de nossos políticos. Ela só consegue ser vencida pela estupidez dos idiotas que VOTAM nessa corja, formada por um bando de safados inescrupulosos, ladrões do dinheiro público, vagabundos que não trabalham e usurpam e dilapidam o erário público. Em suma: Uma quadrilha especializada em roubar o seu rico dinheirinho dos impostos, com bolsas-qualquer-merda.

Ah, desculpem… eu tenho que ser tolerante, pois vivemos numa democracia… DEMOCRACIA PORRA NENHUMA! QUERO O MEU DINHEIRO DE VOLTA!

O convite a esta enganadora – que acha que é a Poderosa Isis (ai, ai… Joanna Cameron… que pernas…) – foi solicitado pelo líder do PSDB, Arthur Virgílio (AM) e caiu como uma bomba no Senado Federal, que já se provou ser palco de coisas mais bizarras ainda (ninguém me tira da cabeça que o Sarney é o Saruman de cabelo cortado).

O imbecilóide do Virgilio, que não faz jus ao nome, disse de forma bem cândida e otimista: “Se houve problema meteorológico, como dizem, vamos ouvir a fundação.”

Adelaide a anã paraguaia Scritori é médium com pão e manteiga, e diz incorpora o espírito do Cacique Cobra Coral, cuja missão é “minimizar catástrofes que podem ocorrer em razão dos desequilíbrios provocados pela ação do homem na natureza”. Os serviços da Fundação Cobra Coral já foram usados pelo governo federal, pelo Ministério da Saúde e pelo município do Rio em diversas ocasiões, como quando houve o problema dos temporais no início do ano (aliás, isso acontece TODO ano). Entra ano, sai ano e o mosquitão malvado volta, a FCCC mete a mão na grana e você, meu caro trabalhador, é achacado e se gritar pelos seus direitos é taxado de comunista, vem a PM e te cobre de porrada. AMO ESTE PAÍS!.

A ministra-chefe de quadrilha da Casa de tolerância Civil, Dilma Rousseff, e o ministro de Minas e Energia, Edison Lobão também estão na lista de convidados, que inclui ainda outras 18 pessoas, entre elas o presidente do Tribunal de Contas da União, Ubiratan Aguiar, e o diretor-geral brasileiro de Itaipu Binacional, Jorge Miguel Samek.

Obviamente, cientistas do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais não foram convidados, porque, vocês sabem, quem quer ouvir um cientista chato com explicações racionais que não são entendidas por mentes irracionais?

A ida de Dilma e Lobão para tratar do apagão (lembram do FHC? Pois é) já havia sido aprovada em outras comissões ao longo da semana, já que campanha eleitoral deve começar cedo. Os parlamentares das comissões de Relações Exteriores, Infraestrutura e Assuntos Econômicos também querem ouvir os ministros. Assim, a audiência será realizada em conjunto com as comissões de Serviços de Infraestrutura (CI) e de Assuntos Econômicos (CAE). Se quiserem, eu também posso ir lá soltar as minhas pérolas àquele bando de porcos.

O senador piadista Arthur Virgilio ainda disse: “nós queremos e temos o dever de ouvir a ministra, de tratar do assunto tecnicamente. Ela é que fez o marco regulatório do setor, ela é que o conhece bem [pausa para o riso], foi em sua gestão que os investimentos caíram de 20 bilhões para 6 bilhões por ano. Ela, portanto, é que tem de dar explicação. Ela, o ministro Edison Lobão e o representante do Operador Nacional do Sistema Elétrico, mais ninguém”

É uma piada de péssimo gosto tudo isso. Em pleno século XXI, quem é o débil mental que iria acreditar que uma médium com pão e manteiga iria controlar o tempo? Se é assim, chamem logo a Ororo Monroe, ora bolas!

Alguém já reparou que o Lula parece o Mortimer Tonybee, o Groxo?

Nunca antes na história desse país teve tantos personagens de história em quadrinhos à solta na politicagem brasileira

O requerimento para que os toscos da FCCC venham dar pitaco foi feito oralmente, nada por escrito e colocado em votação pelo senador Flexa Ribeiro (PSDB-PA), que presidia a reunião da Comissão de Ciência e Tecnologia e o deu como aprovado sob protesto dos senadores governistas presentes. De acordo com os parlamentares, não se pode apresentar requerimento de forma verbal e, sob o ponto de vista do mérito, não cabe esse tipo de convite. A votação está suspensa e o assunto será retomado logo após a conclusão de uma audiência pública em andamento.

Senadores da própria base aliada se irritaram com a disputa política em torno do blecaute. Para eles, isso se transformou em mais um desgaste para o Senado e eu digo apenas: O’RLY?

“Não vejo meu tempo bem gasto com coisas desse tipo. Não entendo qual é a estratégia de não se querer fazer nada”, reagiu o peemedebista Wellington Salgado (MG), num arroubo de ingenuidade.

Valdir Raupp (PMDB-RO) foi mais direto em suas críticas. Segundo ele, essa disputa “está virando uma brincadeira”. Raupp ressaltou que o Senado contribui para o desgaste da sua imagem pública “ao se prestar a esse tipo de coisa”.


Fontes desta ópera-bufa: O Globo e O Povo Online

Pesquisadores da IBM desenvolvem computadores que simulam o córtex cerebral
Extinções em massa vs Genética

Sobre André Carvalho

και γνωσεσθε την αληθειαν και η αληθεια ελευθερωσει υμας

Quer opinar? Ótimo! Mas leia primeiro a nossa Polí­tica de Comentários, para não reclamar depois. Todos os comentários necessitam aprovação para aparecerem. Não gostou? Só lamento!