Lei Afegã condena mulheres à inanição por se recusarem a fazer sexo

A semana está chegando na metade, mas parece que o pessoal mal pode esperar para a Sexta Insana. Assim, ficam contribuindo com barbaridades e tosqueiras tão absurdas que dizer What The Fuck torna-se algo comum. Um exemplo disso é a nova lei proposta naquele lugarzinho lindinho e maravilhoso chamado Afeganistão, onde maridos poderão privar suas esposas de alimento caso elas se recusem a ter relações sexuais. Em resumo, se eu não posso comer, você também não pode. Não é maravilhoso esse lugar?

A maioria da população é bem pobre, muitos analfabetos; boa parte nem televisão tem e não é estranho saber que quase ninguém sabia dessa lei. Alguns homens acham legal, maneiro, outros não estão nem aí, pois confiam no seu taco (sem trocadilho). As mulheres são conformadas, pois segundo elas, o Islã é assim mesmo, onde uma mulher vale menos que um camelo.

O mal das teocracias é esse: as pessoas são regidas por leis mais velhas que a minha avozinha, escritas por gente que ninguém sabe quem foi e, muitas vezes, são apenas tradições e não leis especificamente escritas (de qualquer forma, com o imenso grau de analfabetismo, que diferença faz?).

Acharam que depois da intervenção americana, o Afeganistão – um lugarzinho medíocre que pode ser tido como o recanto anal do planeta – iria voltar-se pra modernidade. COMO? Com uma religião mais do que fundamentalista, onde mulheres não possuem permissão pra fazer nada sem autorização do marido, onde a Sharia é quem dita as ordens e a “tradição” de tratar mulheres como lixo é palavra de ordem da população, como vão fazer aquele lugar onde Judas perdeu as cuecas se modernizar?

A ignorância do povo é algo soberbo e, como a maioria dos religiosos, eles não conhecem a própria religião e nem o que ela dita. No Alcorão diz que, caso você tenha duas mulheres, ambas terão que ser tratadas da MESMA forma. Assim, se você der 1 quilo e trezentos e 65 gramas de ouro pra uma, a outra pode reivindicar a mesma quantidade, nem mais nem menos. Mas a ignorância predomina, e as mulheres são proibidas de frequentar escolas. Daí, o que acontece? Elas não sabem dos próprios direitos. Você está rindo ou balançando a cabeça fazendo tsc tsc? Não deveria, pois o mesmo acontece aqui no Brasil, onde o brasileiro não conhece seus direitos e boa parte é composta por um bando de alienados desinformados e, pior!, não querem saber de nada. Aguardem que daqui a 6 meses tudo o que está rolando no Senado Federal foi esquecido. Lembrem-se que, apesar de tudo, elegeram Fernando Collor como senador da república. Que tal isso?

Mas isso não é uma exclusividade do Brasil. Somos apenas uma representação do que acontece no mundo. O ser humano não muda. Passado o oba-oba do 11 de setembro e a invasão do Afeganistão, o que se resolveu? Nada! Bin Laden ainda está lá, no seu cafofo (morando com a Jurema?), e sequer foi – e duvido muito que algum dia o seja – visto por aí. Passada a comoção inicial, tudo voltou ao que era e não será um marco no local do World trade Center que trará as pessoas de volta ou aplacará a dor dos familiares. A vida segue. Assim, as tropas foram embora e o Afeganistão continua o lixo que sempre foi.

As mulheres possuem direitos segundo o próprio Islã. Direitos que a maioria delas não reivindica, dada a sociedade machista e violenta, sendo melhor calar a boca e ficar na sua. Mas isso não é apenas no Afeganistão, em todo Islã é assim, como em Riad, Arábia Saudita, onde até pouco tempo os cinemas estavam fechados e somente porque um príncipe é dono de um estúdio é que a ida ao cinema foi permitida, mas apenas aos homens. Mulheres, não.

O Afeganistão é muito atrasado e violento. Não é como no Quênia, onde a mulherada se uniu contra a a onda de violência que afetou o país depois das eleições de 2007 de lá. O que elas fizeram? Simples! Fizeram algo bem efetivo: declararam greve de sexo, ou seja, nada da onça beber água, afogar o ganso e muito menos descabelar o palhaço. Secura total! Mas o Afeganistão é algo PIOR que o Quênia. Um lugar onde atentados terroristas de homens-bomba não cessaram. Homens que se matam em glória de um deus que proíbe qualquer tipo de suicídio, seja por qual motivo for. É a ignorância a serviço da estupidez humana de nome “política”, usando uma camada pra lá de estúpida, uma massa bovina totalmente idiotizada, graças ao fundamentalismo acéfalo em que os líderes ficam seguros e mandam a peãozada se matar.

Afeganistão. Um país onde democracia é considerada como sendo uma forma de depravação da moral. Democracia, para aquela gent ignorante e digna de pena é a falta de pudor e a ausência de religião, e que por causa disso a insegurança aumenta a cada dia. Mas a insegurança é causada exatamente pelo excesso de religião. Não de religiosidade, o sentimento de comunhão com o Cosmo, com poderes sobrenaturais ou supranaturias ou qualquer coisa nesse sentido. Mas tão somente a religião: o braço político que usa um povo rude e iletrado segundo sua vontade.

9 comentários em “Lei Afegã condena mulheres à inanição por se recusarem a fazer sexo

  1. Você está rindo ou balançando a cabeça fazendo tsc tsc? Não deveria, pois o mesmo acontece aqui no Brasil, onde o brasileiro não conhece seus direitos e boa parte é composta por um bando de alienados desinformados e, pior!, não querem saber de nada. Aguardem que daqui a 6 meses tudo o que está rolando no Senado Federal foi esquecido. Lembrem-se que, apesar de tudo, elegeram Fernando Collor como senador da república. Que tal isso?

    Assinam, em apoio, essa declaração:
    – Robson Fernando
    – (insira seu nome aqui também!)

  2. Preciso que alguém me pague R$ 50.000,00, que eu “arresolvo” esse probleminha do senado, rápido; fácil e “agarantido” :)

  3. A miséria nunca vem desacompanhada. Além de pobre, esse país ainda aceita que um pobre coitado possa se casar com mais de uma mulher. E para quê? Para gerar mais miséria. Nesse ponto, o Brasil também é bamba, fudido gerando fudido diariamente. A única coisa democrática neste país é a miséria. Ela é vizinha, local, regional e nacional.

    P.S. André estou com certa dificuldade de acessar os comentários. Nuitas vezes a senha não pode ser gerada pelo sistema.

  4. Nós, os não-religiosos, fazemos oq pudemos, mas mulheres, PORRA! a guerra é de vocês, façam alguma coisa! :shock:

  5. A filha da Baby Consuelo (Sarah Sheeva) virou pastora :shock:
    Ela falou que era ninfomaníaca, mas agora está curada. :cool:
    Ela está ha 10 anos sem fazer “bunga bunga”
    Que quer namorar “só pegando na mão até o casamento” (sem beijo na boca e sem mão boba) – Sem candidatos até a presente data (!)
    -Uma mulher falou pra ela se poderia negar sexo ao marido…
    A neo-evangélica falou que ela “deveria passar numa farmácia, comprar um lubrificante, e dar “graças por ter um desses em casa”! :!:
    Cachorrice:
    http://www1.folha.uol.com.br/multimidia/videocasts/1005473-filha-de-baby-do-brasil-faz-pregacao-contra-cachorrice-em-culto-evangelico.shtml
    PARA O PLANETA QUE EU QUERO SAIR FORA MEU!
    Diante disso, a Bispa Sônia falando que “Deus é fofinho, Deus é Gostosinho..” é irrelevante!
    ACABOU A IGREJA EVANGÉLICA. NÃO TEM MAIS! JÁ ERA!
    WTF!
    Evangélicos 0 x Falsos pastores 10
    Acabou! Cristianismo perdeu. Pede para sair!
    ESSA É A PROVA QUE DEUS NÃO EKIZISTE!. NÃO EKIZISTE! (desculpa André)
    Bispa Sônia 0 vs Sarah Sheeva 1,5
    Lixo na sua cara ovelhas! – “Não, mas essa não é minha igreja…”
    -Mas as outras são piores!!!
    Todo mundo é ateu da religião dos outros” :oops: :roll: :razz:
    Tô errado? ajuda aí, meu!!!
    Satanistas, me ajudem! Cadê a moral?

    1. Tanto artigo recente e o fariseu vai comentar notícia de 2009!

      E ainda por cima comenta coisa que não tem nada a ver com a porra da notícia. Insistência acarretará em banimento.

Deixe um comentário, mas lembre-se que ele precisa ser aprovado para aparecer.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s