Baby Yoda, dragões e os chatos do Espaço

Eu tinha feito um vídeo e volta e meia eu toco no assunto que muitos deslumbrados metidos a divulgadores científicos (eu peguei ódio deste termo, pelo tanto de cuzões que tem) achando que informar é ser árido, tosco. Se isolam na Torre de Marfim da Ciência.

Um exemplo foi uma postagem de um desses manés metidos a divulgadores de ciência de astronomia e astronáutica; o que é fácil. Basta kibar pegar os dados da NASA (públicos), traduzir e fingir que falou algo que não está disponível em lugar nenhum. Acontece que…

… veio esta maravilinda postagem, um primor, um cristalzinho raro de imbecilidade que deveria ganhar o troféu do retardo mental:


Sim, eu tirei o postulante. Não por medo, é que não quero dar relevância a imbecis. Vocês que briguem para procurar.

Poxa, realmente, o que a população média quer saber é quanto pesa o conjunto do Falcon 9 com a cápsula Dragon, qual a pressão e umidade interna. Puxa, que divertido. Como o populacho não se interessa por isso?

Bem, o Falcon 9 teve um total de 96 lançamentos, 57 aterrissagens e 41 foguetes que voaram de novo. “Voaram de novo” porque o Falcon 9 é um foguete reutilizável de dois estágios projetado e fabricado pela SpaceX para o transporte confiável e seguro de pessoas e cargas úteis para a órbita da Terra e além, sendo o primeiro foguete reutilizável de classe orbital do mundo. A capacidade de reutilização permite que a SpaceX reaproveite as partes mais caras do foguete, o que por sua vez reduz o custo do acesso ao Espaço. Ele possui 70 metros de altura, 3,7 metros de diâmetro com uma massa total de 549.054 kg.

Já a cápsula Dragon fez 23 lançamentos, 22 visitas à Estação Espacial Internacional e foi reaproveitada 9 vezes. A Dragon é capaz de transportar até 7 passageiros de e para a órbita terrestre e além, sendo a única espaçonave voando atualmente que é capaz de retornar uma quantidade significativa de carga para a Terra, e é a primeira espaçonave privada a levar humanos à ISS. Possui 8,1 m de altura, 4 metros de diâmetro e um volume no interior da cabine de 9,3 m³.

Sabem o que é isso? Pesquisa? Sim, mas nem tanto. Está no site da própria SpaceX. Tá tudo lá esta merda, o que se você for desfilar para as pessoas comuns, será um monte de números. Não é à toa que os jornais brasileiros transformam distância em campos de futebol, alturas em andares e massa em termos de carros, para as pessoas terem noção. A função do divulgador científico era traduzir isso, mas preferiram ficar reclamando do Baby Yoda, uma tradição das viagens espaciais. Sempre levam um bonequinho. Explicar esta tradição é perda de tempo? Que tal explicar que Falcon 9 vem de Millenion Falcon, a nave de Han Solo de Guerra nas Estrelas (Star Wars é minhas bolas)?

Todas as missões da NASA são amplamente divulgadas com todos os detalhes. Isso não é bondade. NASA é um órgão estatal. Como já falei antes, é um órgão que ADMINISTRA  as verbas destinadas. Ela contrata empresas capazes de tocar os projetos de seus cientistas. Tudo é aberto, pois não são operações militares. O por que do Baby Yoda? Para angariar simpatia das pessoas, uma identificação, um agrado, uma massagem na infância, um OLHA QUE LEGAL! Isso atrai pessoas para as pesquisas, porque, no final, quem libera a grana é o Congresso e político só se interessa por uma coisa: continuar na política. Ele não quer saber de espaço. Quer dinheiro para gastar com suas bases para ser eleito. Só isso.

Angariar simpatia das pessoas faz o político pensar que ali está algo que lhe renderá votos e se manter no Congresso. SÓ ISSO! Políticos odeiam gastar dinheiro que não seja com eles, que não lhes dê retorno. Se você quer divulgar, vai fazer a porra da pesquisa. Em 10 segundos no site da SpaceX eu coletei todas estas informações. Posso melhorar tudo isso, mas depende de redação, e não de ficar na frente de uma merda de computador, pegando vídeo dos outros e reclamando ao invés de informar, como comentaristas esportivos fazem. Você VÊ o lance pela TV. O comentarista comenta e explica o que está acontecendo e o youtubeiro maldito só reclama, reclama e reclama, sem produzir nada de original, sem explicar nada. E quando explica, é um festival de erros grosseiros, e foi por isso que eu parei de assistir canais brasileiros e perdi a vontade de eu mesmo gravar. Pessoal prefere ver estes imbecis do que ver explicações, então, vão pro Diabo todos.

Depois, não reclamem que a TV, velha mídia ou o cacete faz errado. Fazem melhor que você, lhe garanto. E não reclamem quando as pessoas preferirão correntes no WhatsApp. Lá eles não ofendem as pessoas por gostarem de cultura pop para ficar espalhando suas frustrações.

Enquanto isso, o Everyday Astronaut tira foto com astronautas e é convidado para os lançamentos, com informações em primeira mão. A vantagem de não ser um cuzão dá aquela ajuda, não é mesmo?


PS. A imagem de abertura não tem nada a ver com a missão da Dragon. Foi um pessoal que colocou um bonequinho do Baby Yoda num balãozão.

3 comentários em “Baby Yoda, dragões e os chatos do Espaço

  1. Nossa, obrigada por esse post. Eu lembro que a venda da Terrinha de pelúcia do primeiro voo de teste da Dragon v2 (Crew Dragon é pra SpaceX, pra mim sempre vai ser Dragon v2) esgotou em minutos depois que ela apareceu na câmera enquanto a nave subia. Eu, a pessoa mais improvável do mundo, escrevi dois posts no meu blog sobre a missão demo, mais dois textos em dois finados blogs sobre o Falcon Heavy. Não é difícil, poxa, basta querer falar sobre o assunto sem tentar explicar mecânica orbital e os caraio – porque não precisa. O foguete tá subindo, voltando e largando gente no espaço e isso basta.

  2. Quer um exemplo de quem não é cuzão assim? O Lito, do Aviões e Músicas. Ele trabalha na indústria aeronáutica faz décadas e mesmo assim explica tudo sem ter que cuspir números e parâmetros.
    O resultado? O cuzão em questão tem 19k inscritos. O Lito, 1.45M

Deixe um comentário, mas lembre-se que ele precisa ser aprovado para aparecer.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s