Pesquisa compara resistência do vírus da SARS e do COVID-19

Pessoal tem me pedido o máximo de atualizações sobre o Corona Virus. Eu faço o que eu posso, mas estou evitando de postar aqui por um motivo simples: essa não é minha área de expertise. Eu tenho que ler o trabalho, procurar as referências, lê-las, verificar se eu entendi corretamente, escrever um artigo de maneira de fácil compreensão e publicar. Isso consome tempo, enquanto a imprensa tem uma legião de repórteres en5trevistando especialistas como médicos, geneticistas, biólogos etc. Aceitem sempre a informação de primeira linha, que eu procuro repassar no Twitter na medida do possível.

Ainda assim, postarei um artigo ou outro aqui, como o presente em que pesquisadores descobriram que o coronavírus 2 da síndrome respiratória aguda grave (SARS-CoV-2) se mantém estável em várias superfícies e até mesmo suspenso no ar, este miserável.

Até agora, você foi bombardeado com a informação que tem que manter tudo limpo, higienizado e desinfetado, lavando a mão sempre que possível e usando álcool-gel 70 (os de concentração inferior são ótimos para limpar vidraça, e só. Sim, o 65 inclusive. COMPRA O 70!) para manter-se sempre com possibilidade mínima de contágio. Não apenas isso, este serzinho das trevas ainda se propaga pelo ar.

Sem histeria, a coisa e grave, então, tenha um pouco de noção. Não é histeria, não leve em consideração o que idiotas com faixas presidenciais dizem. Leve em consideração no que 5 mil anos de conhecimento científico acumulando-se dia após dia diz. E o que a Ciência diz é que o negócio é sério.

Quão sério?

Para entender isso você precisa saber por quanto tempo o vírus que causa a COVID-19 (a doença que está carregando geral na Europa e já fez pelo menos duas vítimas no momento que este artigo estava sendo escrito aqui o Brasil) sobrevive/;

Pesquisadores compararam como o ambiente afeta o SARS-CoV-2 e o SARS-CoV-1 (este último causa a SARS). O SARS-CoV-1, como seu amiguinho número 2, apareceu na China, infectou mais de 8.000 pessoas em 2002 e 2003, mas foi erradicado por medidas intensivas de rastreamento de contatos e isolamento de casos, e nenhum caso foi detectado desde 2004. Não foi graças ao chazinho de alho, chá de erva cidreira, receitinha que vem pelo whatsapp. Foi resolvido graças a cientistas no mundo todo e não por ignorantes que postam bobagens em redes sociais e em entrevistas no Planalto

O estudo feito para examinar a estabilidade levaram em conta a proximidade do SARS-CoV-2 e o SARS-CoV-1, já que ambos se comportaram de maneira semelhante. Por que o COVID-19 se tornou um surto muito maior? Não se sabe. Culpe Darwin.

Ao contrário do SARS-CoV-1, a maioria dos casos secundários de transmissão de vírus do SARS-CoV-2 parece estar ocorrendo em contextos comunitários, com muitas pessoas próximas uma das outras. O SARS-CoV-2 foi detectável em aerossóis por até três horas. Sabe você falando e soltando perdigotos por todo canto? Poius é. O vagabundinho fica dando rolé pelo ar por TRÊS FUCKING HORAS! Caiu sobre uma superfície de cobre? Bem, o cobre é agente bactericida, só que o vírus do coronga não é uma bactéria, ou ele seria a “bactéria do coronga”. É um vírus! Ele pode ficar sobre superfícies de cobre por até quatro horas, até 24 horas em papelão e até dois a três dias em plástico ou aço inoxidável. Entendeu por que não pode relaxar com a limpeza e higienização? Entendeu por que é pra ficar com o cu em casa?

Sim, eu sei que tem pessoas que têm que ir trabalhar. Eu sei disso. Mas se quem pode ficar em casa, o risco de contágio será reduzido. E algumas empresas pode muito bem reduzir o quadro de funcionários não essenciais apelando para outras formas de trabalho, como home office, que não é o tipo de trabalho de 90% da população, mas esses 10% a menos circulando é melhor. Não existe mundo perfeito, sempre terá alguns problemas.

Dito isso, lembre-se:

  • Mantenha a casa e ambientes limpos e higienizados
  • Lave as mãos direito, higienize e desinfete.
  • Não seja um cuzão. Mande as pessoas para casa.
  • Use máscaras de proteção (prefira a N95).
  • Forneça EPI aos seus funcionários (é sua obrigação, seu merda!)
  • Mantenha os idosos em casa principalmente. Ameace de agressão física se for necessário
  • Mantenha o jovem em casa, de preferência amarrado, amordaçado e dentro de um baldão de álcool-gel. Festinha é o cacete!
  • Ouça a palavra de ESPECIALISTAS não da sua tia de São Gonçalo que recebeu um áudio de alguém que ela nunca viu.
  • Eu não sou especialista. Não confie nem em mim. Eu apenas traduzo o que especialistas falam e tragos os links.
  • Não seja um filho da puta inventando que está com o coronga para passar na frente de todo mundo no posto de saúde. Primeiro que isso é errado, segundo que é crime e eu espero que você vá pra cadeia se fizer isso, seu merda.
  • Não ouça fanboy de políticos.
  • Evite contato próximo com pessoas doentes.
  • Evite tocar seus olhos, nariz e boca.
  • Fique em casa quando estiver doente.
  • Cubra sua tosse ou espirre com um lenço de papel e jogue o lixo no lixo.

A pesquisa foi publicada no periódico New England Journal of Medicine

Deixe um comentário, mas lembre-se que ele precisa ser aprovado para aparecer.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s