Os segredos genéticos dos cananeus

Polícia chinesa dá em cima de seita de malucos com Jesus-Mulher
Na França, exorcismo é atividade lucrativa

Você deve conhecer algo sobre os cananeus, aquele povo que Jeová mandou que os israelitas aniquilassem, já que o deusão achou uma boa ideia dar a terra dos caras pra hebreuzada, com quilômetros e quilômetros de terras vazias. Obviamente, isso e mito, historinha pra boi dormir. Mas o que realmente se sabe do povo que viveu lá pelas bandas da Palestina até a Jordânia?

Agora, Arqueologia e Genética procuram responder a perguntas como “quem diabos, eram aqueles caras?”. Nem me preocupo em responder a coisas tipo “eles foram mesmo massacrados pelos israelitas?”, pois a resposta é óbvia.

O dr. Marc Haber é geneticista do Instituto Sanger. Ele e sua equipe sequenciaram, pela primeira vez, o genoma de antigos cananeus, juntamente com genomas que representam pessoas do Líbano moderno, para fazer comparações.

Cananeus, por causa da Bíblia, ficaram hipermal-vistos, assim como os egípcios, aqueles escravocratas que não tinham um escravinho sequer. A verdade é que eles criaram o primeiro alfabeto, estabeleceram colônias em todo o Mediterrâneo, eram comerciantes, produtores de alimentos e tinham uma sociedade organizada, diferente de ceeeeeeeeeeeeertas pessoas que, no máximo, era uma mixórdia de tribos de pouca expressão, chutados de um canto pra outro, com todo mundo lavando a mão na cara deles.

Foi sequenciado os genomas completos de cinco indivíduos cananeus que viveram há cerca de 4.000 anos, no que hoje é a cidade libanesa de Sidon. Eles também sequenciaram os genomas de 99 libaneses atuais; e esses sequenciamentos permitiram aos pesquisadores analisar a ascendência dos cananeus e avaliar suas relações com as pessoas que vivem no Líbano hoje.

A relação entre ambos é clara, e a conclusão é óbvia: Os antigos cananeus não só não foram aniquilados pela hebreuzada, como continuaram com suas vidinhas e, hoje, seus descendentes estão lá no Líbano, em que cerca de 90% da população tem os cananeus como seus tatatatatatatatatatatataravós, e tudo isso está lá, grafado nas marcações genéticas. Até nisso (mas não exclusivamente) a Bíblia mentiu, mas isso nem é mais novidade.

A pesquisa foi publicada no periódico American Journal of Human Genetics. Aproveita que tem texto integral digrátis!

Polícia chinesa dá em cima de seita de malucos com Jesus-Mulher
Na França, exorcismo é atividade lucrativa

Sobre André Carvalho

και γνωσεσθε την αληθειαν και η αληθεια ελευθερωσει υμας

Quer opinar? Ótimo! Mas leia primeiro a nossa Polí­tica de Comentários, para não reclamar depois. Todos os comentários necessitam aprovação para aparecerem. Não gostou? Só lamento!

  • Solus

    Ah, a Bíblia… a última vez que tentei ler não saí de Gênesis…

    Talvez eu deva tentar ler novamente. Mas dessa vez sem cair no sono.

  • Gui

    Mas no Antigo Testamento não ocorria deles matarem os cananeus, sobrar alguns e estes depois voltarem a atazanar os israelita?