Os segredos genéticos dos cananeus

Você deve conhecer algo sobre os cananeus, aquele povo que Jeová mandou que os israelitas aniquilassem, já que o deusão achou uma boa ideia dar a terra dos caras pra hebreuzada, com quilômetros e quilômetros de terras vazias. Obviamente, isso e mito, historinha pra boi dormir. Mas o que realmente se sabe do povo que viveu lá pelas bandas da Palestina até a Jordânia?

Agora, Arqueologia e Genética procuram responder a perguntas como “quem diabos, eram aqueles caras?”. Nem me preocupo em responder a coisas tipo “eles foram mesmo massacrados pelos israelitas?”, pois a resposta é óbvia.

O dr. Marc Haber é geneticista do Instituto Sanger. Ele e sua equipe sequenciaram, pela primeira vez, o genoma de antigos cananeus, juntamente com genomas que representam pessoas do Líbano moderno, para fazer comparações.

Cananeus, por causa da Bíblia, ficaram hipermal-vistos, assim como os egípcios, aqueles escravocratas que não tinham um escravinho sequer. A verdade é que eles criaram o primeiro alfabeto, estabeleceram colônias em todo o Mediterrâneo, eram comerciantes, produtores de alimentos e tinham uma sociedade organizada, diferente de ceeeeeeeeeeeeertas pessoas que, no máximo, era uma mixórdia de tribos de pouca expressão, chutados de um canto pra outro, com todo mundo lavando a mão na cara deles.

Foi sequenciado os genomas completos de cinco indivíduos cananeus que viveram há cerca de 4.000 anos, no que hoje é a cidade libanesa de Sidon. Eles também sequenciaram os genomas de 99 libaneses atuais; e esses sequenciamentos permitiram aos pesquisadores analisar a ascendência dos cananeus e avaliar suas relações com as pessoas que vivem no Líbano hoje.

A relação entre ambos é clara, e a conclusão é óbvia: Os antigos cananeus não só não foram aniquilados pela hebreuzada, como continuaram com suas vidinhas e, hoje, seus descendentes estão lá no Líbano, em que cerca de 90% da população tem os cananeus como seus tatatatatatatatatatatataravós, e tudo isso está lá, grafado nas marcações genéticas. Até nisso (mas não exclusivamente) a Bíblia mentiu, mas isso nem é mais novidade.

A pesquisa foi publicada no periódico American Journal of Human Genetics. Aproveita que tem texto integral digrátis!

2 comentários em “Os segredos genéticos dos cananeus

  1. Ah, a Bíblia… a última vez que tentei ler não saí de Gênesis…

    Talvez eu deva tentar ler novamente. Mas dessa vez sem cair no sono.

  2. Mas no Antigo Testamento não ocorria deles matarem os cananeus, sobrar alguns e estes depois voltarem a atazanar os israelita?

Deixe um comentário, mas lembre-se que ele precisa ser aprovado para aparecer.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s