Picadura acaba com festa de religioso que pegava na cobra

Ok, confesso que o título da matéria não faz jus ao Meia Hora, mas estou me esforçando, ainda mais que estou de férias. Na verdade, nem era para postar algo hoje, mas depois que o Cardoso compartilhou mais uma obra do poderoso Senhor Jesus, iluminando as pessoas ara que façam os mesmos milagres que ele, não poderia deixar de trazer isso até vocês.

O problema é que Jesuzão, dizem, falava de um jeito que ninguém entendia, mais parecendo o Charada. Alguns idiotas levaram aquilo ao pé-da-letra, como foi o caso de John David Brock, que foi brincar com a cobra (o ofídio) e tomou uma mordida. Agora, ele deve estar felizão, já que morreu e foi sentar no colo de Jesus.

Ou não.

Brock tinha 60 anos e frequentava a Mossy Simpson Pentecostal Church em Jenson, no condado de Bell no glorioso estado do Kentucky. No domingo, durante um culto na referida igreja, Brock cismou de dançar com uma cobra porque… porque… eu não sei por quê, e acho que nem ele sabia. O máximo que se pode alegar é aquela besteira de Marcos 16:16-18 que diz que quem crer e for batizado pegará em cobras e curarão enfermos. Nunca entendi porque não vão numa ala de cancerosos curar quem está lá ou na parte de queimados. Amputados, não, pois eu já falei que Deus odeia amputados.

Qualquer pessoa minimamente sensata consegue imaginar o que vai acontecer se você for babaca o suficiente para ficar dançando com um bicho peçonhento, mas tal pensamento não passou pelo cérebro de amendoim do tio Johnny. A dona cobra meteu-lhe os dentes e, pelo visto, era realmente venenosa, apesar de fontes policiais não terem relatado qual era a danada.

Os meganhas do Gabinete do Xerife disseram que o pessoal bem que tentou arrastar Brock para o hospital, mas ele se recusou, achando talvez que nada de mal iria lhe acontecer. Levaram-no para a casa do seu irmão, onde seu estado passou de mal para pior e ele passou desta para melhor. Fontes eclesiásticas devidamente inventadas me contaram que quando ele chegou no Céu, São Pedro olhou pra trás e gritou HERE IS… JOHNNY!!!!!!!!!!!!!!, e todos os anjos caíram na gargalhada por causa de tamanha idiotice.

O Kentucky, lar de uma imensa parcela de gente idiota, é famoso por ter pastores que brincam com cobras, como foi o caso de Jamie Coots e seu programa Snake Salvation. Só que ele não foi salvo da cobra, mas muito pior são os retardados que não aprendem. O mais esquisito é que a prática de manipulação de serpentes em rituais é ilegal no Kentucky, por meio de uma lei estadual aprovada em 1942, que proíbe a utilização de qualquer tipo de réptil durante os serviços religiosos, punível com multas. Só que ninguém quer se meter com igrejas, não é? Afinal, crentes, por mais idiotas que sejam, são eleitores.

Mais de 300 igrejas em todo EUA ainda usam cobras em serviços religiosos, e pastores têm bastante poder sócio-político. E ainda tem retardado relinchando "O número de ateus está aumento (…) a quantidade de fanáticos religiosos vem diminuindo"

Aham, senta lá Dawkins!


Fonte: AP

9 comentários em “Picadura acaba com festa de religioso que pegava na cobra

  1. Parece que esses dias os crentelhos ficaram com uma fixação maior por cobras. Mais um para o bloquinho de Darwin.

  2. Eu apoio essa ideia. Eles que provem a fé deles pegando nas cobras e descobrindo por eles mesmos se o céu existe.
    Mas pra não maltratar os animais, bem que o Matheusão podia ter dito “Aquele que tem fé e foi batizado poderá ingerir cianeto de potássio e não morrerá”

  3. Independente do texto de Marcos 16 ser uma interpolação posterior, a interpretação correta da passagem seria o livramento caso houvesse um picada acidental, conforme nos relata Atos 28.1-6. Não há nenhuma referência bíblica, nem histórica que ordene que os cristãos manipulem serpentes ou qualquer animal peçonhento. Creio que isso seja mais uma questão cultural americana e, usaram de eisgese para justificar seus devaneios. Uns manipulam serpentes, outros já gostam de manipular “verdinhas”, mas tudo se resume em enganar os fiéis.

Deixe um comentário, mas lembre-se que ele precisa ser aprovado para aparecer.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s