Preconceituoso é o corno do seu pai!

No dia 28 pp (adoro escrever "próximo passado"), a retardosfera surtou com o vídeo da torcedora gremista que xingou o goleiro Aranha do Santos de "macaco". Todo mundo caiu no choro e ranger de dentes. Exemplos de amor e tolerância e amor ao próximo chamando-a de vaca, puta, vagabunda etc rechearam os corações cândidos das pessoas.

Acho melhor vocês não continuarem a ler o que virá daqui por diante, ou vocês se sentirão ofendidos e me xingarão muito no Feissi (façam-no, não estou nem aí!).

Então, a distinta torcedora (que não darei o nome, pois todo mundo já sabe e isso é o de menor importância. O artigo não é sobre ela, é sobre vocês aí!) conhece o melhor do ser humano, tão bom, amigo e justo quanto ela mesma. Ela xingou o goleiro de macaco de "macaco" e isso é muito errado, pois em nenhum jogo de futebol, NINGUÉM xinga jogador nenhum. Não xingam apresentadores esportivos. Nem o Neymar, queridinho da nação, xingaria alguém.

Claro, toda essa ironia tem limite, pois não dá nem para dizer que nenhum árbitro é xingado. O que isso nos diz? Diz que as pessoas são hipócritas, isso sim!

Senão, vejamos: Xingar de macaco é racismo. Ôu Quêi! Xingar de "Veado" não seria… hã… homofobia? Xingar de Babaca, burro, corno, imbecil, idiota etc não é xingamento, não é? Me disseram que não tem a mesma carga ofensiva. Eu perguntei de volta que se chegasse na casa da mãe do sujeito e chamasse-a de "puta" se ele acharia menos ofensivo.

Imagine-se no seu local de trabalho. Chega seu chefe e diz "Ô seu idiota! Esta merda de trabalho está horrível. Refaz esta porra. AGORA!" Você olha pro lado e confidencia-se com seu colega: "Chefinho está nervoso. Hehehe". Seu colega aponta. Viu: Damos sorte. A guria lá do Grêmio chamou o outro de macaco. Viu como temos sorte?" Volta o chefe e grita: "As duas bichonas aí podem parar com esta merda e voltar pro trabalho?"

Claro que todo mundo dará risos, pois não houve carga racista.

A garota foi identificada como prestadora de serviços, trabalhando no Centro Odontológico da Brigada Militar. Ela foi sumariamente afastada, o tipo de coisa que eu concordo. Mas tio Malafaia falando contra homossexuais e cobrando explicações da Marina Silva sobre sua posição sobre casamento gay fica intocado. Xingam-no no twitter, mas só. Não há comoção pública nem ninguém o removerá das suas funções.

Marina Silva, que se tornou "estrela" depois que o candidato original morreu espatifando com avião e tudo (e só no Brasil elegem presidentes por coitadismo), faz seu papel de política sendo boa moça e fugindo dos temas como Pedrão, o Pescador, negando Jesus 3 vezes. Retiraram tudo das cartilhas e pronto.

Mas num estádio de futebol é errado xingar alguém de macaco, algo que eu realmente não concordo, mas se você esteve em algum estádio, já viu falarem coisa MUITO pior, mas como câmeras de TV não pegam, morre-se no anonimato. O anonimato que fará estes outros irascíveis torcedores criticarem a loira xingadora de como somos uma nação hipócrita. Eu faço para extravasar minhas emoções. O torcedor adversário é um filho da puta, digo, não pode xingar isso. O outro torcedor é um viado. ops, não é isso. O outro torcedor é um pobre infeliz que não caiu nas graças de Nosso Senhor Jesus.

Nesse ínterim, a garota teve que apagar seus profiles. Ela estava sendo ameaçada de morte (o que é crime), ameaçada de surra (o que é crime), estupro (adivinhem!), teve sua privacidade invadida (também é), suas fotos foram espalhadas, junto com seus dados pessoas (pessoas cumpridoras da lei, não?) e toda sorte da revolta popular dos paladinos da Justiça. Os mesmos paladinos que defendem mulheres contra agressões como chamá-las de gostosas e que depois seriam estupradas (sim, realmente escreveram isso dela). Nenhuma feminazi foi defendê-la, porque ela mereceu.

Luciano Huck ganhou belas quantias de dinheiro imprimindo camisetas com uma banana e a frase "Somos todos macacos". O pior, é que a frase está certa. Sim, somos todos macacos…

14 comentários em “Preconceituoso é o corno do seu pai!

  1. Interessante. Esses dias estava num ônibus, e apareceu um cara vendendo balas (“Podia estar matando, roubando, mas estou aqui …”). Ele estava mal vestido e era preto (Acho “negro” uma babaquice, porque se falam “branco”, qual o problema de falar “preto”? Fora que se não me engano o oposto a “negro” é “alvo”, e não vejo ninguém falando “alvo”). Num lampejo de criatividade, falei bem alto, a todos:

    “Quem não comprar doce dele, é porque é racista!”.

    Todos olharam feio para mim. Mas eu comprei o doce dele, ué!
    Fiquei pensativo, porque se o vendedor de balas é um cara mais estudado, e vivemos na era idiota do politicamente correto (Qual o problema de alguém ser racista ou machista ou homofóbico? Desde que não se prejudique outra pessoa fisicamente ou juridicamente falando, é claro), o cara poderia processar todos que não compraram doces dele por serem racistas! Como diferenciar se alguém não comprou doce dele porque não quis ou por puro racismo?

    Talvez eu esteja viajando… Melhor eu ir correndo, a turma do politicamente correto quer vir me pegar!

  2. O André foi muito feliz neste texto, por causa deste mesmo posicionamento eu quase fui linchado. Gente hipócrita.

  3. Por falar em Neymar,vocês se lembram quando aquele colombiano deu aquela entrada nas costas do brasileiro na Copa?O que apareceu de gente ameaçando o cara de morte e a filha dele de estupro foi brincadeira.Reacao completamente desproporcional.As vezes tenho medo da humanidade.

  4. André como sempre é a voz da minoria da qual me enquadro. É um alento que mais alguém perceba a proporção exagerada que este caso tomou, e, como a mídia sensacionalista só faz piorar a situação, a ponto de transformar a vida desta menina que não fez nada de mais em um inferno.

  5. Engraçado que o goleiro não se importa em ser chamado de aranha, coisa que ele não é, e tem chilique quando é chamado de macaco, coisa que todos nós somos.
    É melhor ser conhecido como um aracnídeo que solta teia pelo traseiro e come mosca no almoço?

    1. @Luizrem, Isso! Macaco, aranha qual a diferença. Poderia ser Macaco-aranha. Acho que ela quis dizer isso, mas a mídia manipuladora editou sua fala para parecer racismo. :shock:

  6. A ação e a reação no caso mostra como há idiotas extremistas dos dois lados. Se por um lado é bom que se aponte o dedo contra o comportamento racista, mesmo que parcialmente inconsciente, também há que se mostrar que a reação exagerada é pior ainda.
    Em suma, acho bom que transpareça publicamente que esse comportamento é imbecil, mas acho que a punição para as pessoas flagradas deveria simplesmente ser a proibição de entrar no estádio por um tempo.

  7. Ainda não entendo o que as pessoas tem contra os macacos, excluindo o homo sapiens, são animais bem simpáticos.

  8. A hipocrisia é geral (sem trocadilhos com o nome da torcida do gremio).

    Teve um dos caras que julgou o caso, com antigas postagens racistas em seu facebook. Teve torcedor negro do gremio também chamando o goleiro de “macaco”. Tiveram os amigos da torcedora, negros, que falaram que ela já ficou com negros.

    Tá foda. Acho que a punição se faz necessária, afinal, lei é lei, e as pessoas deveriam fazer bom uso da mesma. Agora esse bombardeio em cima da guria, ainda mais vindo de uma sociedade igualmente racista….tá foda!

      1. Taí outra coisa que não entendo nessa droga de justiça brasileira: Por exemplo, faz-se uma baderna infernal nas arquibancadas, duas torcidas acabam saindo na porrada e a culpa é de quem? Dos baderneiros? Não; Da polícia, por vezes (mais do que deveriam ser) inepta? Não; Mas o time que por acaso tiver mando de campo? Esse tem mais é que se lascar mesmo…

Deixe um comentário, mas lembre-se que ele precisa ser aprovado para aparecer.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s