A briga de políticos que eu quero ver

Que político não presta, isso todo mundo sabe. Nenhum desses malditos parasitas vale um tostão furado e normalmente a única coisa que mereceriam seria o nosso desprezo, mas, de vez em quando, um relógio quebrado está certo duas vezes por dia, como é o caso do Eduardo Paes (prefeito do Rio) e João Dória (governador de São Paulo), “disputando” quem vacinará mais pessoas.

Continuar lendo “A briga de políticos que eu quero ver”

Imbecis do MEC fazem o que melhor sabem fazer: Sendo imbecis e pedindo vídeo de alunos cantando hino

MEC de novo aprontando das suas. Tinha sido divulgado nos meios de comunicação que o MEC tinha expedido um email solicitando que colégios perfilassem seus alunos para cantar o hino nacional e que os diretores filmassem o acontecimento. Eu achei esquisito, ainda mais que jornaleiros não gostam muito de postar fonte, mesmo quando é fonte oficial. Exortando meus vassalos a abrir o CSI Twitter, descobri (obrigado, Limão) que o comunicado era verdadeiro, pero no mucho.

Afinal, o que aconteceu? (sim, é pra você continuar lendo sem ser na página principal. Me processe).

Continuar lendo “Imbecis do MEC fazem o que melhor sabem fazer: Sendo imbecis e pedindo vídeo de alunos cantando hino”

Por que algumas pessoas ficam brigões se meterem o focinho na cachaça?

Qual a diferença do cara que mete o pé na jaca e vira um pudim de cachaça, daqueles que fica estirado na sarjeta desmaiado e o Zé Machão que quer arrumar briga com todo mundo? Será que é tudo culpa da mardita? Foi o Cão que botou pra beber? Terá algo acontecendo na cabeça do miseráver que se acha mais macho que todo mundo e resolver quebrar todo e partir pra porrada? Bem, taí uma pergunta interessante; sendo assim, a melhor resposta seria examinar dentro da cachola do brigão com auxílio de ressonância magnética.

Continuar lendo “Por que algumas pessoas ficam brigões se meterem o focinho na cachaça?”

Oposição e bancada governista discutem sobre a mandioca da Dilma

Nossa presidente é uma maravilha com as palavras. Seus discursos seguem as finas minúcias da Última Flor do Lácio. Por causa disso, muitas vezes, ela é criticada, mas eu nem sei por quê? Pessoal reclama muito. Bem, terça-feira próxima passada, nossa excelentíssima chefe de Estado estava presente na abertura dos Jogos Mundiais dos Povos Indígenas (uma espécie de OlimCapiaus). Como ela esquece de meter o pé na boca em determinadas situações, falou benzão da mandioca, Hades sabe o porque.

Isso acabou refletindo na Câmara dos Deputados e pessoal quase chegou nas vias de fato. Só não o fizeram porque a população iria adorar isso e político não faz nada em prol do povo.

Continuar lendo “Oposição e bancada governista discutem sobre a mandioca da Dilma”

Briga de Lavadeiras anima Internet em sexta-feira chuvosa

Hoje está uma maravilha. 18º no Rio de Janeiro, com sensação térmica de 16º, mais frio que o interior do meu freezer. Thor chegou por aqui se perguntando se era o Ragnarok que tinha começado antecipadamente. Tenho duas faturas de cartão de crédito, conta do telefone e um boleto que estou esperando explicações da Srª Ceticismo.

a Internet estava meio parada,. mas eis que Jesus nos abençoou! Incitou os ânimos de duas figuras conhecidas Silas Malafaia, nosso pastor preferido (pelos motivos errados) e o Ricardo Boechat, numa espécie de Thuderdome gospel.

Ficando no aguardo da porradaria, esta é a sua SEXTA INSANA!

Continuar lendo “Briga de Lavadeiras anima Internet em sexta-feira chuvosa”

Professor Kickboxer usa pedagogia pro-ativa e bota moral

Qualquer um que lecionou em colégio sabe que volta e meia temos vontade de meter a porrada em um, outro aluno ou chama a turma toda para a porrada, mesmo no caso do cara dar aula em colégio estadual, com mais de 60 alunos em cada turma (só falo na presença dos meus advogados).

Em Maryland, EUA, um professor substituto foi acabar com uma briga entre os alunos. Bem, ele realmente acabou com a briga…

Continuar lendo “Professor Kickboxer usa pedagogia pro-ativa e bota moral”

Por que o Velho Testamento é mais maneiro que o Novo Testamento

A cada dia que passa, o Cristianismo perde mais adeptos. Normalmente, o pessoal corre pro Islã. Sei lá, deve ser pela chance de sair detonando com a fé dos outros. Já o judaísmo é mais burocrático. Você precisa fazer prova, ser sabatinado ou ter uma mãe judia, o que, convenhamos, não é tarefa fácil. Umbanda e candomblé, sim! Você pede e o guia arruma de tudo. De aumento salarial até trazer aquela periguete que você tá afim em 3 dias (é o que eles prometem!). O problema é que o mundo hoje anda muito chato. E tudo isso começou com o Novo Testamento.

Continuar lendo “Por que o Velho Testamento é mais maneiro que o Novo Testamento”