Voz dos Alienados 69

A gente dá espaço pro debate, e o pessoal bem que tenta e… Não, não tentam. Sua imbecilidade impede qualquer tipo de defesa de suas ideias, pois, não têm ideias e sim dejetos mentais. Curiosamente, esta ralé que defende arduamente a filosofia esquece que não basta ter uma… cahan… ideia. Tem que saber defendê-la. Mas não conseguem, e o resultado é ele, mais um, aquilo que vocês tanto amam!

A FILOSOFIA DOS ALIENADOS, digo, VOZ DOS ALIENADOS!

Conde Loppeux
condeloppeux@hotmail.com
179.215.214.82

Ateu todinho falando de filosofia? Tanto quanto uma ameba falando grego koiné.

Como todo débil mental religioso, parte do princípio que eu sou ateu. Para essa gentinha, "ceticismo" significa "ateísmo". Já sabemos o que vem por aí, não é mesmo?

A base de todo pensamento humano, que vai da política, passando pela ciência, pela epistemologia, chegando na ética

Ética. Aristóteles escreveu sobre Ética. Também era misógino, escravocrata, defensor dos ricaços e bajulador da família de Filipe da Macedônia. Defendeu a ciência, mas foi incapaz de deixar duas pedras caindo para saber se caíam ao mesmo tempo. Descartes ficou com o rabo na cama. Muito científico, ele. "Vamos discutir realidade" e acreditavam em deuses, espíritos etc. Sim, muito realistas.

na discussão sobre o ser, a realidade, a natureza e otras cositas más, está na filosofia.

O Dragão da Garagem demonstra o que é real com mais facilidade.

O problema é que um jumento como vc nem chegou perto de criticá-la. Até pq vc é incapaz de entende-la.

Essa é a´´etica que a filosofia prega? Me xingar ao invés de demonstrar que eu estou errado? T´[ipico dos fanáticos religiosos. Santo Aristóteles aplaude.

Quanta asneira. Aristóteles inaugurou a lógica na filosofia e o pensamento científico moderno.

O método científico se baseia em

A) Observação – Aristóteles disse que as mulheres têm menos dentes que homens. Ele não se deu ao trabalho de observar uma? Ele foi casado duas vezes.

B) Testar hipóteses – Sua lei diz que corpos da massas diferentes caem com velocidades diferentes. Ele não se deu ao trabalho de deixar duas pedras diferentes caírem?

C) Reprodutibilidade – Quantos experimentos ele realizou?

Não, não. Aristóteles não criou o Método Científico. O Pai do Método Científico é Galileu. Descartes disse que podia chegar à verdade sem sair da sua cama. Sim, claro. Em Matemática não precisa muito. Queria saber como ele chegaria à leis de Torricelli lá. Bacon escreveu o Novum Organum. Muito importante obra, devidamente escrita por causa dos trabalhos de cientistas árabes.

E você não entende porra nenhuma de história da ciência.

Sem Aristóteles, esqueça ciência.

Sim! Vamos esquecer que o cérebro refrigera o sangue, que o coração é a morada do pensamento, que as pessoas já nascem para serem escravizadas, que as mulheres são inferiores aos homens, que Alexandre da Macedônia chegaria à borda da Terra se continuasse caminhando para o Leste…

Aliás, não custa nada tentar. Será que este analfabeto funcional leu a Metafísica e o Órganon, para afirmar que Aristóteles “atrasou” a ciência? Onde isso? Quando?

Pergunte a qualquer cientista e eles lhe confirmarão isso. Só a ralé que ama filosofia acha que não.

Criancinhas palpiteiras são assim mesmo. Quando o rapazinho me responder o que é um silogismo ou o que são as noções de causalidade em Aristóteles, talvez a amebinha entenda que toda essa reles discussão está na base do pensamento cientifico moderno.

Inversão do ônus da prova. Eu pedi a utilidade da filosofia. Eu estou aguardando. "Aristóteles escreveu metafísica". Sim, todo dia eu uso metafísica! O desespero desa gente é digno de pena.

Mas não custa nada lembrar? Platão atrasou a ciência? Faz-me rir de um bárbaro jumento, produto cabal da ignorância ateísta de youtube!

Ataque direto ao argumentador. Essa é a ética que a filosofia ensina. Platão, que inventou Atlântida, sólidos perfeitos e esferas perfeitas dos astros. Enquanto isso, Arquimedes criou princípios, teoremas, técnicas matemáticas, ferramentas, máquinas simples, que de simples são só seus princípios etc. Tudo isso usado até hoje. Mas não, importante é saber que existe um continente perdido no meio do oceano que ele nunca visitou (nem poderia, já que tal continente jamais existiu. Hipótese sem comprovação não é ciência, mas para os defensores da filosofia ética, que ataca aqueles que questionam sim, é. Bem platônico, mesmo.

E a mula ainda acha que eu sou ateu. :mrgreen:

Público e notório pra quem, pigmeu filosofastro todinho?

Ataque ao oponente.

Vamos lá, quer dizer que vc leu os Diálogos de Platão, a Metafísica de Aristóteles e chegou a conclusões “públicas e notórias”? kkkkkkkkkkkk

Há o que de útil lá mesmo? Posso criar remédios, saber o que são fósseis, entender geodésia, composição dos minerais, ligas metálicas, sistemas climáticos etc lá?

Falamos de viagens espaciais, dinâmica dos fluidos, química analítica, biologia e outras ciências, pq filósofos meditaram sobre os métodos de compreender a natureza.

Cientistas experimentaram. Você leu Diálogo sobre os Dois Principais Sistemas do Mundo? Claro que não. Pessoalzinho odeia este livro, desde o tempo do julgamento de Galileu. ;)

E desde quando a natureza se resume a ciência natural?

Procurei nos livros de Aristóteles sobre Matemática e não encontrei. Platão falou sobre…. sólidos perfeitos, as órbitas eram circunferências etc. Coitados, não sabiamo que era uma elipse.

A pobreza intelectual do técnico moderno é achar que a realidade se resuma aos seus postulados de aprendizagem e de ofício. Se o analfabeto me explicar cientificamente a ciência, a ética, a moral, a política, a natureza das coisas, os elementos de causalidade, finalidade, causas eficientes, causas finais, dentro da estrutura da realidade, ganha um pirulito.

Ciência é o conhecimento humano

Ética e moral não existem. São idiossincrasias de cada sociedade. Sendo subjetivas não são passíveis de demonstração, mas podemos entender porque elas existem, mediante os trabalhos de MNilgram e Harlow. Enfim, tais normas existem para controlar a sociedade para garantir que esta sociedade viva mais tempo. Animais não protegem suas crias por ética e sim para darem prosseguimento na luta pela continuidade da espécie.

Política: "eu quero dominar o outro". Política não é ciência, simplesmente outra idiossincrasia humana, mas também observada em outros animais. Chama-se psicologia comportamental, coisa que você não sabe o que é, porque leu Platão, o escravocrata ético que dizia que as pessoas tinham que se sujeitar aos seus senhores.

Homenzinho burro do caralho!

Mais exemplos da Ética filosófica ensinada por Aristóteles e Wittgenstein.

Coisa de ateu todinho que jamais leu nada e pegou propaganda ateísta a granel.

Já sabemos a religião dele, né? Digo, a outra religião, fora a felozofia.

Aristóteles produziu a lógica e o método científico moderno.

Refutado acima. "Eu não vou deixar cair duas pedras, mas logicamente elas cairão juntas. Eu não observarei a boca de uma mulher, mas si que elas têm menos dentes. Eu não farei uma autópsia, mas sei que somos um poço de sangue com órgãos flutuando".

Produziu praticamente quase todo pensamento político, ético e moral da modernidade.

Ainda bem que fugimos disso quando começaram as leis de abolição da escravatura.

Platão, com o mundo das idéias, produziu uma das obras mais magníficas e discutidas por todo o mundo ocidental

As pessoas discutem obras de Paulo Coelho. Paulo Coelho é membro da ABL. Conclusão: Paulo Coelho e Machado de Assis estão no mesmo patamar cultual.

até os dias de hoje. Convém dizer, André, sua ignorância presunçosa sobre o assunto não serve de parâmetros para explicar os dois autores. Até pq, pela sua fala arrogante e burra, vc não leu nada.

Ética filosófica.

Será que o analfabeto do André leu Questão do Método?

Li. Ele disse que podia chegar à verdade sem sair da cama. U geólogo cai na gargalhada. Biólogos sacodem a cabeça. Químicos apontam, olham pro lado e fazem chacota. Aliá, o próprio Voltaire (já que vocês amam filósofos) disseque Descartes falou um monte de bobagens e devia ter ficado só na Matemática.

Ou ele dá orelhadas de alguns palpites que achou bonitinho e já decretou a ruindade de um filósofo?

Ninguém provou que eu estou errado. Aliás, Euclides foi muito mais além que Descartes.

O André deve ter algum tipo de cultura por osmose. Ele fala de Platão, Aristóteles, Descartes e toda a filosofia ocidental sem ter lido nada.

Mas que coisa! Eu só pedi para ele me dar uma utilidade da filosofia. Ele parece estar falando com uma plateia. Bem coisa de filósofo, memo. Tenta passar  eloquência, quando é tão somente verborrágico, como apontaria Montesquieu, o filósofo jurista ético que vendeu seu cargo de magistrado.

O mais engraçado é um analfabeto funcional como ele posar de “cientista” sem ter uma linha de pesquisa sobre os assuntos que diz. Ou seja, é uma fraude monumental, pra dizer o mínimo!

Mas e minha pergunta sobre a utilidade da filosofia? Essezinho faria bonito num debate político na TV: muita falação, pouco conteúdo.

O que é a prova?

Prova é a demonstração replicável de um evento, postulado, teoria, teorema, lei etc.

Não existe nada na ciência que a defina como tal.

Existe sim. :D

Calcário é formado por carbonatos. Posso provar isso, pois ácido clorídrico reage com carbonatos e bicarbonatos liberando gás carbônico. Sabendo que os bicarbonatos são solúveis, calcários só podem ser feitos de carbonatos, que na grande maioria das vezes são insolúveis, como o carbonato de cálcio.

Na verdade, as definições “científicas” da prova são, na verdade, FILOSÓFICAS.

Nope. Você disse: filosofia trabalha com metafísica. Eu posso provar por análise por difração de raios-X que o DNA é composto por uma espiral dupla. Use a filosofia para demonstrar isso, sim?

Mas é aquela história: André tem uma opinião curiosa. Ignoro o que seja a filosofia, logo, deploro-a. Quanto a Heidegger, não vou discutir sobre a natureza do ser através da ciência.

Fugiu!

Até pq a ciência não tem resposta pra isso. A discussão sobre o assunto é essencialmente especulativa.

Especulações não servem para muita coisa se não determinarmos um modo de evidenciar. Se não podemos provar se existe ou não, então, temos um dragão invisível que cospe fogo frio, incorpóreo, sem temperatura corporal, que está em outra dimensão. Só existirá no pensamento platonista.

O não entendimento da filosofia é prova de que a filosofia é má?

Não. O suposto "não entendimento da filosofia" decorre do fato que ninguém deu uma utilidade para ela. Tipo você, por exemplo.

Ou prova de que o interlocutor é um ignorante.

Ética filosófica.

Vc precisa estudar primeiro pra encontrar uma prova. . .

"Você precisa aceitar Jesus para ele existir"

Depois de evidenciar que a filosofia nos deu a base intelectual para a ciência, para a política, para a moral, para a compreensão da realidade, o cara ainda nos brinda com seu analfabetismo funcional perguntando pra que ela serve, justamente porque a ignora?

Commentrariolum Petitionis e O Príncipe explicam bem a política. E não são escritos filosóficos, e sim livros de bons conselhos.

Lógica do rapazinho besta: se eu não provar cientificamente a existência da ética, logo, a ética não existe. Ops, usei um silogismo aristotélico aqui!

Por isso, você falhou. Primeiro, se ética existisse, ela seria igual em todos os lugares. Se eu digo que a gravidade é deformação do espaço-tempo, ela o é em todo o Universo. Se eu digo que espécies evoluem, elas evoluem em todos os grupos de seres vivos. Se eu digo que não é ético matar recém-nascidos em homenagem a um deus, o povo que faz isso deveria ter para si que isso é ético, enquanto muçulmanos radicais acham antiético que mulheres saiam de minissaia.

Aristóteles achou que era ético ter escravos. :mrgreen:

Quando eu provar a utilidade da filosofia, eu quero primeiro que vc prove se vc estudou alguma coisa?

Que frase bem escrita para uma pessoa culta, não?

Ora, se vc é o “cientista” aqui, presume-se que alguém que critique alguém deva, ao menos, pesquisar sobre algo. Se vc fala mal de algo que não consegue entender, vc nãoé um cientista, no máximo, um charlatão bem vulgar.

Eu questionei a utilidade. Você ainda não me deu. Só soube me xingar. Isso não é ético. Não é retórica. Não é argumentação. Não é nada do que vocês dizem ser importante na filosofia. Sendo defensor dela, e leitor voraz dos escritos, deveria não ter incorrido nesses erros.

Vocês são muito fofos em me ajudar a mostrar o quanto a filosofia é inútil. Facilmente manipuláveis, facilmente tirados do sério, facilmente colocados contra a parede. Facilmente mostrando porque foram os próprios filósofos que condenaram Sócrates (que ninguém tem provas absolutas que existiu). Ironia socrática, algo que o próprio Aristóteles, o misógino escravocrata ético descreveu e vocês caem como patos. :mrgreen:

guerra é uma questão de levantamento estatístico? Cacete, a coisa ta feia mesmo!

Não sabe história, mas isso já sabemos. Foi por causa dos levantamentos estatísticos de Florence Nightingale que o Império Britânico estava mais gastando do que vencendo algo na Crimeia., por isso desistiram da guerra, que lá pelas tantas nem sabiam do que se tratava.

A Ciência venceu o dogmatismo filosófico inglês.


Este monte de asneiras foi postado no artigo Neil deGrasse Tyson acha que Filosofia é motivo de piada. E não é? Ainda há mais coisa que ele postou. Mas, como vimos, a cada parágrafo era um xingamento e ofensa, sem nenhuma explanação direta da utilidade da filosofia. "Ela serve pra ética". E só. Eu digo que os trabalhos de Milgram mostram muito melhor isso. Podemos falar até que sem os escritos do Lula sobre o tema nortearam nosso entendimento. Posso falar qualquer coisa. Sem provas, nada se obtém, mas ele mesmo falou que não podia provar.

E é essa a ética, retórica, moral, conhecimento e cultura que o pessoal da filosofia tem, que nem sabem ao certo para que ela serve. Um dia descobrem…

Ou não.

37 comentários em “Voz dos Alienados 69

  1. Abusou do ad hominem,isto normalmente demonstra fraqueza na argumentação e nesse caso é mesmo.Serviu para nosso deleite… :smile:

  2. Volta e meia, algum comentarista alega que o André é ateu.
    A impressão de quem visita o blog pela primeira vez é essa, dada a maneira que o autor critica as várias religiões. Só que ele mesmo já disse várias vezes que NÃO É ATEU, por que o pessoal insiste em dizer o contrário?
    Devem ler apenas um dos artigos e já ficam furiosos disparando farpas, ao invés de vasculhar o site e ler alguns artigos mais para entender o ponto de vista.
    Coisa típica de quem não se prepara para o debate.
    Cadê a leitura obrigatória de “A Arte da Guerra” nas escolas?
    Eu sei, eu viajei um pouquinho, mas eu tinha que falar.

    1. @reinaldo, acredito que o que o André quis passar de mensagem é que ele não é o famoso “ateu de final de semana”, aquele que é contra os religiosos.

  3. se a filosofia for de fato fugaz e frivola como a psicanalise de freud fora,soh o tempo dirá..

    (isso nenhum “maluco cientificista” utilizar-se de todo o poder da ciência para criar um “agente quimico venenoso” para combater a “praga dos filósofos”)

    me parece improvavel que a filosofia seja abandonada pelo génio humano,ja que a filosofia moderna tem se desdobrado em disciplinas cada vez mais “incisivas” no génio humano,como a filosofia da mente e a filosofia da linguagem de wittgenstein,que interligam-se diretamente à disciplinas de cunho cientifico,como a neurociencia e psicologia…

    ps:como eu previa,o andré não soube interpretar minha “aporia” do Papai Noel..a situação descrita na aporia encerra-se num genuino problema da filosofia sobre a questão da consciencia das coisas e fenomenos.pra filosofia não tem essa de “ora existe tal coisa”,”ora não existe”.para a filosofia,basta qualquer coisa passar pela minha consciencia que ela passa a existir.não interessa o quanto eu me convença de que tem uma caixa de leite na minha geladeira,o quanto ela é fisica,concreta,bata nela com o punhos e brada ao quatro ventos “esta caixa de leite é real”.enquanto eu não a percebia pelos meus sentidos e respectivamente pela consciencia,ela não existia de fato;;;por isso o velha aporia do galho de arvore caindo na floresta eh tão persuasivo;;;

    1. @christian,

      …e na mente do andré,ele acredita ser um cientista…mas isso é corriqueiro no dia-a-dia;meu colega de trabalho gaba-se que é “soldador”,mas mal sabe ligar o aparelho de solda…

      enche a boca pra falar de ciencia,mas no fundo não passa de um “panfletista cientifico”…

      ps:a “Nature’s Magazine” já publicou seu esplêndida pesquisa sobre as propriedades quimicas da coca-cola?me passa o link? estou muito interessado nos seus estudos e trabalhos cientificos,bem como suas respectivas publicações.Afinal vc é um dos cientistas de maior renome no Brasil,pioneiro em muitas descobertas cientificas…

      1. @christian,

        “ps:a “Nature’s Magazine” já publicou seu esplêndida pesquisa sobre as propriedades quimicas da coca-cola?me passa o link? estou muito interessado nos seus estudos e trabalhos cientificos,bem como suas respectivas publicações.Afinal vc é um dos cientistas de maior renome no Brasil,pioneiro em muitas descobertas cientificas…”

        Senhores, aqui um exemplo perfeito da falácia do Tu quoque.

        E isso porque um dos ramos da filosofia ensina como fazer um bom argumento e evitar falácias. Mas, como disse um comentarista daqui, atualmente filosofia está mais para punhetação retórica e mental.

      1. @GusC,

        Olavo que se refere é aquele Astrólogo que acredita que a Pepsi é feita com fetos?
        Pois ele não tem nem formação em filosofia (traduzindo: Nem pra isso serviu).

        1. @Diego Moreira, Esse mesmo. E o que é pior, o cara ainda escreve um livro chamado “O Mínimo Que Você Precisa Saber Para Não Ser Um Idiota”. Deve ser um conselho para que não sejamos iguais a ele…hehe!

          1. @GusC, Uma frase emblemática daquela bosta: “Fumantes não sofrem de mal de Alzheimer”.

            Tire suas conclusões a respeito dessa obra-prima.

    1. @Avelino de Almeida Bego, Só de ver que um Voz do Alienados foi feito inteiramente por um único infeliz, dá pra perceber que esse Conde Loppeux é um daqueles inconvenientes profissionais, que tem amor a camisa no quesito aporrinhar os outros.

  4. Acompanho essa página há mais de 5 anos, portanto já sabia que o André não é ateu. A última vez que perguntei, ele me disse que era YHVH. A pergunta que fica é : Seria ele agnóstico? Budista?

    1. @Breno Bernardes,

      André, segundo artigo recente, é Gokuista.

      Lembro até hoje, no inicio da faculdade de direito, quando falei para minha professora de filosofia que gastar 80 h do conteúdo programado em uma disciplina secundária era besteira, o olhar de ódio que me atingiu…

    2. @Breno Bernardes, Não, ele realmente é Deus. Ou acha que esses textos aparecem do nada?
      Agora voltando ao texto, mais um que vem com a asneira de que não existem provas. Mas pular de um prédio como já foi proposto pelo André, ninguem quer.

  5. Não tenho muita moral para criticar Filosofia pois só li 2 livros (Assim Falou Zaratustra e Cândido), mas sei reconhecer um colega sofista quando o leio. Faço isso direto também, reviso meus pensamentos usando Lógica para ver se eles contém falácias e se contradizem umas às outras, então transcrevo tudo pra internet e fico rindo desse pessoal aí que perde tempo me corrigindo. :lol:

    “Bem-aventurado é aquele que crê que está certo” —Diógenes

  6. O mundo tosco de Hades não tem jeito.
    Como se já não bastasse as sandices crentais, agora temos filosofais!
    O que falta agora? Típicas justificativas filosóficas? :mrgreen:

  7. VdA épico. Esse conde Loppeux de Villanueva é um dos tipos mais desagradáveis que já vi no YouTube. Está sempre fazendo vídeos respostas, “refutando” ateus e até outros cristãos. Ele não é capaz de defender seus argumentos sem apelar pra ofensas pessoais. Prevejo um possível vídeo : “O jumento André e sua ignorância filosófica”. Matou a pau, professor.

      1. @Lucho, pior que é bem por ai. E pensar nos Olavos, nos Gentilis e nos Felipes Neto da vida é de lascar… Mas tem algo ainda pior, que é justamente ter de lidar com os seus BALL LICKERS.

        O demente que usa o codinome de Conde Loppeux é mesmo o número 1 dos paga-paus do Olavo e olha que pra estar nesse nível custa, considerando que boa parte da bancada reacionária da Veja, a Rachel Sheherazade, o tal Padre Paulo Ricardo e um certo Paulo Eduardo Martins são os nomes mais proeminentes entre os seguidores do malandrão que para não deixar claro seu vácuo em termos de educação formal, apela ao título de “filósofo”.

  8. “A) Observação – Aristóteles disse que as mulheres têm menos dentes que homens. Ele não se deu ao trabalho de observar uma? Ele foi casado duas vezes.”

    Talvez as mulheres dele tinham menos dentes mesmo, ou nenhum. :lol:

    1. @Borba, só de o André ter tido de aguentar os esporros verbais do infame “Conde Loppeux”, o gordinho feio e demente que vive mentalmente na idade média (e deve jogar RPG adoidado) já foi uma baita de uma sacanagem.

      E pensar que segundo informações o maluco seria bacharel em direito. Acho que isso explica em parte a virulência, mas também explica o alto índice de reprovação dos bacharéis na prova da OAB.

  9. “(…)É a tarefa da ciência e da técnica de submeter a matéria ao homem, assim como o espaço e o tempo, que são inseparáveis da matéria. A bem dizer, existem certos escritos idealistas – não religiosos, mas filosóficos – onde podemos ler que o tempo e o espaço são categorias saídas do nosso espírito, que são o resultado das exigências do nosso pensamento. No entanto, é difícil entrar nestas visões. [b]Se algum filósofo idealista, em lugar de chegar a tempo para tomar o trem das nove, deixasse passar dois minutos de atraso, ele não veria senão a traseira do seu trem e seria, pelos seus próprios olhos, convencido que o tempo e o espaço são inseparáveis da realidade material.[/b] Nossa tarefa é a de reduzir este espaço, de vencê-lo, de economizar o tempo, de prolongar a vida humana, de registrar o tempo passado, elevar a vida humana a um nível mais alto e enriquecê-la. É a razão da nossa luta contra o espaço e o tempo, na base da qual encontra-se a luta para submeter a matéria ao homem – matéria que constitui o fundamento, não apenas de todas as coisas que realmente existem, mas também de todo pensamento.(…)”

    Trecho de um discurso (inédito em português), pronunciado por Leon Trotsky, em 1926, no I Congresso dos Amigos do Rádio.

  10. Estava me recordando, Aristóteles não era também um defensor da teoria da geração espontânea? Com moscas brotando espontaneamente da bosta e ratos nascendo de roupas sujas?
    Lembro que Redi foi o primeiro a começar a refutar essa bagaça.

Deixe um comentário, mas lembre-se que ele precisa ser aprovado para aparecer.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s