Cientistas criam uma xerox de DNA

Craig Venter não o tipo que causa unanimidade. Alguns o veem como brilhantes. Outros, alguém que usa a Ciência em proveito próprio. Não sei qual dos dois tem razão, já que William Perkin foi o primeiro a criar os corantes sintéticos e pioneiro da indústria química, e não era amor à Ciência. Venter e sua equipe foram os primeiros a criarem um DNA sintético. Venter já tinha declarado que pretendia enviar um sequenciador de DNA para o Marte, afim de sequenciar qualquer coisa que estiver por lá.

O problema é fazer testes. Como pegar o que tem lá e sequenciar? A resposta está na aridez do deserto de Mojave.

O deserto de Mojave é um lugar vazio (ou não seria chamado "deserto"), quente, hostil, cheio de cobras e se tem algo que presta por lá é a cidade de Las Vegas, que é hostil e pode acabar com a  sua vida também.

É nesse lugar que Venter e seu pessoal anda fazendo testes. Ele espera desenvolver uma tecnologia mais aprimorada para detectar vida em Marte, e o deserto de Mojave é seu laboratório.

Sua técnica é meio como "xerocar" o DNA de um lugar e reconstruí-lo em outro. Uma espécie de clonagem à distância, criando um fac-símile do DNA que for encontrado, para poder estudá-lo aqui, na Terra. O nome do aparelhinho é Digital Biological Converter (Conversor Digital Biológico).

Sim, isso parece ficção científica. Talvez até seja, mas Kepler também previu a viagem à Lua, Arthur Clarke previu os satélites e a Internet, a Wikipédia já tinha sido prevista por Isaac Asimov e Júlio Verne já tinha descrito um submarino nuclear. O que soa ficção hoje pode ser realidade amanhã.

O sistema de Venter iria determinar a sequência das unidades de DNA no genoma de um organismo e transmitir essa informação pela Internet. No outro extremo, o genoma seria sintetizado e inserido no que equivale a uma célula em branco, mais ou menos como ele criou Synthia. O DNA inserido iria assumir o comando da célula e recriar uma cópia do organismo de origem .

Mas, pô, Marte? Tantos problemas para serem resolvidos aqui. E as criancinhas na África? E os sem-teto? E os beagles?

Pois é, e a caneta que você escreve em qualquer posição? E os computadores? E sistemas de navegação inercial? E isso e aquilo? Pensa comigo então: E se você tem a droga de um vírus na África, mandando um monte de capiau pra vala. O CDC, o Instituto Pasteur e a FIOCRUZ precisam pesquisar sobre ele. Milhões de cientistas no mundo todo tentando entender a bagaça que apareceu em alguma favela em Mogadíscio (desculpem o pleonasmo). Ao invés de expor pesquisadores a ambientes insalubres, o DNA daquela porquera pode ser "impressa" direto nos laboratórios, sem problemas de deslocamento, logística e insegurança, já que ir à Somália não é um passeio no quintal.

É por isso que a equipe de Venter estava revirando terra no Desertão do Mal, quando podiam ter feito uma fézinha numa máquina caça-níqueis (ok, eles devem ter dado um pulinho lá). A missão do pessoal era encontrar vida microbiana no deserto, determinar sua sequência e transmiti-lo para a sede da Synthetic Genomics, em San Diego.

As máquinas de sequenciamento estão cada vez mais rápidas, cada vez mais menores em tamanho. Um brinquedinho destes está para ir à Marte e em 2020 e todo nosso conhecimento vai com ela, com a gratificação de trazer-nos de volta mais conhecimento.

Há muito a ser feito, há mito a ser aprendido. Mas estamos no caminho certo.


Fonte: The Guardian

Um comentário em “Cientistas criam uma xerox de DNA

  1. Ainda bem que existe só um Brasil no mundo. Ainda bem que alguns países já saíram da Era pré-científica.

Deixe um comentário, mas lembre-se que ele precisa ser aprovado para aparecer.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s