Não ligue pra cortina atrás do celular (ou algo assim)

Ontem, estava conversando com um amigo meu. Ele me disse que, agora, o Google monitora tudo o que se fala ao redor de um celular que usa o sistema operacional Android. Segundo este meu amigo, quando um celular assim está diretamente conectado à Internet, ele "ouve" tudo oque se fala em volta e imediatamente, reconhece palavras-chave e envia propaganda via SMS. O que tem de verdade nisso?

Resposta: Nada, mas você vai querer saber mais detalhes, não é?

Como todo bom cético, eu duvidei muito disso. Pedi para ele fazer um teste. Mediante várias palavras, o resultado foi: nenhum SMS recebido. Esse meu amigo argumentou que sim, era verdade e que ele estava falando umas besteiras calientes para a mulher dele e recebeu propaganda SMS de Sex-Shop.

Hummm, isso me dá margem para fazer testes. Tentei a mesma coisa. Nenhum SMS recebido. Experimentei falar que eu precisava de um carro novo e comecei a me lamuriar sobre como estava difícil comprar um. Se a teoria que o Google ouve as conversas e envia propaganda contextualizada, eu esperava que fosse recebido SMS de um banco oferecendo financiamento ou de alguma montadora dizendo como os carros dela são baratos, econômicos e de bom desempenho.

Nada aconteceu.

Experimentei dizer que precisava de dinheiro, estava com fome, que minha filha estava com tosse entre muitas outras coisas. Nada. Fiquei um bom tempo experimentando e nada de SMS, nada de mensagem, nada de nada. Como podemos racionalizar isso?

1ª HIPÓTESE

O Google reconheceu que eu estava testando-o, e como seu sistema é secreto, violando uma série de leis, ele se fingiu de morto, para me enganar e continuar seu trabalho de espalhar publicidade e ganhar rios de dinheiro.

2ª HIPÓTESE

Isso tudo não passa de mania de perseguição. Se você leu o artigo Casos do Acaso, viu muitas coisas acontecem sem necessariamente ter alguma implicação de entidades mágicas ou conspirações. Pensem na quantidade de smartphones Android no mundo todo, com vários idiomas, vários dialetos etc. Tudo isso sendo monitorado e cruzando dados para depois fazerem propaganda. Qual o custo inerente disso? O Google cobraria gostoso para fazer uma ação de marketing direcionada e, convenhamos, loja de vender sex-toys não seria bem um imenso poderio mercadológico. Uma Volkswagen, um Santander, uma imensa rede de farmácias, laboratórios clínicos, empresas de tecnologia etc não têm dinheiro ou interesse nisso?

Curiosamente, eu fiquei 3 anos com um aparelho Android e nunca recebi propagandas que não fossem da própria operadora do SIM Card. Hoje tenho um Windows Phone e a Microsoft parece que não está interessada em ganhar dinheiro com este tipo de propaganda. A Apple? Também não faz isso. Blackberry já faleceu em termos de mercado, deixou de ser relevante para qualquer coisa.

De tanto argumentar essas coisas, vem a resposta clássica: "mas eu tenho certeza". Perguntei: "Tem como provar?" A resposta foi negativa. E todos os testes na hora falharam. Mas… mas.. mas… tem que ser verdade! Não é possível que não seja assim, é muita coincidência.

É difícil argumentar com quem já tem uma ideia forte, mesmo sem nenhuma prova ou evidência. A pessoa quer acreditar. Ela precisa acreditar. E eu me pergunto: Se a Apple tem o SIRI, por que ela não faz a mesma coisa? Alguns dizem que ela também escuta o que se faz em volta. Façam aí o teste: "SIRI, show me an easy way to rob a bank". Pouco? Vamos radicalizar: "SIRI I want to kill the Presidente of United States" ou "SIRI how can I plant a bomb in the US Congress?". Em quantos minutos o pessoal do Serviço Secreto baterá à sua porta? A Apple monitora, a NSA monitora. O resultado será…

Nada.

As pessoas querem acreditar nas coisas, seja que o Google monitora tudo, seja que sociedades secretas tomam conta da sua vida, o Governo espiona e Jesus está vendo você se masturbar de noite. É sempre o mesmo argumento: "Mas vai que é verdade", e isso vale pro Google ouvindo você combinando de se encontrar com sua amante ou a Microsoft lhe prometendo um notebook se você repassar mensagens via e-mail numa ação de marketing que fará a Apple te dar um iPhone se você clicar num banner que diz que você é o 999999º visitante.

O fato do Google e o Facebook registrar seu e-mail no cadastro passa desapercebido. O fato de você fazer mil e um cadastros por aí usando o Facebook, dando endereço, telefone, celular e CPF não desperta desconfiança. Mas quando do nada você recebe um SMS ou e-mail, tenha certeza: Você é apenas um mané que acredita em conspirações, sendo que o único culpado por dizer por aí suas preferências, fazer mil e um cadastros, dando digrátis todas as suas opiniões e preferências, é você mesmo.

Mas quem quer assumir a culpa? O lance é nos precavermos:

A verdade está lá fora. As crendices que estão dentro das pessoas

9 comentários em “Não ligue pra cortina atrás do celular (ou algo assim)

  1. me lembrou o caso de que aconteceu um acidente comigo, entrei na ambulância e veio uma mulher desconhecida comigo dizendo ser minha acompanhante. Passei todas as minhas informações para os médicos e ela ficou só de parte, ouvindo. Alguns dias depois eu já recuperado e em casa, desço e olha quem está lá, ela. Ai eu perguntei: como soube meu endereço? Ela falou numa convicção: – Jesus me trouxe aqui, foi Jesus que me deu seu endereço. Por um momento eu exitei: eita porra será que esse Jesus existe mesmo? E ela aproveitou meu espanto e começou a citar frases decoradas da bíblia, disse que não acredito e ela se foi embora, quando dei por mim lembrei que tinha dado até meu telefone para os médicos e que ela estava com uma agendinha na mão, anotando tudo.

  2. Pelo celular eu não sei, mas nossa internet está infestada de espiões. Tenho um complemento do Google Chrome que bloqueia os serviços que rastreiam a navegação (trackers); Neste instante ele está bloqueando nesta página o Google, o Twitter e mais 15 que só o Buda sabe quem são. Que Snowden do céu nos proteja.

    1. @fabao.online, Deixa ver se entendi. Em um texo sobre como o Google nos espiona, você tem certeza que acontece, pois você usa um software DO GOOGLE, com um complemento que bloqueia outras páginas?

      Só eu vejo um contrassenso?

      1. @JCFerranti, Não, meu camarada. O software é um complemento de terceiros que pode ser instalado tanto no Chrome como no Firefox. Para acessar a internet nós precisamos de uma navegador e os dois citados são os melhores, na minha opinião, e todos, incluindo do IE da Microsoft, permitem que nossa navegação seja rastreada por qualquer um. Ou seja, usando o programa do Google ou não, acho que mereço pelo menos tentar manter minha privacidade.
        E o complemento não bloqueia páginas, ele impede que robôs de rastreamento vejam quais páginas você visita. Sabe quando você entra num site pra ver preços de sapato e depois seu Facebook fica te mostrando propagandas de sapatos? Será que são pitonisas que lhes informam sobre o que você faz na internet?

        1. @fabao.online, Eu trabalho com informática e sei exatamente o que você está falando. Apenas um complemento: O Google faz diretamente o levantamento de estatísticas, tanto na página quanto no Chrome e lhe garanto, um add-on para o Chrome só faz o que o Google permite que ele faz. O software do Google pode diretamente ignorar o add-on se quiser, por isso prefiro o Firefox e seus complementos.
          Aliás, pelo que sei, somenteo o Chrome faz esse levantamento estatístico diretamente no navegador, nos demais é a página quem faz esse levantamento.
          Por isso digo que é um contrassenso usar o Chrome e se preocupar ocm privacidade. Os programadores do Google podem permitir que o add-on funcione somente fora do que interessa a eles! Pense nisso!

          1. @JCFerranti, OK. Agradeço pela dica. Tem um ditado que diz:

            “Se dois homens se encontram e trocam um pão, cada um sai com um pão. Mas se dois homens se encontram e trocam uma ideia, cada um sai com duas idéias.”

            A mais pura verdade.

  3. Uma das principais fontes de rastreamento de informações é a por.. do feice.
    Boa parte dos usuários deixa o feice ler sua agenda de contatos, fornecendo nomes, endereços, fones , emails etc . Abri uma conta lá para ver o que família fazia e agora aparecem sugestões de amigos: vizinhos , parentes distantes e tudo que é pessoa que nem lembro mais. Basta ir numa festa de família que alguém tira uma foto e posta no instagram. Lá vem mais cruzamentos de informações. Essas redes sociais sabem mais de nossos relacionamentos e árvores genealógicas que nós mesmos. Fotos com informações detalhadas de localização e aparelhos informando sua localização todo o tempo.
    Cada vez que um smart fone anda pela rua com o wifi ligado está rastreando todas as estações wifi e informando a servidores da Apple ou Google. É assim que o rastreamento de GPS atua de forma rápida. Se você tem um roteador de wifi já está catalogada sua posição precisa nos servidores citados. Basta que alguém capte sua estação e junto com de seus vizinhos que já poderá ter sua posição estimada. Não é necessário o módulo GPS no seu aparelho.
    É também altíssima a probabilidade de que todos os sistemas operacionais proprietários tenham as famosas Back Doors. E através das informações divulgadas pelo Snowden , a NSA teria acesso aos servidores dessas empresas, e consequentemente a possibilidade de acessar seus aparelhos de forma discreta. Um vídeo no TED reitera que a única forma de se enfrentar esse problema é a utilização de softwares open source. Somente esses SWs podem garantir a privacidade pela análise publica dos seus fontes. Alguns anos atrás a Borland colocou um banco de dados em domínio público. Pouquíssimo tempo depois foi publicada a existência de um Back door que nem a Borland sabia. Um de seus programadores havia colocado esse Back door. Com os fontes publicados a comunidade especializada estudou o código e descobriu a falha de segurança.
    É claro que a espionagem da NSA não é feita com qualquer um. Mas se alguém se destacar com alguma descoberta importante, ou alguém tiver capacidade de decisão em alguma obra pública , por exemplo, poderá ter a NSA dando uma espiadinha nos seus dispositivos eletrônicos. Imaginem as licitações de milhões ou eventuais patentes. Pode ter sido o caso da Dilma, tendo seus arquivos vasculhados. Fica fácil privilegiar uma licitação sabendo dados dos concorrentes.
    E isso não é paranóia não. A própria legislação americana não impede que qualquer arquivo de cidadão não americano seja vasculhado. Se eles puderem vão vasculhar pois pode dar grande vantagem econômica e militar.
    Com o aumento da capacidade de processamento e das melhorias de inteligência dos SWs , vão aumentando a quantidade de pessoas rastreadas de forma automática. Tal como se fosse uma malha fina do IR.
    Mas no caso do Brasil existem inúmeras formas de se espionar sem precisar de sistemas operacionais com Back door. Não é a toa que os roubos via internet são muito maiores em valor que assaltos a carros fortes e caixas eletrônicos. Somente os bandidos violentos e ignorantes fazem isso. Os espertos agem a distância , sem riscos físicos.

  4. Baseado em um fato não se pode dizer que os outros não fazem.

    Veja a classic arapuca da promoção ‘vanish’, até parece aquela promoção que fizeram na década de 70 na américa do norte, as pessoas começaram a aparecer e quando iam aparecendo, após uma verificação ou ela ganhava o premio ou era presa,

    No caso do ‘vanish’, vai lá e faça o cadastro, se você tiver qualquer tipo de pendência, uma firma de cobrança ira te ligar.

    Desc. mas face lixo é pra humano deslumbrado com a vidinha virtual, mas como neste país a grande maioria ainda acredita em político, vão ser espionados. Eu iria até dar dicas, mas parei de querer alertar as pessoas.Vou ler outro post.

Deixe um comentário, mas lembre-se que ele precisa ser aprovado para aparecer.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s