Papa adverte contra os perigos da biotecnologia

Faz um tempinho que os lords Sith vaticanianos não se pronunciam contra a Ciência. Sentindo falta de falar bobagens, o Imperador Palpatine Ratzinger volta seus poderes malévolos contra as pesquisas de biotecnologia, advertindo que manipulações genéticas podem decair para a barbárie e produzir zumbis como os do Resident Evil. As organizações Umbrella estão de olho no velhote e Alice já está a postos.

Na segunda-feira 13 passada, Jason Voohes Papa Chico Bento XVI proferiu um discurso de alerta, pois 2012 está próximo, apesar da Santa Sé não divulgar sua apreensão a respeito. Como é de se esperar, a culpa de tudo de mal que há por aí é da Ciência e, claro, isso foi dito via satélite. Para ele, a biotecnologia é arma de Satã e devemos denunciar as manipulações do ser humano e as violações de sua integridade e dignidade. Claro, noviços de rabo ardendo e padres fãs de Ron Jeremy não entram na questão, como sempre.

As alegações, como pode se esperar, é aquela velha baboseira de eugenia, manipulações genéticas, Gattacka revisitada entre outras bobagens. Evidentemente, se você tiver um filho com uma séria doença congênita, o Vaticano ficará feliz da vida em bancar os custos e alguns padres darão (ops) apoio todo especial. E — sim, meus caros — se eu soubesse que um filho meu possuísse uma séria doença, CLARO, que eu faria de tudo para curá-lo, mesmo antes de nascer.

Isso é eugenia? Pode ser, mas ninguém quer ter filho deficiente. Só os tolos que já possuem filhos deficientes e querem enganar o resto do mundo dizendo o quanto são maravilhosas as crianças. Eu até acredito, só não acredito que haja algo de maravilhoso ver seu filho definhar e morrer de alguma doença rara, que poderia ter sido evitada antes da criança nascer. Ah, sim… em tempos de Nosso Lar, kardenazis alegarão que aquilo é alguma lição de vida ou penitência de alguma merda que fizemos em vidas lavadas, passadas e engomadas.

Chamam cientistas que pensam em corrigir tais deficiências de arrogantes, mas é melhor ser arrogante do que ser um ridículo egoísta, que prefere ver outra pessoa sofrer ali, só para ter o prazer sádico de ter o ente querido próximo. É uma sensação de posse e não de amor, pois como o poeta diz, o verdadeiro amor liberta. Amor que condiciona uma existência para proveito próprio, ou alegações de penitências, não é amor e sim crueldade extrema. Mas quem sou eu para falar? Eu vou pro inferno. Ou Umbral, ou voltar como uma lesma com chifres e dentes podres.


Fonte: Folha de São Paulo

6 comentários em “Papa adverte contra os perigos da biotecnologia

  1. Uma dúvida que me surgiu, aqui no Cet.net já teve algum artigo falando sobre Eugenia? Lembro de ter lido, mas não sei se foi aqui.

    Bem, sobre isso, acho estranho negarem a eugenia para prevenir/evitar doenças genéticas, ou seja, eu protejo meu filho para não ser atropelado e ficar aleijado, eu protejo meu filho para não ser estuprado por um padre pedófilo para que não tenha traumas e seja normal, mas eu não posso evitar que ele nasça com síndrome de Down ou qualquer outra doença que a eugenia possa evitar?

    Se eu quero que a criança seja perfeita de saúde e tudo mais, porque não dar uma mãozinha antes dela nascer? Ou tenho que esperar surgir uma criança com deficiência para que eu possa passa o resto de nossas vidas para diminuir o sofrimento dela?

    Do mesmo jeito que já argumentaram que “só apóia o aborto quem já nasceu” eu digo “só é contra a eugenia quem já nasceu saudável”, ainda na mesma linha das “proibições” da ICAR, acrescento: “só não apóia pesquisas com células-tronco quem consegue se locomover sem dificuldade”.

    Ontem eu assisti o filme “O deus que não estava lá” e gostei da parte que um entrevistado diz, resumidamente, que para os cristãos é bom quando o mundo vai mal, por que é sinal do fim dos tempos, que Jesus está voltando e blábláblá. Quem após saber de uma notícia de um desastre natural nunca ouviu um religioso dizer: “isso tudo já estava na bíblia, é o sinal do fim”.

    Enfim, acabei saindo do tema do Artigo, mas é isso que a ICAR faz de melhor: empacar a evolução da humanidade.

      1. @André, lembrei de onde eu tinha visto sobre eugenia:

        http://scienceblogs.com.br/100nexos/2010/08/basquete_yao_ming_e_a_eugenia.php

        “Com 2 metros e 29 centímetros de altura, Yao Ming é um gigante, o mais alto jogador de basquete na NBA americana em atividade. Sua altura e seu gosto por basquete não foram mera obra do acaso. Seu pai, Yao Zhiyuan, media mais de dois metros e sua mãe, Fang Fengdi, 1,90m. Ambos também eram jogadores de basquete profissional”

Deixe um comentário, mas lembre-se que ele precisa ser aprovado para aparecer.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s