Pesquisa demonstra que a vida pode ter vindo do espaço. Ou será que não?

6 de junho: O Dia D
Os incríveis desejos de Robert Boyle

conan.jpgO problema na pesquisa científica é quando que ela diga mais do que ela diz, tentando reforçar o que outros dizem.

Obrigado, André. Agora, pode fazer o favor de falar de modo que nós, mortais, possamos entender?

Tudo bem, perclaros súditos. O que eu vi foi uma notícia relatando que em uma pesquisa sobre a resistência da bactéria Deinococcus radiodurans em ambientes extremos seria uma prova que validaria a teoria da panspermia. Mas não será exagero?

Sim, pode ser exagero e é justamente o que eu acho, ao contrário do pessoal do G1, o veículo de informação que ressuscita mortos.

Segundo a notícia, que foi copiada pela metade do site do Estado de São Paulo, a pesquisa feita pelo biólogo Ivan Gláucio Paulino-Lima, da UFRJ, cujos resultados reforçariam EM TESE que a vida teria se originado fora da Terra.

Tá, ok. Daí eu pergunto: considerando que a Deinococcus pode resistir bravamente nos confins do espaço, seria então essa a evidência que a vida na Terra veio do Espaço? Acho que não. A mim, isso só prova que a bactéria é resistente, mas que não resolve questão nenhuma. Afinal, mesmo que a vida na Terra tenha vindo dos confins do Espaço Sideral, resta a pergunta: Como, diabos, a vida surgiu primariamente? Sim, pois se alguma matéria viva caiu aqui, ela deve ter se originado em algum lugar.

Creio, portanto, ser otimismo demais achar que estamos desvendando algo nessa linha. Não que especulações sejam ruins. Não são. Mas também devemos ter muita cautela com o que nossa pesquisa aponta e no que ela pode significar. Eu, particularmente, não creio na teoria da Panspermia, ois ela parece mais um argumento da ignorância, onde atribuímos origem extraterrestre e ficamos satisfeitos, achando que resolvemos a questão do grande mistério da Origem da Vida. Não resolvemos. Não podemos simplesmente achar que só porque temos uma resposta sobre a origem da vida NA TERRA que resolvemos uma questão universal.

A D. radiodurans é uma bactéria tão resistente que é até chamada de Conan, a Bactéria, e é velha conhecida na pesquisa espacial. Sua capacidade de resistir à radiação ultravioleta (que possui alta energia) é importante, mas não podemos dizer que reforça que um milagre veio do espaço. Deixo isso pro Spielberg.

De qualquer forma, uma pesquisa sobre a resistência dessa bactéria (que não é patogênica) pode abrir portas sobre o estudo de efetivarmos a resistência em outras células, ou analisarmos uma forma de acabarmos de vez com estas criaturinhas safadas que podem causar doenças; onde, no futuro, talvez não passem de simples histórias romantizadas:

Saiba, ó príncipe, que naqueles anos antes que os mares afundasse Nova York e os vislumbres de cidades, e à época do surgimento dos Filhos de André, houve uma era inimaginável, durante a qual um blog de esplendor se tornasse conhecido pelo mundo como miríades de estrelas sob o manto azul dos céus. Nesta época surgiu o Ceticismo.net, que com o conhecimento na mão, assolou os contrafortes da ignorância e demonstrou que o conhecimento estava disponível àqueles que se dispusessem a entendê-lo. E foi nessa época que após várias pesquisas, cientistas baniram de vez a burrice suprema em muitas pessoas, e suas pesquisas despertaram os segredos de uma vida pacífica, imunizando as pessoas e pondo término a sofrimentos desnecessários. E nesta época, André e seus descendentes governaram com justiça e sabedoria.

6 de junho: O Dia D
Os incríveis desejos de Robert Boyle

Sobre André Carvalho

και γνωσεσθε την αληθειαν και η αληθεια ελευθερωσει υμας

Quer opinar? Ótimo! Mas leia primeiro a nossa Polí­tica de Comentários, para não reclamar depois. Todos os comentários necessitam aprovação para aparecerem. Não gostou? Só lamento!