Homo erectus foi pra vala por ser preguiçoso, disse pesquisador (palavras dele)

Pesquisa estuda por que homens não são a única causa da enxaqueca em mulheres
Historiadora descobre que brasileiro inventou a Matemática

Homo erectus não era um homossexual que estava sempre pronto para a cópula. Ele formava um grupo de hominídeos que viveu há cerca de 1,8 milhões de anos e 300 000 anos atrás. Seu nome significa literalmente “o homem que andava ereto ou em pé”. Esses hominídeos eram que nem brasileiros: onde menos se esperava tinha um lá. A maior parte ficou, entretanto, na África, mesmo. Agora, pesquisas recentes mostram que seu tatatatatatataravó Homo erectus foi mandado pra vala evolutiva porque era preguiçoso. Deve ser por isso que você é o que é, já que quem puxa aos seus não degenera.

O dr. Ceri Shipton é pesquisador da Faculdade de Cultura, História e Linguagem da Universidade Nacional Australiana. Ele gosta de estudar gente velha. Gente MUITO velha. Gente mais velha que a sua avó!

Shipton e seus colaboradores estão estudando os restos de alguns Homo erectus pra lá de preguiçosos. Os fósseis foram encontrados numa escavação de antigas populações humanas na no sítio arqueológico de Saffaqah, que fica na cidade de Dawadmi, na região central da Arábia Saudita. Esta lindeza de lugar aqui:

Daí, os pesquisadores deram de cara com alguns H. erectus espertinhos que empregavam o jeitinho homoerectiano para desenvolver aquelas estratégias marotas de menor esforço para a fabricação de ferramentas e coleta de recursos.

O que fez seres humanos tão vencedores foi a nossa capacidade de nos adaptarmos a um ambiente hostil, criando tecnologias par nos proteger do frio, caçar animais e evitar que fôssemos caçados por outros animais. Já os lerdões dos H. erectus formavam um grupelho preguiçoso, e foi essa preguiça de evitar a fadiga que levou à extinção deles. Teria sido algo como:

– Mainha Grunta, socorro!
– O que foi, filhinho Gronk?
– Aquela tartarugossauro do outro lado da savana tá vindo me morder
– E pruque você não foge?
– Mainha, tô numa lezeira…

Shipton apontou evidências disso ao mostrar como os H. erectus faziam as ferramentas. De uma forma pouco científica, eu poderia dizer que eles faziam que nem a cara deles, ou seja, de qualquer jeito, com qualquer pedra que estivesse disponível, muitas vezes sem ser a ferra menta mais adequada, o que gerava ineficiência na bagaça.

Homo sapiens e neandertais faziam as coisas direito, ou seja, Homo erectus era de Humanas e o Homo sapiens era de Exatas. Tenho certeza que os H. erectus ficavam só na rede, com violão, fumando cigarrinho que homem das cavernas não fuma. Taí o resultado. Como diz meu amigo, Leão do Proerd, Homo erectus não é gente!

A pesquisa foi publicada na Plos One.

Pesquisa estuda por que homens não são a única causa da enxaqueca em mulheres
Historiadora descobre que brasileiro inventou a Matemática

Sobre André Carvalho

και γνωσεσθε την αληθειαν και η αληθεια ελευθερωσει υμας

Quer opinar? Ótimo! Mas leia primeiro a nossa Polí­tica de Comentários, para não reclamar depois. Todos os comentários necessitam aprovação para aparecerem. Não gostou? Só lamento!