Pesquisadores fazem macacos aleijados andarem

As lesões da medula espinhal não são legais. Eu não quero ter uma, você não quer ter uma, ninguém quer ter uma lesão na espinha. Não sei… deve ser porque uma lesão lá pode lhe dar de presente paraplegia ou, se você tiver mais azar ainda, uma tetraplegia. É aquele lance de cortar o cabo de energia da TV. Simplesmente, ela desliga, e só vai ligar quando você fizer algum remendo. Até agora, algumas técnicas foram testadas, mas ainda nada definitivo… AINDA.

Pesquisadores sempre tentaram sistemas de interação cérebro-espinha. Já fizeram até ratinho andar. Assim, que tal uma espécie um pouco maior? Bem, fizeram: com um macaco!

Interface cérebro-espinha é aquele remendo maroto que liga seu cérebro à sua espinha, dando um balão na área lesionada. Isso visa estabelecer a comunicação da TV com a tomada, validando ainda a metáfora. Neurocientistas passaram anos tentando restaurar esse movimento em pessoas paralisadas

O dr. Gregoire Courtine é chefe do Departamento de Neurorreabilitação Experimental da Universidade de Zurique. Ele até já foi assunto aqui, quando fez um ratinho andar.

A interface cérebro-espinha desenvolvido pelo pessoal de Courtine deu uma de “Levanta-te e Anda” para alguns macacos que estavam com pernas paralisadas. Eles conseguiram realmente se levantar e andar novamente. É um dia muito triste pros mimizentos de Humanas que querem que as pessoas continuem em cadeiras de rodas, pois acham isso lindinho. Só esqueceram de perguntar às pessoas paralisadas se elas pensam assim.

O dispositivo sem fio, implantado em macacos rhesus, decodificou sinais enviados do córtex motor do cérebro para estimular eletrodos que foram colocados na parte inferior da medula espinhal que permite o uso dos músculos da perna. Meio Frankenstein, né? Bem melhor que isso, e com a vantagem que, mesmo sem qualquer treinamento, um dos macacos foi capaz de usar sua perna novamente, andando no chão e numa esteira em menos de uma semana.

Sim, tem vídeo!

A pesquisa foi publicada no periódico Nature (aproveita e leia digrátis). Com ela, podemos esperar evolução tecnológica cada vez mais rápida. Daqui a 10 anos estaremos fazendo aleijados andarem? Não sei, mas com certeza chegará a um tempo que andaremos pelo Vale da Morte sem temer mal algum, pois a Ciência fez aleijados andarem normalmente.

Agora vai lá numa igreja dizer amém pra ver se consegue algo similar. Aleluia, irmãos!

4 comentários em “Pesquisadores fazem macacos aleijados andarem

  1. Não sei por que gastar tanto tempo e dinheiro com isso, alguns crentes já mostraram que é só compartilhar uma foto no facebook, digitar amém nos comentários, e voilá, o enfermo estará curado. Oh, glória…

  2. Seria engraçado uma interferência nesse sinal do cérebro para a espinha.

    Já pensou se toca o celular e as pernas ficam descontroladas? =P

Deixe um comentário, mas lembre-se que ele precisa ser aprovado para aparecer.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s