Pesquisa estuda como metabolismo energético propiciou desenvolvimento do cérebro humano

O problema dos heterótrofos (você teve aula de Ciências no Fundamental. Te vira) é, que ele precisa caçar e/ou coletar seu próprio alimento. Assim, desenvolvemos a capacidade de armazenar alimento em nosso organismo sob a forma de açúcares e gordura. Mesmo porque, andar com um mochilão cheio de gulodices era meio que inviável no início. Mas como nós desenvolvemos esta capacidade?

Um grupo de pesquisadores estudou como passamos a armazenar gordura e a gastar a energia dos alimentos. Para tanto, estudou-se o mais próximos a nós: os chimpanzés.

A drª Melissa Emery Thompson é professora-assistente de Antropologia da Universidade do Novo México. Ela estuda o desenvolvimento do metabolismo humano, de sorte que tenha adquirido adaptações para manter uma reserva energética corporal, antes que inventássemos a geladeira e o delivery.

Sua pesquisa aborda como se deu a aceleração do crescimento do cérebro humano, usando um novo método mais preciso para conseguir quantificar quantas calorias os grandes símios (chimpanzés, bonobos, gorilas e orangotangos) usam no dia a dia e compara isso ao uso de energia pelos seres humanos ao redor do mundo.

De acordo com a pesquisa de Emery Thompson (parece nome de agente do Serviço Secreto de Informações, a serviço de Sua Majestade), os seres humanos gastam muita energia com seus imensos cérebros. Não só eles, mas comentaristas de portais de notícias também, o que prova que não importa o que o seu cérebro faz, ele consumirá vários joules em uma quantidade absurda. Cerca de 20% em média de toda a energia gasta é por causa do cérebro.

Isso se sabia até agora. Nós somos os macacos que mais gasta energia como cérebro. Mas de onde vem essa energia? Alguma parte do corpo é comprometida?

Vamos falar de celulares.

A maior crítica hoje, feita por gente imbecil, é que antigamente os celulares mantinham carga por uma semana, e hoje é apenas por algumas horas. Claro, um Nokia 3310 só servia para fazer e receber ligações, e mandar SMS. Quando muito, tinha o Snake, e só. Hoje, nossos celulares são inteligentes (mais do que alguns donos), e acessam internet, mandam mensagens de voz, vídeo e texto, tem jogos que não fazem feio perante a qualquer vídeo game moderno, e dá uma lavada nos antigos Ataris. Faz-se mais coisas, claro, gastando-se mais energia.

As empresas fabricantes tentam contornar isso desenvolvendo baterias melhores, com maior capacidade de carga, e quanto mais carga, mais funcionalidades acabam sendo possíveis, em que tem celular filmando em 4K, mesmo quando a maioria das TV são fullHD.

Nossa evolução permitiu cérebros maiores e mais especializados à medida em que nossa reserva energética melhorava, também desenvolvia. A reserva energética não melhorou para suprir as demandas do cérebro, nem o cérebro evoluiu já que tinha reservas energéticas melhores. Os dois aconteceram ao mesmo tempo. Os indivíduos que tinham reserva energética de sobra, mas nada de cérebro não puderam ir muito longe, pois não tinham a inteligência como fator de melhor adaptação. por outro lado, os indivíduos que tinham um cerebrão, mas não tinham como gerar energia, acabaram não suportando, e foram limados da escala evolutiva.

Thompson e sua equipe estão continuando o trabalho, visando explorar como a variação no estilo de vida, como a que entre macacos em cativeiro e selvagens e entre populações humanas ativos e sedentários, afeta o modo como a energia é utilizada. Eles estão particularmente interessados ??em como as estratégias metabólicas podem ter afetado a evolução da longa vida útil em seres humanos.

A pesquisa foi publicada no periódico Nature.

5 comentários em “Pesquisa estuda como metabolismo energético propiciou desenvolvimento do cérebro humano

  1. Quais indivíduos?

    Não respondo o óbvio

    Os ancestrais dos seres humanos provavelmente mudaram muito pouco o ambiente à sua volta em benefício próprio

    Depende de qual ancestral vc se refere..

    Portanto, eles deveriam ter quantidades importantes de reservas energéticas para poder sobreviver em um ambiente adverso.

    Evidências fósseis mostram que não.

    Já os seres humanos conseguiram mudar mais o ambiente em benefício próprio, por isto, eles devem sofrer menos com imprevistos.

    Pompéia discorda./b>

    Se um cérebro maior consome mais energia, esta energia provavelmente não vem de reservas energéticas, mas, de alimentos consumidos em quantidades e diversidades maiores

    Aham. E sem um sistema para armazenar isso, teremos o que? Tudo indo pro cocô.

    É o que provavelmente aconteceu com os ancestrais dos seres humanos, a quantidade e a diversidade de alimentos ingeridos deve ter aumentado ao londo do tempo, e isto permitiu que o cérebro aumentasse o tamanho.

    Vc está, erroneamente, separando os processos.

    1. “Não respondo o óbvio.”

      Mas, para você o que é óbvio, para outras pessoas pode não ser. A linha evolutiva dos seres humanos tem alguns indivíduos do gênero Australopithecus e Homo. Quais indivíduos você considera em seu texto?

      “Depende de qual ancestral vc se refere..”

      Qual ancestral dos seres humanos conseguiu fazer grandes mudanças no ambiente em benefício próprio?

      “Evidências fósseis mostram que não.”

      Os fósseis conseguem mostrar se um indivíduo tinha reservas energéticas grandes ou não?

      “Pompéia discorda.”

      Os moradores de Pompéia provavelmente não esperavam que o Vesúvio fosse entrar em erupção e muitos provavelmente morreram sem ter a chance de escapar do local. Mas, imagine os ancestrais dos seres humanos vivendo no mesmo local que Pompéia foi construído, eles provavelmente não teriam casas que poderiam protegê-los, não teriam ruas que poderiam facilitar quando tentassem escapar do local e não teriam cavalos que poderiam transportá-los rapidamente para outro local.
      Os humanos, mesmo podendo sofrer com algum imprevisto, provavelmente são melhores em sobreviver comparado aos seus ancestrais, pois, eles conseguiram fazer mudanças grandes e importantes no meio ambiente em benefício próprio.

      “Aham. E sem um sistema para armazenar isso, teremos o que? Tudo indo pro cocô.”

      Mas, a reserva energética não é usada em situações emergenciais?
      Os nutrientes que são ingeridos, em sua maioria, não servem para manter os órgãos vitais, por exemplo o cérebro, funcionando? E os nutrientes que são ingeridos em excesso não formariam a reserva energética?

      “Vc está, erroneamente, separando os processos.”

      Quais processos?

      1. Mas, para você o que é óbvio, para outras pessoas pode não ser.

        Eu escrevo para pessoas alfabetizadas. Desculpe.

        Qual ancestral dos seres humanos conseguiu fazer grandes mudanças no ambiente em benefício próprio?

        Bastou ter um grupo de espécie invasora, fatalmente teremos desequilíbrio ecológico.

        Preciso lembrar que os primeiros hominídeos eram nômades? Logo, tratam-se de espécies invasorsa.

        Os fósseis conseguem mostrar se um indivíduo tinha reservas energéticas grandes ou não?

        Óbvio, né? Basta ver um animal de médio a grande porte. Principalmente se for de sangue quente./b>

        Os moradores de Pompéia provavelmente não esperavam que o Vesúvio fosse entrar em erupção e muitos provavelmente morreram sem ter a chance de escapar do local.

        Provavelmente, não. Foi exatamente o que aconteceu.

        Mas, imagine os ancestrais dos seres humanos vivendo no mesmo local que Pompéia foi construído, eles provavelmente não teriam casas que poderiam protegê-los, não teriam ruas que poderiam facilitar quando tentassem escapar do local e não teriam cavalos que poderiam transportá-los rapidamente para outro local.

        E…?

        Os humanos, mesmo podendo sofrer com algum imprevisto, provavelmente são melhores em sobreviver comparado aos seus ancestrais

        Er… se os humanos existem é porque descendem dos ancestrais e, por conseguinte, sobreviveram o suficiente para gerar descendentes. O que fez a diferença foi nossa dieta rica em proteínas e calorias, aliado ao fato que passamos a cozinhar alimentos e desenvolver tecnologia.

        Mas, a reserva energética não é usada em situações emergenciais?

        Só se vc tiver um sistema que a reserve.

        Os nutrientes que são ingeridos, em sua maioria, não servem para manter os órgãos vitais, por exemplo o cérebro, funcionando?

        Nope. Cada nutriente tem uma função específica. Fazer os órgãos funcionarem é muito genérico. O tipo de frase proferida por criança de 4º ano do Fundamental.

        E os nutrientes que são ingeridos em excesso não formariam a reserva energética?

        Tipo o que? Proteínas? Proteínas não são alimentos energéticos.

  2. Mas, espécies invasoras fazer o ambiente entrar em desequilíbrio é a mesma coisa que espécies invasoras fazer grandes mudanças no ambiente em benefício próprio?

    Castores mandaram um abraço.

    O Vesúvio talvez…

    Parei de ler.

    Eu quis mostrar que os moradores de Pompéia, provavelmente, estavam mais protegidos e tinham mais chances de escapar quando comparados à seus ancestrais.

    Arqueologia é legal. Junte com história e vc verá que estás falando besteira.

    Os humanos existem provavelmente…

    Parei no “provavelmente”. Vc adora especular.

    não deveria ser apenas um Sim, Não ou Talvez?

    Para mentes limitadas, talvez.

    Ou sim.

    Ou não.

    Os órgãos vitais, entre eles o cérebro, funcionam normalmente usando a reserva energética ou os nutrientes ingeridos diariamente?

    Pega um dicionário e procure a palavra “reserva”.

    As proteínas não são usadas sendo uma fonte energética quando o indivíduo está em uma situação emergencial, por exemplo quando a quantidade de gordura e açucares estão muito baixas?

    Procura no dicionário “hipoglicemia”.

Deixe um comentário, mas lembre-se que ele precisa ser aprovado para aparecer.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s