Como não é remédio, vende-se fosfoetanolamina como suplemento. Otários compram

O caso da fosfoetanolamina está se tornando uma ópera-bufa. Um bando de retardados defendendo, gente como eu e outro cientistas apontando as maluquices surgidas nas redes sociais, baseados com fontes tiradas da bunda. Encheram tanto o saco que obrigaram a USP a produzir o pseudoremédio em massa. Fizeram o Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação estudar as propriedades curandeirísticas dessa merda. Resultou que o MCTI descobriu que usar uma dosagem cavalar não faz a menor diferença.

Agora, como não conseguiram passar este LIXO, apelaram pro que? Vender esta merda como suplementinho alimentar. Médicos estão achando muito engraçado.Os defensores da fosfoetanolamina estão desesperados e eu acho que pessoal tem mais que se ferrar.

Com a saída dos resultados dos testes com a fosfoetanolmina, mostrando que aquela bosta não passa de um placebão, Chierice subiu nas tamancas dizendo a primeira parte dos testes feitos pelo MCTI era equivocada[1]. Segundo ele, “não sabia como seria testado” (ensaio duplo-cego, Chierice, vergonha para a classe dos químicos. Vergonha PARA MIM! Aprenda a fazer ciência). (…) Mas após ver o modelo posso garantir que são testes equivocados. Nunca funcionaria em um teste in vitro, nem é comparativo”

FUCK YOU!!!

A única coisa que vocês apresentaram, bando de desclassificados, foram no máximo testes in vitro. Agora, não funciona, né? Fizeram in vivo? Não? Então, vão à merda! 20 anos mamando verbas federais para não produzir PICAS! Devia devolver todo o dinheiro, com juros e correção, além de pedir desculpas publicamente.

O Takata, do Gene Repórter, tem feito um trabalho minucioso acompanhando o caso da fosfoetanolamina [2] [3] [4]. Mais até que eu.

Os conselhos regionais de medicina estão contrários à prescrição do uso de fosfoetanolamina por médicos[5]. Como essas indústrias farmacêuticas têm grana, hein? Comprar tanta gente assim…

Como já está feio exigir que médicos prescrevam um remédio que não é remédio, pois sua ação é nenhuma, políticos estão em um estado de… o que se faz agora? Bem, se não tem como ser reconhecido pela ANVISA como medicamente, já que falhou nos primeiros testes, o lance é… suplemento alimentar. U-HUUUUUUULLLLLL!!!!!!!

Isso mesmo! A possibilidade foi anunciada pelo ministro da Ciência, Tecnologia e Inovação, em audiência pública na Comissão de Ciência e Tecnologia.

O 7 x 1 não pára no caso da fosfoetanolamina. Tem até médico orientando que pode-se apelar para farmácias de manipulação[6]. Mesmo porque, pode-se comprar com o nome Calcium-AEP. Dizem que é a mesma coisa que fosfoetanolamina (que segundo os testes não fez a menor diferença e sim a monoetanolamina. Mas isso é só Ciência. Quem se importa com ela?).

Claro, a indústria farmacêutica JAMAIS deixaria que a fosfoetanolamina, por ser barata, fosse comercializada, já que não poderia cobrar caro.

Infelizmente, existe o fator realidade:

CALCIUM AEP / EAP
FAMOSO PRODUTO CONTRA O CANCER
90 comprimidos de 560mg
Excelente custo beneficio !! MELHOR MARCA DO MERCADO DISPONIVEL ….
PRONTA ENTREGA !!!!!

O que se diz disso, senão:

É patética, uma coisa dessas. Vergonhoso. E os idiotas vão muito bem comprar, pois formam uma sociedade burra, estúpida, retardada, iletrada e que odeia ciência. As empresas farmacêuticas lucram horrores, mas deixe eu contar uma coisa: é mais fácil a Bayer ganhar muito mais dinheiro vendendo aspirina, que está com preço de custo mais do que amortizado. Só tem o preço da produção e só.

A grande e bondosa indústria homeopática vende bilhões de dólares todo ano, mas quem produz remédios é que são vis capitalistas, induzindo a população a usar quimioterapia que quase não funciona contra o câncer, só ajuda a curar 80% dos casos que foram descobertos a tempo.

Agora, fosfoetanolamina será usada como suplemento alimentar, acabará naquelas prateleiras bem na fila do caixa, vendendo toda sorte de tranqueiras que alegam ter poderes curativos para todos os males. Promete acabar com dengue, zika vírus, mau-olhado, ziquizira, espinhela caída, pau-molescência, abre caminhos e traz seu amor no 3º dia de metástase.

Ligue djá!

27 comentários em “Como não é remédio, vende-se fosfoetanolamina como suplemento. Otários compram

  1. Mas os caras não querem largar o osso. Já foi visto que não adianta porra nenhuma, mas insistem nessa merda! Brasileiro se esforça para ser burro!

    1. E admitir que passou 20 anos mamando recursos do governo fazendo uma merda sem utilidade alguma?

      É ruim, hein? Vai que exigem o dinheiro de volta

  2. Dá pra fazer um perfeito paralelo com a realidade política do Brasil. Já foi provado que não funciona, que não vale porra nenhuma, mesmo assim inexplicavelmente defendem por não querer admitir que estavam errados.

  3. Viram que vai dar merda por não ser um remédio e agora vão mudar de nome. Esse “jeitinho brasileiro” é uma vergonha para o país.

  4. Os EUA estão trabalhando fortemente para descobrir a cura, imagina se o Brasil descobrisse primeiro?

      1. Pootaqueopariu… E eu abandonei o Mestrado no mesmo ano por não ter bolsa, e ter um filho para criar…

      2. Pois é. Dinheiro público para professor ficar 20 anos desenvolvendo um suplemento alimentar, pode. Dinheiro público para analisar pichações de banheiro, pode. Dinheiro público para um cara ficar dando piroca e chupando a bunda (ou algo assim), pode.

        Agora, dinheiro público para pesquisa espacial…

          1. E dificil no Brasil ler um noticia sobre educacao sem ter em algum lugar do texto a expressao corte de custos.

  5. Poizé. Cadê agora o Paulão Machado e outros idiotas que vieram aqui encher o saco (e até rogar câncer) defendendo a bostoetanolamina?

    Tá todo mundo quietinho.

  6. O negocio é o seguinte, vocês acham mesmo que os cientistas financiados pelas Farmacêuticas em Geral estão preocupados com a cura de alguém ou de alguma doença.? só um bando de “cegos” para não ver que a maior fonte de renda deles são os tratamentos de efeitos paliativos e não de cura…São bilhões de dólares gastos com medicamentos que não curam ninguém, a pessoas ficam reféns, de um determinado remédio a vida inteira….por exemplo remédios para Hipertensão, osteoporose, diabetes, Alzheimer, e mesmo para a Aids etc…..pergunto ainda a vocês todos, por acaso algum tratamento convencional curou alguém de câncer até hoje?? Acessem o “SEER” site em ingles (https://seer.cancer.gov/) e observem que não houve nos últimos 50 anos diminuição no numero de mortes por câncer….mesmo com essa “ciência” toda. O que aconteceu foi a detecção precoce da enfermidade, o que leva à falsa ideia de que se aumentou a expectativa de vida de quem tem câncer quando na verdade, as pessoas estão vivendo mais tempo com a doença ….

    1. O negocio é o seguinte, vocês acham mesmo que os cientistas financiados pelas Farmacêuticas em Geral estão preocupados com a cura de alguém ou de alguma doença.?

      E sobre os trocenntos institutps de pesquisas que não sã financiados pela Big Pharma? ALIÁS, é interesasante o caso do Martin Shkreli que pegou um remédio anti=malária que se mostrou muito eficaz de coimbater a AIDS e aumentou o preço em 5000%

      Ali,as sabe de uma coisa? Aqui no Brasil este remédio é barato.

      Aliás, sabe outra coisa? Brasil quebrou as patentes de vários remédios. Como assim a Big Pharma deixou?

      Aliás, vc sabe que tratamento contra o câncer é pago pelo SUS, né?

      Seu argumento agora é qual, bebê?

      só um bando de “cegos” para não ver que a maior fonte de renda deles são os tratamentos de efeitos paliativos e não de cura.

      Leu o que acabei de escrever?

      São bilhões de dólares gastos com medicamentos que não curam ninguém

      Os 80% de casos de câncer curados dizem o contrário. Faz umapesquisinha no InCa.

      a pessoas ficam reféns, de um determinado remédio a vida inteira.

      Er… mentira.<

      por exemplo remédios para Hipertensão, osteoporose, diabetes, Alzheimer, e mesmo para a Aids etc.

      Será porque há degeneração de tecidos? Você não assistiu as aulas de ensino fundamental Para saber o que é um tecido, né?

      pergunto ainda a vocês todos, por acaso algum tratamento convencional curou alguém de câncer até hoje??

      http://www1.inca.gov.br/conteudo_view.asp?id=83

      Acessem o “SEER” site em ingles (https://seer.cancer.gov/) e observem que não houve nos últimos 50 anos diminuição no numero de mortes por câncer

      Pode me dar o paper específico?!

      mesmo com essa “ciência” toda.

      Diz a princesa que corre para se encher de analgésico na primeira dor de cabeça.

      O que aconteceu foi a detecção precoce da enfermidade, o que leva à falsa ideia de que se aumentou a expectativa de vida de quem tem câncer quando na verdade, as pessoas estão vivendo mais tempo com a doença

      Como sempre, os retardonautas se autorrefutam. Ciência deu de presente métodos para evitar que as pessoas fiquem doentes ou que chegem no estado terminal.

      Agora, filhota, mostra para mim os ARTIFGOS CIENTÍFICOS (vídeo vc pode guardar pra vc) mostrando a CURA que essa merda de fosfoetanolamina, que é pesquisada desde a década de 50, produz.

      Claro, vc vai me encher de links e… NÃO, PÉRA! O próprio doutorzão depois afirmou que ela não cura!

      Vocês são muito toupeiras, mesmo!

    2. Meu Deus. Ainda existem fosforetardados com esse mimimi de guri de 13 (anos e de QI), mesmo depois do anúncio que a fosfoetanolabosta vai ser vendida como suplemento alimentar?

      Que coisa. Maldita seja tu, inclusão digital.

  7. Acho que você não entendeu direito,1º) em nenhum momento eu falei na fosfatoetanolamina.

    O artigo é sobre o que? Aspirina? Vem com outra, filhão. Vc não vai se safar tão fácil.

    2º) Você não deve ter lido as estatisticas do no site, “SEER”.

    Sobre as curas serem de 80%, como é dito no site do INCa?

    População cresce, índice de pessoas com câncer cresce. Acompanhou o aumento populacional? TYraga informações do CDC, please.

    3º) O Inca e outros órgãos, considera como curada uma pessoa que tem sobrevida de 5 anos depois de descoberto o câncer, o que não é a mesma coisa que cura.

    Fonte: COmic Sans.

    Vejamos por ex. a expectativa de vida de uma pessoa diagnosticada com Câncer Colorretal que é aproximadamente de 65,0 %.

    Expectativa de vida é dada em anos, não em percentagem. Falácia não se cria aqui.

    A partir do 6 ano essa taxa de sobrevida cai para para menos de 20%…isso nos Estados Unidos

    Artigo publicado em periódico centífico, please.

    no Brasil talvez seja ainda menos.

    Talvez, quem sabe, em algum lugar que não sabemos…

    Sei.

    Então podemos dizer que não existe cura para o câncer mas sim, uma remissão dos sintomas

    Oncologistas discordam. Sua formação é em que, por gentileza?

    pois ele pode se manifestar a qualquer momento outra vez, infelizmente…eu digo isso não só pelas estatísticas

    Estatísticas: Dados obtidos por Exatas sendo interpretados pelo pessoal de Humanas.

    mas também por já ter perdido muitas pessoas com essa enfermidade… um abraço a todos

    Entendi. Evidência anedótica.

Deixe um comentário, mas lembre-se que ele precisa ser aprovado para aparecer.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s