Pastor mimizento acha que Starbucks é servo de Satã

O Brasil tem o hábito de gourmetizar qualquer coisa. Enquanto “lá fora” fast food é comida de gente sem grana, aqui fazem festa de aniversário no McDonald’s. O Starbucks é aquela rede de fast café em que o café não é rápido, não tem gosto de café e só serve para atrair hipsters. Este ano, eles acabaram, inadvertidamente, comprando briga com as Ovelhinhas do Senhor, que só porque os copos desse ano não vêm com motivos natalinos, estão acusando o Starbucks de terem feito copos anticristãos, porque imagino que Satanás em pessoa fabricou cada copo.

Como desde o início, os cristãos, via de regra, são pessoas chatas que acham que tudo surgiu depois do Cristianismo, que o Cristianismo surgiu primeiro e, pior, todo mundo tem que ser cristão. A Starbucks resolveu que o copo dela teria um design minimalista, em que ficaram um copo vermelho com suave degradê e o logo da empresa. A bosta do copo é dela e ela faz o design que quiser, ora bolas. Aí, a crentalhada fica enchendo o saco porque “mimimi cadê os símbolos cristãos”.

Deixe-me ser desmancha prazer e contar umas coisinhas.

1) Neva em outras partes do mundo, já nevava antes do mito cristão se difundir.

2) Sabe o visco? Aquela tradição que você tem que chapar um beijão na mulher/homem que estiver com você debaixo dele? Você acha que existia visco na Palestina no século I? Não, nem essa tradição tem origem com a menor das ligações cristãs. Conta-se que Baldur, neto de Thor, o Deus do Trovão, acordou de faniquito, achando que todos os seres vivos, plantas e animais, queriam matá-lo. Sua mãe e esposa tentaram consolá-lo, mas sem sucesso. Assim, as duas idiotas saíram pelos campos pedindo a cada planta, árvore, bicho etc que não fizessem mal a Baldur, o chiliquento. Baldur ficou felizinho e saltitante, mas acabou passando dessa para melhor com uma flechada no peito. A flecha era feita de visco, planta que mamãe e esposinha se esqueceram de bater um papo. Assim, por luto, coloca-se um visco na porta de entrada de casa para que todos se lembrem dele, e o beijo é para simbolizar essa lembrança. O que Jesus tem a ver com isso? Nada, pois ele não gostava de beijar meninas, mas ganhava beijo de meninos.

3) Mas a árvore de Natal é cristã, certo? Nananinanão! Pinheiros de diversas espécies têm sua origem em várias partes do mundo, mas com certeza nenhum perto do Oriente Médio. Jesus nunca viu um pinheiro. Primeiro porque o jesus Histórico nunca viajou pro norte da Europa ou mais pro leste, na Rússia. Já o Jesus Bíblico não viu, porque esse cara não existiu, mesmo. Tribos pagãs enfeitavam árvores para celebrar o solstício e a chegada da primavera. Não tinha estrela de Belém (outra invenção), não tinha anjos nem nada parecido. O primeiro registro documentado dessas árvores enfeitadas é de 1510 em Riga, na Letônia. Longe do que você possa imaginar, os cristãos no início achavam aquilo uma blasfêmia, porque Jeremias 10:2-4 diz “Assim diz o Senhor: Não aprendais o caminho dos gentios, nem vos espanteis dos sinais dos céus; porque com eles se atemorizam as nações. Porque os costumes dos povos são vaidade; pois corta-se do bosque um madeiro, obra das mãos do artífice, feita com machado; com prata e com ouro o enfeitam, com pregos e com martelos o firmam, para que não se mova”. Em meados do século XVI, Martinho Lutero começou a introduzir (êpa!) as árvores de natal nas festividade. Porque (a) Tem muito pinheiro na Alemanha; (b) Ele queria acabar com o paganismo de uma vez por todas e a melhor forma disso é absorver tradições alheias para facilitar a assimilação da sua (coisa que o Cristianismo foi mestre) e (c) Convenhamos, é bonito!

4) Boneco de neve. Sim, claro. Jesus desceu dos céus e criou o primeiro boneco de neve. Ninguém jamais teria essa ideia.

5) Papai Noel. Um fenômeno interessante, pois ele aparece em várias culturas diferentes, de forma independente. Já era celebrado na festa pagã dos povos germânicos pagãos. Acabou-se fazendo uma maçaroca de folclores, acabando por Lutero implantar. Ou seja, sem a Revolta Protestante, não teríamos o natal que temos hoje.

Então, qual é o problema desse pessoal? Os cristãozinhos leite-com-pêra adotam, então, uma ação que mudará o mundo: quando pedem um café no Starbucks e lhes são perguntado o nome, eles dizem “Merry Christmas”, de forma com que fique escrito no copo. Seria legal ter uns 3 com pedidos totalmente diferentes. Algo bem risível, diga-se de passagem. Fico pensando como os Pais da Igreja veriam essa grande forma de evangelização. Eusébio deve estar se revirando na tumba,isso sim. Porque, se a religião desse pessoal se fundamenta num ridículo copo que vai pro lixo, só posso dizer: Que religião mequetrefe e tosca essa de vocês!


Fonte: G1

12 comentários em “Pastor mimizento acha que Starbucks é servo de Satã

  1. fico imaginando se jesus tivesse sido decapitado(não sei se era costume já naquela época), eles estariam enfeitando o pinheirinho com machadinhos coloridos e cabecinhas de jesus? Ia ter malhação do carrasco?

  2. Quase achei que este era um post de trollagem, de tão bizarra que é a notícia.
    Aí me lembrei que a estupidez humana não tem limites.
    Vale lembrar que TODA a comemoração do Natal é copiada de seitas pagãs, inclusive a data e o Deus nela representado.
    Ou seja, de cristão o Natal tem nada ou quase nada.

  3. Claro, também tem o fato de não encrencarem com Iemanjá estampada 100% do tempo. Ok, é uma sereia, mas acho que essas criaturas não aparecem na Bíblia, né? Ou será que pensam ser Nossa Senhora?

    1. Esse aí é o trecho vergonha alheia. Eu prefiro citar o Salmo 137, que deixa os escrotos sem resposta.

      De qualquer maneira, é uma resposta a altura!

Deixe uma resposta para Emerson Cancelar resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s