Fanática religiosa impõe dieta tosca a crianças pobres na Bahia ou elas que comam em casa

O que é mais nefasto que gente fazendo política com a própria religião? Talvez os que seguem a religião vegan. Isso aliado a mandar na dieta com a alegação retardada de proteção ao meio ambiente. Juntou isso mais a insânia do Ministério Público ditar como merenda escolar deve ser servida, temos puro suco de Brasil. Um suco podre e indigesto.

O resultado disso é a versão Maria Antonieta da Bahia, com a abjeta ideia que se um aluno pobre de um colégio público quiser comer direito, ele que vá comer em casa.

Antecipando notícia porque eu vou picar a mula no feriado, esta é a sua QUINTA INSANA!

Continuar lendo “Fanática religiosa impõe dieta tosca a crianças pobres na Bahia ou elas que comam em casa”

Monge budista psicopata tem ordem de prisão. Mas não por ser monge budista psicopata

Você aprendeu que muitas religiões saem na piorada entre si, mas budistas são bonzinhos, meigos e puros de coração. Até mesmo Arthur Clarke caiu nesta conversa mole dizendo em um de seus livros que eles faziam parte da religião que nunca entrou em conflito com ninguém. Nada mais longe da verdade. Hoje, temos brigas de monges (mentira, sempre tivemos. Mais ao longo do texto) e até monge budista que propaga terrorismo.

Sim, isso mesmo. Monge zen-vergonha que chegou a receber crítica internacional severa, foi capa da Time e recebeu sérias e rudes palavras da ONU via cartinha. Só que o negócio escalo tanto que o próprio Governo de Myammar mandou dar um basta.

Continuar lendo “Monge budista psicopata tem ordem de prisão. Mas não por ser monge budista psicopata”

Projeto de lei criminaliza uso da palavra “bíblia” em publicações

A BÍBLIA é um livro importante na História humana. Assim como muitos eventos e personalidade, a BÍBLIA realmente mudou o mundo, assim como Alexandre da Macedônia, Gengis Khan, Napoleão, Stalin, Hitler, Pol Pot, Pinochet, Hugo Chaves, Noriega, Muamar Gadaffi, Osama Bin Laden, Slobodan Milosevic entre outros. Não somente isso, outros livros ajudaram a mudar o mundo, como a Torah, ou a BÍBLIA hebraica e o Alcorão, a BÍBLIA muçulmana. Tendo esta importância histórica, a BÍBLIA acabou virando uma referência de tudo que é livro com conteúdo extenso, ainda mais que BÍBLIA, em grego, significa “livros”, em que esses livros não passavam de um compêndio de textos que acabavam guardados juntos. Assim, temos A BÍBLIA do C, a BÍBLIA do HTML etc. Só que um deputado achou que um termo genérico iria ofender a BÍBLIA dele; então, decidiu que assim não pode, assim não dá. Não pode ter BÍBLIA em publicação nenhuma, seja impressa ou online.

Biblificando a loucura do mundo, esta é a sua SEXTA INSANA!

Continuar lendo “Projeto de lei criminaliza uso da palavra “bíblia” em publicações”

Seguidor de Allah mata criança que não era muçulmana escocesa

Pecadores, pecadores por todos os lados. Uma ignomínia ambulante, apostatas que não se tocam do quão nocivos são. É preciso tomar uma atitude! E um taxista assim pensou e este taxista assim procedeu. Ao levar mãe e filho para visitar o santuário do profeta Maomé em Medina, o taxista perguntou se eles eram xiitas. Eles eram. Como um servo de Allah, o Exaltado, o taxista quebrou uma garrafa e rasgou a garganta da criança. Ninguém o impediu. Um policial se deu conta tarde demais. O servo de Allah foi detido e preso, mas ele está consciencioso que fez o que sua convicção religiosa decidiu que tinha que ser feito: acabar com essa praga de gente que não é muçulmana de verdade.

Continuar lendo “Seguidor de Allah mata criança que não era muçulmana escocesa”

Igreja boazinha cura paciente com AIDS, só que depois a paciente morreu vítima da AIDS

Eu sempre digo que religião é um câncer sociológico. Ele se alastra fundo, causa metástase e acaba sendo mais do que maléfico. E mortal! Eu aceito que a pessoa resolva se conectar com uma esfera que ele não compreende, passe a acreditar que haja seres supranaturais ou, pelo menos, sobrenaturais, mas tenho verdadeiro asco por institucionalização da fé, em que um líder diz o que você tem que fazer, pensar e agir ou um Deus bom, justo e misericordioso vai destruir a sua vida de forma selvagem.

Muitos pesquisadores têm uma religião, mas sabem diferenciar as coisas. Aí, as pessoas ignorantes (por não saberem) depositam sua esperança em alguém que fala bem e isso é sua ruína (na verdade, isso vale para religiões, política, vendedores de “bilhetes premiados” e o cara que usa, abusa e lambuza e não liga no dia seguinte).

Nisso acaba o triste caso de uma pessoa que estava com vírus da AIDS, estava se tratando, o tratamento estava fazendo efeito e acabou numa religião, na qual foi levada a testemunhar como Jesus a curou. Parou o tratamento e o resto você já sabe. A igreja você pode adivinhar qual é.

Continuar lendo “Igreja boazinha cura paciente com AIDS, só que depois a paciente morreu vítima da AIDS”

Messias executado hoje. Japão mostrando como se trata maníacos assassinos

Nada pior que fanatismo, que leva a atos absurdos e insanos. Um exemplo disso aconteceu no Japão, em 20 de março de 1995, no que ficou conhecido como Ataque ao Metrô de Tóquio. O motivo do atentado? Não foi por fronteiras ou por libertação de presos políticos. Simplesmente por causa de religião, aquela coisa que religiosos dizem ser muito importante para fazer as pessoas mais éticas, sem a qual cairíamos na barbárie.

Continuar lendo “Messias executado hoje. Japão mostrando como se trata maníacos assassinos”

Religiosos querendo o fim do mundo

Religiosos são estranhos. Eles vibram, torcem, fazem e tudo para que um evento catastrófico destrua o mundo. Podem reparar, eles chegam a ficar com os olhinhos brilhando ao dizerem que o mundo vai acabar e todas as pessoas irão sofrer e morrer e acabar no inferno da maneira mais horrorosa possível.

Essas criaturas, na ânsia de ver mostres e destruição, ainda têm a insânia de achar que são boas pessoas, mas no fundo não passam de psicopatas. Dá até medo, perto do que eles esperam, vendo tudo uma onda apocalíptica sem precedentes.

Continuar lendo “Religiosos querendo o fim do mundo”

Cresce número de crianças mortas, acusadas de feitiçaria

Vocês sabem aquele velho adágio que religião faz as pessoas melhores. Só a religião faz com que a pessoa tenha fundamentos éticos e os que não têm nenhuma religião não têm moral alguma e acham que podem fazer o que quiserem. Eu já postei como na África tem esse pessoal tosco que acredita em vudu (que sabemos ser coisa pra Jacu), mas na Grã Bretanha tem crianças sendo assassinadas, pois algum imbecil acha que elas estão….

POSSUÍDAS! Parem o mundo que esta ralé precisa descer.

Continuar lendo “Cresce número de crianças mortas, acusadas de feitiçaria”

Para entidade muçulmana, canhoto é coisa do Diabo até na hora de comer

Ser canhoto não é fácil. Esse pessoal esquisitão que usa a mão errada, corrompendo nossos filhos e aliciando as pessoas para suas aberrações sinistras, quer fazer o mundo acabar no caos. FELIZMENTE, a maior autoridade religiosa da Turquia deu um basta nisso! Em sua fatwa, a determinação muçulmanística “faça isso ou Alá vai te pegar!”, a Presidência de Assuntos Religiosos da Turquia determinou que usar a mão esquerda é coisa de Sheithan, o Execrável, e que todo muçulmano piedoso só pode usar a mão direita para comer e beber, já que quem canhotos estão dominados pelo demonho!

Continuar lendo “Para entidade muçulmana, canhoto é coisa do Diabo até na hora de comer”

Segundo clériga episcopal, Deus tem peitão

Uma das grandes questões teológicas é sobre se Deus é menino ou menina. Bem, em tempos politicamente lacradores, é melhor não se discutir muito sobre isso, e foi o que fez a Igreja Episcopal na Diocese de Washington, D.C.. Eles resolveram a parada por decreto (não que tudo o que as religiões têm decidido nos últimos milênios não tenha sido assim). Eles aprovaram uma resolução na semana passada para parar de usar pronomes masculinos para Deus em futuras atualizações de seu Livro de Oração Comum, em que ficou-se determinado a não se usar mais “linguagem de gênero para Deus”. Ou seja, os membros da igreja fizeram um Tumblr religioso.

Continuar lendo “Segundo clériga episcopal, Deus tem peitão”