Gays são processados por ordem de Deus e Jesus (ou quase)

Não é Sexta Insana (ainda), mas isso merece ser trazido à luz do conhecimento de vocês, gays, homossexuais, pederastas, fãs de Glee e afins. Vocês não podem pôr os pés em Nebraska, EUA. Por que? Porque uma tia achou que isso aí que vocês fazem, seus pervertidos, está acabando com o mundo, levando aquela grande nação ao lupanar da luxúria (tomara!).

Não, não é ela.

A tia se chama Sylvia Driskell, tem 66 anos, e mora em Auburn, Nebraska. No dia 1º de maio entrou com uma ação nomeando todos (sim, todos) os homossexuais como réus, clamando para si mesmo o direito de servir como "embaixadora" dos reais demandantes da ação: Deus e Seu Filho, Jesus Cristo.

Isso pode parecer alguma farsa da web (dane-se, E-Farsas! Cheguei primeiro!), mas não é. O processo existe e podemos provar.

Ela deu entrada na documentação, escrito de próprio punho, manuscrito, e em folha de fichário. Como eu sei que você está se coçando todo para dar uma olhada nisso. Taqui o fac-símile.

Isso não chega nem a ser homofobia. É facilmente compreensível que essa senhora tem certos… problemas de ordem de saúde mental. Para ela, se quem nasce num ambiente de enganadores, vagabundos e ladrões, fatalmente será assim. Dessa forma, quem for criado numa casa com homossexuais… Bem. De qualquer forma, se isso fosse verdade, quem fosse criado numa casa que tem a Bíblia como inspiração, acabará se tornando adúltero, assassino, patricida, psicopata, misógino, escravocrata e não tomará banho.

A tia Driskell acha que gays irão destruir a moral, citando o caso de Sodoma e Gomorra, e que nunca pensou que ela iria ver o dia em que a "grande nação ou o grande estado de Nebraska se tornaria tão tolerante com a cumplicidade de alguns povos de comportamento lascivo".

Você vai rir ou vai xingar. Eu, não. Eu sinto pena. A pessoa envelheceu e ainda se mantém com um pensamento de quando era menina. Tenho certeza que ela deve ser daquelas que faz tudo em casa e o marido , não. Afinal, lavar copo é serviço de mulher e o marido sai para trabalhar, volta à noite e fica sentado tomando cerveja.

Num primeiro momento rimos do absurdo, da loucura, da insânia. Num segundo momento nos indignamos. Mas não é culpa de dona Driskell. A culpa é nossa. A culpa é de simplesmente reclamarmos. Os ativistas só fazem barulho e chilique mas o máximo que conseguem é disseminar mais ódio e estimular mais ódio. Se sai notícia que duas moças se casaram. UAAAAAAAAAAAU!!!! Transformamos em notícia, divulgamos, enchemos o saco. Mas não era para ser algo normal? Então, porque o alarde? É a mesma coisa que sair no jornal cada vez que eu vou no banheiro. Assim como eu vou ao banheiro diariamente, pessoas se casam todos os dias. Por que transformar um casamento gay em um acontecimento inusitado?

Apesar dos EUA serem uma nação cheia de gente tosca, em que boa parte ainda acredita que a Terra tem 6000 anos, não acredito que isso dará em algo, mas isso é meio óbvio, não? Ainda assim, ações como essa dizem muito sobre as pessoas, basta lermos nas entrelinhas.


Agradecimentos ao vovô Avelino pelo envio da notícia. Idoso, mas não homofóbico. Valeu, vô!

Um comentário em “Gays são processados por ordem de Deus e Jesus (ou quase)

Deixe uma resposta para Narciso L. Junior Cancelar resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s