Jovem Indiana recebe a dádiva tribal de ser estuprada por 13 homens

Sempre duvidei da história sobre o número 13 dar azar. Pelo visto, 13 não dá azar nem se for uma moça estuprada por 13 maníacos. O que dá azar mesmo é nascer num país tão tosco quanto a Índia, país que condena uma moça a ser estuprada por 13 babacas, pelo trágico motivo de manter um relacionamento amoroso.

A Índia ainda vive na Idade Média. Se vivesse na Idade Antiga, ainda teria uma majestosa matemática e centros de ciência, mas aquela bosta degringolou. Eles ainda mantém sistemas de castas, na base do "meu pau pode ser mais fedido mas é melhor que o seu".

A selvageria teve lugar no cu do Buda chamado Sambalpur, que fica num rincão no nordeste do país. A moça, cujo nome não foi divulgado, teve a insana ideia de se apaixonar, coisa que gentinha da Idade da Pedra não sabe o que significa. O problema é que ela se apaixonou por um Zé de outra favela, digo, outra tribo. Os líderes tribais, caciques ou seja lá como os filhos da puta que mandam naquela bagaça se autodenominam, determinaram que cada um tinha que pagar uma multa equivalente a 25 mil rúpias, mais ou menos 960 dilmas. Se quase mil reais já é uma graninha considerável aqui, lá isso é praticamente viver vida de paxá. O cara ainda conseguiu protelar o pagamento pra semana seguinte, mas a família da pobre coitada é bem ferrada na vida e o Sabe-Tudo daquela bosta determinou que "ela fosse desfrutada pelos homens da aldeia". Claro, algo supernormal e todo mundo concordou;. Como? Se a garota concordou? Quem é ela para dar opinião?

O resultado foi um estupro coletivo por 13… olha, eu nem sei mais quais os palavrões a serem usados neste texto. Pronto: ________________________________ preencham aqui com o xingamento que você quiser. A notícia foi veiculada pela Folha.

Isso até nem é novidade. Ano passado uma menina foi estuprada e, não satisfeitos, ainda a queimaram viva. Isso é extremamente louco, um país que manda uma sonda à Marte, enquanto o Brasil no máximo cria um ICBM para dar susto em pinguim, age feito um bando de alucinados (não ria. Aqui não é muito diferente). Mas, claro, leis draconianas seguida por um povo tosco e atrasado como aquele que só toma banho no Ganges por causa de ritos religiosos, no mesmo rio em que fazem despacho de defuntos, jogam cachorro morto, despejam dejetos etc., não pode dar boa coisa.

Mas, claro, são um povo religioso e a religião sempre faz as pessoas melhores. Pena que as pessoas religiosas de uma maneira geral não sabem que é pra ser assim.

8 comentários em “Jovem Indiana recebe a dádiva tribal de ser estuprada por 13 homens

  1. Infelizmente certas lógicas não tem … lógica! Pensemos bem, um estupro de 13 homens lá sai por menos de 1000 reais. Esse é o valor da dignidade da moça pelo visto!

    “Mas, claro, são um povo religioso e a religião sempre faz as pessoas melhores. Pena que as pessoas religiosas de uma maneira geral não sabem que é pra ser assim.”
    Me desculpa André mas esse frase foi provocativa demais. Daqui a pouco vai aparecer um bando falando que o problema não é a religião, que eles seguem a religião errada, falsa, etc…

  2. E esperar o quê de um país onde cultua Yellamma e tem suas devadasis. Bom lugar para mulher não poder ser.

    1. Sim, verdade. O Brasil é mais civilizado, onde meninas de 9 anos estupradas e engravidadas pelo avô são processadas por homicídio ao abortar o feto.

  3. Fico imaginando a vergonha que seria se uma raça alien chegasse na Terra e lesse essas notícias sobre como tratamos nossos semelhantes.

    :sad:

    1. @cloverfield,

      Há muitos anos lí um conto que falava exatamente sobre isso.

      O império romano ainda existe, é avançado, domina o mundo e recebe contato de seres alienígenas. Misteriosamente, no meio da troca de informações sobre seus povos, os aliens cortam o contato e somem.

      Se alguém souber me informar o autor, gostaria muito de reler o livro.

      1. @SandroCeara,
        Com certeza não é a mesma história mas só conheço um livro que tem romanos e alienígenas juntos e não é uma piada (não que o que você citou seja, pois nem devo ter lido): “Janissaries”, do Jerry Pournelle.
        Sinopse: aliens levam algumas legiões romanas para outro lugar (AKA planeta) onde elas, senão dominam o mundo, pelo menos criam um outro Império Romano. Ciclo se repete e tal até chegar aos tempos “atuais”.
        É um livro bom, uma trilogia que começou nos anos 70 e o infeliz do autor “promete” terminar agora em 2014, ver para crer.

        “Brasil no máximo cria um ICBM para dar susto em pinguim”
        Por enquanto os pinguins podem ficar frios, os tais ICBM nem saem da plataforma (inteiros, quero dizer).

        Quanto ao fato, mais uma sandice que a internet nos ajuda a ver todos os dias; nos tempos que imperava a mídia impressa tínhamos a “sorte” de ver essas notícias em doses homeopáticas.

Deixe um comentário, mas lembre-se que ele precisa ser aprovado para aparecer.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s