Astrônomos usam telescópio Hubble para encontrar a galáxia mais densa

O Hubble é velhinho e está prestes a ser aposentado. Ainda assim, ele nos traz maravilhas, pois profissional bom trabalha com pau, pedra, corda e constrói as pirâmides de Gizé. Usando o telescópio espacial Hubble e o Observatório de raios-X Chandra, astrônomos detectaram a galáxia mais densa catalogada ate agora.

Sim, este é um assunto de peso.

O dr. Jay Strader é professor assistente do Departamento de Física e Astronomia da Universidade Estadual do Michigan. Ele estuda galáxias ultracompactas, que até nem são muita novidade, mas também não é velho o suficiente para Newton tê-las estudado. A bem da verdade, os estudos  começaram há cerca de 10 anos, mas muita coisa foi aprendida neste meio tempo.

Um aspecto interessante dessas galáxias ultracompactas, além de serem extremamente densas, já que são compactas, claro, é a presença de uma fonte de raios- X bem intensa, e a explicação para isso é a existência de um buraco negro gigante pesando cerca de 10 milhões de vezes a massa do Sol, nosso amigo Sol.

A galáxia anã M60- UCD1 possui um número extraordinário de estrelas e pode ser a galáxia mais densa perto da Terra . Ela está fornecendo aos astrônomos pistas para o seu passado intrigante e seu papel na cadeia evolutiva galáctica. É um grande livro aberto que conta a nossa história. "Nossa" já que ela tem estrelas e nós somos parte dessas estrelas, nem que seja um pequeno grão de sua poeira

BláBláBláBlá… criacinhas com fome… BláBlá…África, Haiti, o tio do Churro que foi assaltado e perdeu a carrocinha… BláBlá

Nem perco meu tempo. Asimov pode falar sobre isso.

Strader e todos os astrônomos envolvidos (e até os astrônomos amadores) querem saber se a M60-UCD1 nasceu como um aglomerado de estrelas ou tornou-se mais compacto quando estrelas foram arrancadas dela. Grandes buracos negros não são encontradas em aglomerados estelares por isso, se a fonte de raios- X é , de fato, devido a um buraco negro grande e maciço bagarai ,muito provavelmente produzido por um choque entre M60-UCD1 e uma ou mais galáxias próximas. A descoberta foi publicada no periódico Astrophysical Journal Letters, cujo PDF completinho pode ser baixado AQUI.

Estima-se que no início de sua formação, a M60-UCD1 tinha entre 50 e 200 vezes mais massa do que é agora e que a massa do seu buraco negro em relação à massa original da galáxia seria mais parecida com a da Via Láctea e muitas outras galáxias.

Há vinte anos atrás, tal descoberta não poderia ter sido feita, mas com os avanços tecnológicos, as melhorias que o Hubble vem tendo, juntamente com a potência do Observatório Chandra, a galáxia nanica, densa e malvadinha pôde ser detectada. O Hubble está pronto para ser aposentado, mas em seus últimos dias ele mostra porque ele é o mais famoso telescópio espacial; e merece toda a fama que tem.

Na estrela mais clara
Na Galáxia mais densa
Nenhum corte de verba impedirá minha presença.
Aquele que desiste de pesquisar sempre perdeu
Porque não pôde ver o que nossa tecnologia venceu!

8 comentários em “Astrônomos usam telescópio Hubble para encontrar a galáxia mais densa

  1. O Hubble prestou um grande serviço para a astronomia e fez juz ao seu nome.
    Será uma pena quando ele for aposentado, mas espero que a próxima geração de telescópios continue nos maravilhando com as fotos do nosso belo universo,

  2. Nada mais justo do que esse telescópio ter o nome do incansável Edwin Powell Hubble.O homem que mediu as distâncias das galáxias e verificou que as mesmas estavam se afastando de nos e abriu o caminho para que outros formulassem a Teoria do Big Bang.

      1. @André, É verdade,as observações de Hubble serviram apenas para confirmar o que Lemaitre já tinha previsto a partir das equações da Relatividade Geral de Einstein.Isso para não falar de Friedman e Gamow.Desculpe a minha falha.

      1. @voix69, Na realidade.Lemaitre ficou magoado com Einstein, que disse que a matemática da teoria do átomo primordial estava perfeita,mas a física estava abominável.Somente depois das observações de Hubble,Albert teve de reconhecer que o padre estava certo.

  3. às vezes eu acho que quem colonizará o espaço serão nossas máquinas, nós só ficaremos aqui controlando-as.

Deixe um comentário, mas lembre-se que ele precisa ser aprovado para aparecer.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s