Crente maconheiro assassino vai pra cadeia por matar amigo ateu (imaginem se fosse inimigo)

Tem coisas que eu sou muito favorável que sejam proibidas. Armas nas mãos das pessoas nunca acaba bem. Drogas na cachola nunca acaba bem, apesar do que possa sugerir o índio do Gabriel Pensador. Religião é algo que eu sempre considerei como um câncer sociológico. Juntem Fanatismo Religiosos + Drogas + Armas e o que temos é um assassinato. Em Oakland, Estados Unidos, por causa de uma discussão idiota durante uma partida de video games sobre a existência de Deus acabou em tragédia, quando um deles meteu a mão na máquina (a saber um AR-15) e deu uma de Cap. Nascimento, sentando o dedo no amigo.

Usando colete à prova de balas e rezando para Hades para que o implante de adamantium funcione, esta é sua SEXTA INSANA!

Douglas Yim é um idiota triplo. Primeiro porque é um inútil de um maconheiro; e a despeito do que dizem, se ele é maconheiro é porque ele QUER ser maconheiro. Segundo, porque ele tinha um motherfuck’n fuzil AR-15 pronto para entrar em ação e se não estivesse disposto a fazer merda qualquer hora dessas, para que ele tinha uma bosta de fuzil municiado? Terceiro, ele é cristão, mas ninguém é perfeito; só não precisa ser tão imperfeito ao ponto de ser fanático religioso.

Há dois anos, ele estava com seus dos amigos, Dzuy Duhn Phan e Paul Park, jogando vídeo game, com muita droga rolando, bebida, som alto e todos os três em órbita. Yim estava tomando uma sova no jogo e já estava boladão. Phan, que era outro maconheiro sem-vergonha que nem pra fazer os outros dançar prestava, ficou sacaneando Yim, como todo ateuzinho de fim-de-semana, dizendo que o deus de araque dele não estava ajudando-o no jogo, não fez nada quando o pai dele morreu entre outras coisas. Yim ficou de saco cheio e, irritadão já, meteu a mão no fuzil e mandou Phan pras profundas, pro Sheol, pro Tártaro, pro próximo círculo cármico, pro Vale das Sombra ou pro nada, mesmo, já que Phan era ateu e não acreditava nestas bobagens.

Quer dizer, além de ser idiota e ficar com a cara cheia de drogas, Yim bancou Torquemada e passou fogo no incrédulo porque, como todo bom retardado, entrou na pilha por causa de uma bosta de jogo de video game. Agora, CA-LA-RO, vão dizer que a culpa foi do jogo que eles estavam disputando, que eu quase diria ser CS – Christian Strikes.

Eu acho que liberar posse e porte de armas não dá boa coisa. A questão do desarmamento nunca foi desarmar o bandido, já que – HELLOOOOO??? – bandidos já não compram armas por vias lícitas; e se você pensa que armas fazem você ficar mais seguro, basta ver os índices de mortes de pessoas que tentaram reagir a assaltos. Bem, a vida é sua!

Não é questão, obviamente, que religião é uma coisa ruim. O problema está com imbecis assim, e a fórmula explosiva que esses fanáticos têm um ódio irrestrito em si mesmos, e na primeira oportunidade irão soltar esta raiva. Você pode acreditar no que quiser, numa cabra com asas de morcego e chifres de rinoceronte ou até mesmo em carpinteiros mágicos que atacam de bartender em festas de casamento. Mas temos psicóticos que instilam o ódio e quando a própria religião é baseada num livro que manda matar homossexuais ou em quem não acredita no seu deus, o resultado vai desde a Idade das Trevas até o japa assassino.

Ainda assim, um bando de retardados defenderá até a morte que a religião faz com que as pessoas sejam mais éticas, com amor no coração e sempre cantando com um punhado de crianças em volta, como se estivesse na Suíça.

Yim tomou 126 anos de condenação por homicídio em primeiro grau. O safado advogado de Yim, Mario Andrews, disse acreditar que o caso foi um homicídio culposo, já que Yim acreditava que ele estava em perigo de Phan, já que este se recusou a deixar a casa e ambos saíram na porrada. Os tiros, segundo o piadista, digo, advogado foram dados em auto-defesa, já que o amigo teria na mão um objeto parecido com uma arma. Era apenas um celular.

Valeu, seu devogadu. Todo mundo engoliu essa conversa mole!

Andrews disse ainda que achava que seu cliente não poderia ter premeditado o assassinato, porque ele estava sob a influência de álcool e drogas. Ele bem que tentou um acordo com a promotoria, rezando para que São Scott Turow iluminasse a todos, mas o bom, justo e sábio deus Jeová fez o mesmo que aprontara com os israelitas, endurecendo o coração do faraó. A promotoria disse algo como "Acordo? Aqui, ó!". O júri também não foi convencido e Yim tomou pela cara homicídio doloso, mesmo.

Do jeito que as coisas estão indo, daqui a pouco vai ter gente se matando por Candy Crush ou porque não mandaram moedinhas verdes ou alguma merda neste sentido.

PS. Se Jesus existe, neste momento ele está murmurando em meio a um facepalm: Mateus capítulo 5, seu filho da puta. Fiquei igual a um babaca falando e vocês, débeis mentais não prestaram a porra da atenção, merda! (apesar que fontes extra-bíblicas dizem que Jesus é incapaz de falar um palavrão)


Fonte: Examiner

10 comentários em “Crente maconheiro assassino vai pra cadeia por matar amigo ateu (imaginem se fosse inimigo)

  1. Como bom cristão, Douglas Yim terá muito tempo para rezar, já que não terá nada mais a fazer a não ser ver o sol nascer quadrado. Quem sabe Deus o perdoa e manda seus anjos para libertá-lo [At 5,19]. Aleluia irmão!

  2. @ cloverfield

    Está certo de não tentar abrir os olhos, é perda de tempo, no mundo onde vivemos onde a informação é acessível até para meu filho de 02 anos (já usa o google), as pessoas só acreditam em papai noel, coelhinho da páscoa e jesus cristo porque são covardes ou burros demais para encararem a dura realidade.

    @ André

    Fiquei rindo uns 5 min pelo “CS – Christian Strikes.”

    1. @Slade,
      “…as pessoas só acreditam em papai noel, coelhinho da páscoa e jesus cristo porque são covardes ou burros demais…”
      .
      Covarde os crentes podem até ser, mas burros não. Eles sabem escrever o nome de Jesus Cristo corretamente.

        1. Uma pessoa chama as demais de burras, sendo que este demonstrou possuir o mesmo adjetivo, dado que Jesus Cristo se escreve com iniciais maiúsculas. Era isso que eu quis passar com minha resposta.

  3. São dois idiotas, ou melhor, um ainda é iditota, e o outro ERA idiota. Pois bem, retirando toda a parte mitológica da coisa, usar a morte do pai do sujeito para fazer piada, é realmente digno de uma passagem só de ida para o inferno …..

Deixe um comentário, mas lembre-se que ele precisa ser aprovado para aparecer.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s