Os elementos que pegaram o metrô

10 entre 10 químicos amam a Tabela Periódica dos Elementos. Ela nos ajuda diariamente e tudo o que está lá está em nossas vidas, querendo você ou não, a despeito de comerciais que dizem que "determinado produto não tem química" (tolinhos!). Desde que os primeiros químicos resolveram reunir os elementos em uma disposição ordenada, desde as tríades até Moseley, sempre houve a busca da melhor organização possível, apesar de Mendeleyev ter feito um notável trabalho, com a capacidade de prever as propriedades químicas e físicas de elementos que até então não tinham sido descobertos. Mas, e agora? Será que podemos fazer coisa melhor?

Er… não, ainda não fizemos, mas isso não significa que muitos não tentem, o que dá algumas coisas interessantes… ou nem tanto assim. Há algum tempo, surgiu um bafafá sobre uma tal tabela galáctica ou espiral ou alguma bobagem neste sentido. É esta aqui embaixo:

Esta tristeza, apesar de bunitinha, era ordinária. Isso não impediu, claro, que os metidos a educadores a achassem o máximo, pois a outra era velha, obsoleta e de difícil aprendizado. Eu não sei o que linhas e colunas têm de difícil de compreender, e esse foi o primeiro argumento que usei quando fiz participantes de fóruns de Química suarem profusamente (para depois me xingarem, óbvio, o que sempre foi comum em minha vida).

O dr. Mark Lorch é conferencista da Universidade de Hull, no Reino Unido. Ele achou que se muitos puderam criar um novo tipo de Tabela Periódica, o que não tem nada de errado nisso. Ele mandou pra vala conceitos como periodicidade, famílias, grupos etc. Em seu design, ele idealizou uma espécie de mapa de metrô, onde cada elemento é uma "estação" e estes seguem "linhas" que indicam propriedades gerais. Assim, os metais alcalinos (grupo 1, antiga família 1A) seguem num "trajeto", enquanto que alcalino-terrosos seguem outro.

O interessante é que pode-se combinar esses trajetos, onde alguns elementos servem de, digamos, baldeação. Por exemplo, o hidrogênio estaria no trajeto dos não-metais como no dos gases, como o flúor, que é a baldeação para o trajeto dos halogênios. Claro, assim fica difícil de visualizar. Veja abaixo, e sendo uma pessoa esperta, você sabe que se clicar verá o infográfico em tamanho estupidamente grandão.

Eu gosto mais desta tabela do que aquela atrocidade em espiral. Ela é ótima para dar aula. Não que ela vai tomar o lugar da tradicional, mas esta está meio perdendo a graça. Estamos criando novos elementos, mas isso só estica a tabela. Ela está perdendo sua graça, seu glamour. Ela ainda é a Tabela Periódica que tanto amamos (ou odiamos). É simples para vermos muitas informações. O "sistema de metrô periódico" não substitui a tabela, pois ele é um infográfico, com outros tipos de informações e eu o acho muito bem-vindo, sabendo que jamais seria empregado aqui, pois não cai no vestibular.

Para criar este infográfico, Lorch usou o Metro Map Creator, que por si só já e muito legal de brincar. Então, peguem as suas passagens e embarquem! Há muitos lugares no trem do conhecimento e nossos vagões nunca ficam lotados.


Fonte: The Guardian

3 comentários em “Os elementos que pegaram o metrô

  1. Eu gosto dessa tabela:
    http://www.ptable.com/?lang=pt

    Ela tem algumas funções bem interessantes, como o estado de cada elemento, dependendo da temperatura. Mas como você já mencionou, ela é “inútil” por essas terras (a ciência por essas bandas é levada como uma brincadeira, e muitas brincadeiras aqui são entendidas como ciência…)

  2. Agora que eu fui começar a entender aquela tabela periódica em forma de metrô. Eu não tinha reparado na legenda e achei que os elementos estavam por ordem de número atômico.

    E que trabalho que o professor teve para fazer essa imagem naquele site. Fui tentar usar e sofri para fazer uma réplica do metrô de São Paulo.

Deixe um comentário, mas lembre-se que ele precisa ser aprovado para aparecer.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s