Uma voltinha pelo vermelhinho

Longe de ser alguma espécie de roteiro turístico em países comunistas (ainda existe algum?) ou algum sistema de acompanhantes de nome Stalin Scorts, todo mundo está com curiosidade sobre a Curiosity que está bisbilhotando o Planeta Guerreiro. Todo mundo quer saber como é a paisagem ao redor. Bom, que tal dar um passeio por ele, nem que seja virtual? (eu tentei ir lá, mas a paisagem era de tirar o fôlego).

A empresa EDS é especializada em design e comercializa softwares próprios para montar panoramas. Um deles é o panorama montado com as fotos trazidas pela Curiosity, o que jornalistas retardados se referiram como "jipe". NESTE LINK vemos o panorama montado com fotos da paisagem marciana.

Fantástico, não? Pena que não da pra ver por cima. Bem, não é tanto problema assim, se você clicar na imagem ao lado, para ver o local de pouso do "jipinho". :?:

Agora, enquanto temos mais um triunfo da engenharia, temos os legisladores do Kentucky e do Missouri, ambos nos EUA, que tentam impedir o ensino da Evolução. [1] [2]


Agradecimentos ao Alexandre pelo link do panorama.

26 comentários em “Uma voltinha pelo vermelhinho

  1. E já começou aquele blábláblá de que tudo não passa de uma farsa. Ou o número de idiotas está crescendo mais rápido ou a internet torna os idiotas ainda mais idiotas.

  2. A China é um país socialista governado pelo partido comunista.

    Pergunta: acharemos as procuradas bactérias naquele planeta?

  3. Bem legal, esses dias tava relendo o livro Cosmos de Carl Sagan e tinha um comentário dele que dizia que não se surpreenderia se olhando para o horizonte nesta paisagem marciana aparecesse por detrás de alguma colina um homem puxando uma mula ou coisas deste tipo, querendo fazer uma comparação com a paisagem de algum deserto aqui na terra. Lembrei disso vendo este 360.

  4. Só quero saber onde está o jipinho. Se aquele local é onde ele pousou ele deveria estar lá ou lá estariam os rastros dele se tivesse saído. Simples assim.

    1. @botelho, Ah, o que você quer é um “Google Mars”.

      Será que vale a pena entrar na discussão que na órbita da Terra exitem milhares de satélites, com funções escíficas, então dá para ter satélites especificamente desenhados tirarem fotos poderosas, enquanto na órbita de Marte deve ter no máximo meia duzia de satélites, e como eles tem que fazer um monte de análises, colocar câmeras com dezenas de MPs para tirar fotinhos do chão não devia ser exatamente uma prioridade?

      Também não sei se vale a pena a discussão de que a capacidade de transmissão dos satélites em órbita marciana deve ser limitada (eles não tem Net Fibra lá), e que entre enviar uma fotinho de alta resolução do rastro da rodinha do “jipinho”, eles devem preferir enviar dados de cunho mais ciêntifico, como temperatura, ventos, etc?

      Vamos ser realistas? Fotos panorâmicas são legais, e só isso. Fotos legais ajudam na divulgação da ciência, fazem com que pessoas normais se interessem por isso, mas de modo geral a utilidade delas acaba por aí. A Curiosity não foi enviada para Marte para tirar fotos – ela foi enviada para lá para fazer pesquisa. Assim com os satélites estacionados lá.

    2. @botelho, Não sei onde você mora, mas aqui basta uns 4 dias de sol intenso que pode passar uma caminhão prancha carregando uma retro que não fica nenhum rastrinho no solo, imagine só um jipinho?

      Aliás, você poderia me dizer quando foi a última vez que choveu em marte?

      Vou mandar um lembrete para a NASA: Colocar no próximo jipinho um reservatório de 500 litros de água para que o jipinho possa deixar rastro, além de doar um pouco para os amiguinhos de Kardec.

      1. @Apocalyptica,

        Usemos, então, da experimentação para podermos visualizar isso.
        Pegue um pacote de farinha de trigo, espalhe o conteúdo numa superfície plana.
        Agora pegue seu tênis preferido (ou não) e pise nesta área com a farinha de trigo.
        Ficou uma marca ou não?

        Vale lembrar que, obviamente, nem todo o solo de Marte deve ter a mesma granulometria. Mas a experiência com a farinha de trigo serve para desmitificar a necessidade de água para deixar uma marca no solo.

          1. @André,

            Exato.
            E a foto da pegada, na superficie da Lua, dá a impressão que o solo é muito “fino”, digamos assim. Lembrando a granulometria do talco ou da cinza.

          2. Na Lua não tem atmosfera (portanto não é possível ocorrer ventos, tempestades, etc).

            Em Marte tem atmosfera (pouco densa, mas tem), e lá ocorrem ventos e tempestades. Os rastros da Curiosity podem ser apagados sim. ;-)

          3. @Helio,

            Sim, podem ser apagados.

            Porém o comentarista Apocalyptica citou a necessidade de água para que fique impressa uma marca no solo (e não se essa marca vai ficar lá por muito tempo) ;-) . O que já observamos não ser necessário.

            A efemeridade da marca em Marte é fato. Ela vai desaperecer assim que ocorrer um vendaval ou uma tempestade ocorrer.

        1. @voix69, Caraca! Só estava tentando fazer uma comparação com as faltas de rastros da “navinha” na lua que “provam” que o homem nunca esteve lá. :|

          1. Se tem foto é montagem, se não tem foto (ou a resolução da foto não permite enxergar nada) é mentira. Assim fica difícil provar qualquer coisa….

  5. Fantástico! Acho inacreditável essas imagens, ainda mais se tratando de que são de outro planeta. Me parece uma viagem humana até Marte está cada vez mais próxima do real.

    1. @Nihil Lemos, Infelizmente, com essa crise econômica se arrastando, acho muito difícil que os gringos abram a carteira para financiar uma aventura humana em Marte, pelo menos não tão cedo. Talvez, digamos, daqui a uns vinte ou trinta anos, se os políticos, banqueiros e econonomistas deixarem.
      Enquanto isso, pelo menos estão fazendo ciência de boa qualidade em lá em Barsoom.

Deixe um comentário, mas lembre-se que ele precisa ser aprovado para aparecer.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s