Número de ateus superará número de religiosos, diz pesquisa idiota

Fóssil de mamãe plesiossauro encontrado com fóssil do feto junto
Delegacia em Guarapari faz pausa para culto evangélico

Estava aqui dando uma olhada no meu RSS, que anda lotado de coisas que eu não li. No mais das vezes eu defino como "lido" mal passando os olhos pelo título. Quando eu vi que o pessoal do Ateus do Brasil postou um artigo dizendo que um determinado estudo apontou que indicava que o ateísmo suplantaria todas as religiões do mundo, minha primeira reação foi de HAHAHAHAHA (desculpe, Alenônimo). Em seguida eu caí em mim e vi que só alguém bem maluco afirmaria algo numa pesquisa científica. Foi isso mesmo que disseram?

Como sempre, jornalista A-D-O-R-A enfeitar as coisas. Indo atrás da notícia original, eu vi que ela fora postada pelo Humor Ateu e pelo caderno F5, da Folha. Mas eu SEMPRE checo as origens das notícias, até chegar ao artigo principal. Interessante é o tom que a Folha deu à pesquisa (já falo dela, aguardem). Embaixo, transcrevo:

Carolas, tremei.

Um estudo que será publicado neste mês aponta que, quanto mais desenvolvido o país, maior o número de ateus.

Para o autor Nigel Barber, portanto, chegará o dia em que quase todo o mundo vai se declarar sem religião.

A mudança já estaria ocorrendo. A pesquisa, feita em 137 países, mostra que nas economias mais desenvolvidas o número de descrentes é crescente.

Na Suécia, por exemplo, o índice chega a 64% da população, seguida por Dinamarca (48%), França (44%) e Alemanha (42%).

Na outra ponta, países da África sub-saariana têm menos de 1% de ateus.

O autor aponta razões mercadológicas para a baixa das religiões.

Segundo ele, as pessoas procuram as igrejas para se salvar de dificuldades e incertezas da vida.

Hoje profissionais como psicólogos e psiquiatras podem perfeitamente suprir essa lacuna.

Primeiro de tudo, esta redação está uma sonora MERDA. Uma linha por parágrafo? Para quê? Na certa para ocupar mais espaço e inferir uma profundidade maior que uma poça d’água secando ao sol. "Segundamente", o referido estudo do senhor doutor Niguel Barber não é tanta novidade assim, já que ele tinha postado um artigo sobre isso no Huffington Post. De início, ele já fala uma besteira neste artigo. Vamos por partes:

Atheism is a peculiarly modern phenomenon. Why do modern conditions produce atheism? Does this mean that religion is on the way out?

O ateísmo é um fenômeno peculiarmente moderno. Por que condições modernas produzem ateísmo? Isto significa que a religião irá acabar?

Não, o ateísmo não é um fenômeno moderno. Indígenas americanos (de diversas tribos, mas não todas, claro. E eu estou falando de "todas" as Américas) apresentam não-crença em deuses confessionais. Muitos acreditam em espíritos ou almas, mas não é a mesma coisa que um deus. Boa parte acredita nas forças da Natureza, também chamados de "elementais". Afinal, por que vocês acham que eles eram tidos como pagãos e podiam ser escravizados? Religiões africanas, pelo mesmo motivo, foram encaradas com desdém. As religiões africanas, como a Umbanda e o Candomblé, não cultuam deuses. A primeira cultua orixás e orixás não são deuses confessionais. Se você quiser considerá-los como deuses, é contigo, mas não poderá associá-los a deuses segundo o que conhecemos como religião teísta.

Ei, peraí! Mas e aquele lance de sincretismo, como Oxalá ser Jesus, Iansã é Santa Bárbara?

Sincretismo, uma forma que os escravos arrumaram para se livrar da perseguição e seus perseguidores "compraram" esta ideia de forma que incutissem mais facilmente a religião cristã nos africanos recém-chegados. Da mesma forma como Roma absorveu muitos deuses gregos e dos locais onde dominavam, para que sua investida fosse "menos" (haja eufemismo nisso) traumática junto aos moradores das regiões. Isso inclui os baby sitters de cabras do Oriente Médio. O Budismo é uma religião ateísta bem mais antiga que a religião cristã em, pelo menos, uns 500 anos. As religiões derivadas dele não são diferentes, como o Xintoismo, por exemplo.

Por enquanto chega? Ok, vamos para outra parte:

Africa there is almost no atheism.

África não tem quase ateísmo

Ah, bem, depois da expansão do Império islâmico e da chegada dos europeus com seus missionários, muito da cultura original se perdeu. Mas também fico pensando se ele entrevistou todas as tribos espalhadas por ela. Agora, vamos à cereja do bolo:

Belief in God declines in more developed countries and atheism is concentrated in Europe in countries such as Sweden (64% nonbelievers), Denmark (48%), France (44%) and Germany (42%).

A crença e Deus decai em muitos países desenvolvidos e o ateísmo é concentrado na Europa em países como Suécia (64% de não-crentes – e isso abrange não só ateus), Dinamarca (44%), França (44%) e Alemanha (42%).

Não, é sério que esta é a argumentação do cara? E realmente tem gente que levou isso para números absolutos e estendeu para o mundo todo? Bando de pândegos!

Se você sabe usar uma calculadora de 4 operações, pode simplesmente fazer as continhas. Não esqueça de comparar com a população brasileira. Só para vocês terem uma ideia, a população da cidade de São Paulo supera os 10 milhões. Município do Rio? Supera os 6 milhões de pessoas. E eu estou usando a fonte oficial do governo brasileiro: o IBGE.

A pesquisa do bom dr. Barber (não esqueçam que ele é psicólogo e isso não é muito diferente de astrologia) enfoca em países desenvolvidos. Claro que o Brasil não entrou. Em contrapartida, os EUA entraram e revelou ser o pais desenvolvido com maior número de religiosos. O Bible Belt não me deixa mentir e há idiotas que acham que as leis devem ser baseadas nos 10 Mandamentos.

Na tosca previsão do dr. Barbeiro, a África tenderá ao ateísmo e, a mais engraçada das previsões, o Mercado fará com que as pessoas deixem as religiões.

Senão, vejamos. Se isso fosse verdade, o Vaticano estaria à beira da bancarrota, Edir Macedo estaria falido e venderia a Record para a Globo, o Congresso Nacional não teria bancada evangélica, a Apóstolo Hernandes estaria organizando show de funk, com a Bispa Sônia rebolando ao fazer Pole Dance, e o Silas Malafaia seria representante da Natura.

Cérebro não é uma coisa que basta ter, é preciso usar. Basta pensar 2 minutos para ver que esta pesquisa é furada. Ainda mais na tola e idiota visão que as pessoas estarão deixando de ir em templos religiosos para se consultar com psicólogos e psicanalistas, sendo que estes cobram consulta, mas Deus atende de graça (sim, eu sei. EU SEI!).

Você traiu o movimento ateu, véi!

Estou tão magoado com isso…

A verdade é que a maioria das pessoas ainda terão duas fés, crenças etc. Ainda consultarão o tarot, lerão o horóscopo de jornal e jogarão búzios, com a promessa de ter o… a… o troço que ama em 3 dias, ou uma oração para ganhar na Mega Sena. Os países árabes não deixarão de acreditar em Allah por causa desta pesquisa ou de qualquer outra, ou será que Dubai não pode serconsiderado país desenvolvido? Não, Cuba é que é, né?

E se querem a minha opinião (se não quiserem, visitem outro blog. Não imploro a ninguém para ler meus textos), quando vejo ateus como P. Z. Meyers atacando pessoas como Ken Miller só por causa deste último ser católico praticante, obrigado, mas não, obrigado. Prefiro os tiranos que já temos; porque religião não se baseia em entidades sobrenaturais e sim no uso do poder sobre uma determinada sociedade. Não raro, todo déspota se autodeclara chefe da religião do país que controla, como foi o exemplo de Henrique VIII, os Czares russos e tantos outros.

Enquanto isso, sonhem, meus filhos. Sonhem bastante que o mundo ficará florido e todos saltitarão de vestidinho azul, cantando a música do Mágico de Oz, enquanto os ateus de todo o mundo passarão a ser maioria e viveremos num mundo de paz e felicidade. Ai, ai!

Fóssil de mamãe plesiossauro encontrado com fóssil do feto junto
Delegacia em Guarapari faz pausa para culto evangélico

Sobre André Carvalho

και γνωσεσθε την αληθειαν και η αληθεια ελευθερωσει υμας

Quer opinar? Ótimo! Mas leia primeiro a nossa Polí­tica de Comentários, para não reclamar depois. Todos os comentários necessitam aprovação para aparecerem. Não gostou? Só lamento!

  • http://www.ceticismo.net/ André

    Onde vc viu essa discussão entre ateístas?

  • http://noticiasdobill.blogspot.com Bill

    puts, lendo o que o steve_br escreveu, dá para entender o que o André quer dizer com “ADFDS”. ainda bem que eu sou ateu todos os dias, e nunca li Dawkins & cia :roll: uhuhu

    sobre o ateísmo ser um fenômeno moderno: existiu uma escola indiana por volta de 600 AC que já negava a existência de deuses, vida após a morte etc: http://www.humanistictexts.org/carvaka.htm

    Nihil Lemos respondeu:

    @Bill, acredito que os primeiros devem ter surgido com os primeiros teístas. Creio que nenhuma idéia seja uma unanimidade.

  • Dr. Who

    André, só gostaria que você soubesse que virei ainda mais fã do Ceticismo.net agora que soube que você não compactua com essas putinhas da ATEA e do Bule Voador, parabéns cara! Se palavras servem de incentivo peço que continue firme com o seu site! Que por sinal acesso regularmente!

  • Pingback: Pesquisa diz que escolha religiosa faz cerebro encolher. Como assim? » Ceticismo.net()