O trem voador alemão que na verdade era um monotrilho

Minha teoria é que nossos avos inventaram o futuro, e a gente só regrediu Qualquer hora eu dou mais detalhes. O que eu queria compartilhar mesmo é um trem voador. Sim, isso mesmo o que você leu: um trem que avoa… ou quase. Ele fica na Alemanha, é o monotrilho suspenso mais velho ainda em atividade e é uma maravilha tecnológica tão grande quanto o filme que foi feito num passeio dentro deste monotrilho.

The Flying Train é um curta mostrando um trem voador. Tudo bem, o trem não está voando. O que acontece é que o trilho ficava embaixo de estrutura, o trem viajava acima do chão, o que já era pensado para liberar o trânsito, mesmo quando carros eram apenas uma curiosidade. O monotrilho de Wuppertal é o primeiro trem suspenso do mundo, tendo sido inicialmente idealizado pelo engenheiro inglês Henry Palmer, em 1824 o que pouco mais tarde se chamaria de “monotrilho” ou “trem suspenso”.

Entretanto, quem efetivamente projetou o primeiro monotrilho suspenso do mundo foi o engenheiro alemão chamado Carl Eugen Langen, batizando-o de Einschienige Hängebahn System Eugen Langen, ou Sistema de suspensão monotrilho Eugen Langen. Inicialmente, ele foi projetado para ser construído em Berlim, mas acabou sendo construído acima da superfície do rio Wupper entre Oberbarmen e Sonnborner Straße em 1897. Nesta região fica a cidade de Wuppertal, localizada na região de Renânia, ao sul da região de Ruhr. Por isso, este trem ficou conhecido como Monotrilho de Wupperfal. Que por sinal, ainda está em atividade.

O trajeto tem um percurso de 13,3 km de extensão,  estando a cerca de 12 metros acima do rio Wupper. Uma maravilha da engenharia. A seguir temos Um filme feito em 1902 (isso mesmo que você leu) e é tão impressionante quanto o próprio trem.

Os rolos desse filme eram de um mutoscópio. O mutoscópio é o tataravô do cinema.  Tendo sido inventado por William Kennedy Dickson e Herman Casler, o mutoscópio foi mais tarde patenteado por Herman Casler em 21 de novembro de 1894. Ele tinha o mesmo problema que o cinetoscópio de Edison: era pessoal. Apenas uma pessoa podia ver o filme de cada vez. Por filme, deve-se entender que ele inicialmente apresentava fotos em sequência, uma espécie de personal powerpoint. Um monte de fotos em sequência passando rápido dava a sensação de movimento.


Mutoscópio

A grande vantagem destes rolos é que eles tinham um formato de imagem mais amplo, além de fornecer uma impressionante clareza e qualidade visual, o que faz superior aos filmes  de 35mm ou 16mm, como os usados pelos irmãos Lumiére. A diferença é que os irmãos Lumière realmente inventaram o cinema, em que você tinha uma experiência coletiva, não apenas como home video.

Eu vejo este vídeo e fico pensando. Várias pessoas ali, cuidando das suas vidas. Devem ter visto este trem muitas e muitas vezes, e já era tão corriqueiro que nem olhavam mais para cima. Eu olho estas pessoas e sinto um aperto. Elas estão mortas. Não viram o trem resistir à Primeira Guerra Mundial nem à Segunda. Não viram o nosso mundo moderno, mas o moderno hoje não traz estas maravilhas do passado. Como diz Adso, hoje somos pequenos e anões. Não estamos à altura, mesmo com nossos feitos, porque foram justamente nossos avós que inventaram o futuro, mas isso é papo para outro dia.

4 comentários em “O trem voador alemão que na verdade era um monotrilho

  1. As pessoas pararam de imaginar. Só seguem ideias, discursos e invenções existentes, tanto boas quanto ruins.

Deixe um comentário, mas lembre-se que ele precisa ser aprovado para aparecer.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s