Zé Mané gasta uma grana preta com macumba para ganhar dinheiro algum dia

Impressoras imprimindo estetoscópios causam boa impressão
Mulheres são mais agressivas com outras mulheres, diz pesquisa sobre algo que todo mundo já sabe

A trapaça começou no mundo quando dois caras cismaram que iam se dar bem, mas só um deles conseguiu. Deram um upgrade e a sentença virou “quando o primeiro esperto encontrou o primeiro otário, nasceu a primeira religião”. Quem deve estar sendo lembrado disso a todo instante é um Zé Ruela de Maringá, no Paraná. Mesmo sendo um comerciante, ele achou que estava fazendo um bom negócio ao contratar uma mãe de santo para fazer ele ficar rico, ter prosperidade etc etc

Sim, aconteceu exatamente isso que você está pensando.

O tosco deu 39 cheques para a mãe de santo, somando tudo R$34.900,00, de forma que a distinta fizesse um unga-bunga, uma macumbada, uma feitiçaria hardcore, de forma a garantir prosperidade e riqueza pro sujeito. Isso me faze pensar. Se o cara podia jogar ao vento quase 35 mil reais, ele não era tão pobre assim, o que faz dele um idiota por tentar querer mais achando que os ispritus iam dar uma força. Se ele não tinha condições e pegou essa grana emprestada para ver se saía do atoleiro, isso faz dele um idiota por achar que uma macumba ia resolver o problema dele.

O seja, ele é um idiota.

Moral da história: pagou, mas não levou. O leso se sentiu lesado e ele resolveu xingar muito na delegacia. Não sei nem porque ele não foi no PROCON, e nem se queixar com o bispo pode, pois, a Bíblia proíbe feitiçarias. Vai ter que amargar o preju, mesmo. De repente, deixa de ser otário (o que eu duvido).

E é óbvio que tem videozinho:


Fonte: Massa News

Impressoras imprimindo estetoscópios causam boa impressão
Mulheres são mais agressivas com outras mulheres, diz pesquisa sobre algo que todo mundo já sabe

Sobre André Carvalho

και γνωσεσθε την αληθειαν και η αληθεια ελευθερωσει υμας

Quer opinar? Ótimo! Mas leia primeiro a nossa Polí­tica de Comentários, para não reclamar depois. Todos os comentários necessitam aprovação para aparecerem. Não gostou? Só lamento!