Cai número de crianças vacinadas em 2016. Evil Darwin compra um bloco maior

Casca de banana entristeceu criancinhas sensíveis
MMA de espíritos acaba em morte. Nenhum espírito preso

Nada como a tendência humana de se auto-destruir, como diria o T-800. O brasileiro não é diferente. Talvez pior, ainda mais que temos a noção que o Brasil é um país que odeia Ciência. Com tanta divulgação de besteiras de Nova Era, como homeopatia, quiropraxia, Reiki e até gente ficando de dancinha no SUS, só podia dar no que deu[1] [2]. Desde 2013, a cobertura de vacinação para doenças como caxumba, sarampo e rubéola vem caindo ano a ano em todo o país. Imunidade de rebanho será algo lembrado pela meia dúzia de pessoas que não contraíram pólio, difteria ou varíola, que do jeito que está, são doenças que voltarão muito em breve.

Apesar de todas as mazelas e incompetências, o Brasil ainda é uma referência em termos de vacinação. O SUS, com todos os defeitos, ainda é um dos melhores sistemas de saúde públicos no mundo inteiro. O que vemos aqui é apenas fruto de uma absurda incompetência e falta de noção por parte de nossos governantes, mas que poderia ser muito melhor. E mesmo não sendo, ainda é superior ao de muitos países desenvolvidos. Mas isso não adianta nada quando a população é retardada e dá mais ouvido a pais de santo do que médicos, o que nem é tanto de surpreender quando sabemos que cartas psicografadas são admitidas como prova em julgamentos.

O Programa Nacional de Imunização é um grande esforço para vacinar crianças, estando em atividade desde 1973, tendo sido responsável por erradicar várias doenças. É um orçamento de quase 4 bilhões de reais só par 2017, oferecendo, hoje, 27 tipos de vacinas à população, de forma totalmente gratuita. Então, antes que você venha de merdinha mimimi Big Pharma, saiba que muitas dessas vacinas não só são produzidas aqui, como o Brasil exporta vacinas.

Sim, o Brasil exporta vacinas. Não, Big Pharma de reto é órgão entumescido.

Mas isso não adianta nada se um monte de mulas finge que vai vacinar os filhos, mas por causa dessas manias naturebas, não levam. O que é crime duas vezes. Primeiro, porque a vacinação é obrigatória. Segundo, porque para matricular filhos em colégios é preciso apresentar carteira de vacinação, mas alguns espertos não só falsificam como vendem carteiras falsificadas, apesar que se pode ter carteira de vacinação pela Internet, mas se falsificam dinheiro, carteira de vacinação é que não seria empecilho.

Com isso, houve uma sonora queda de crianças vacinadas de 2015 para 2016. Isso é muito, muito ruim! Em 2016 foi registrada a pior taxa de imunização dos últimos doze anos: 84% no total. A meta era de 95%. Pode parecer pouca queda, mas é uma catástrofe se isso continuar, e eu tenho certeza que vai continuar. Só que isso não é nada. Sempre pode piorar!

Já começa que estes imbecis ficam ao sabor de Evil Darwin. Em segundo lugar, acabam sendo vetores e os poderes sinistros da Seleção Natural fará com que as cepas se desenvolvam de maneira mais forte, fazendo com que sua vacina, aí sim, acabe sendo inútil. Mas não adianta, uma ridícula página fanfiqueira do Facebook tem muito maior alcance e faz mais buzz do que portais de ciência, que são ignorados, e dos que os próprios médicos, já que população imbecil acha que médico é apenas para dar atestado pro infeliz não ir trabalhar porque encheu os cornos de cerveja no dia anterior e a ressaca está atômica.

Agora, lembrem-se: o tempo que vocês perdiam com babacas de Terra Plana, estes malditos anti-vaxxers começaram a se espalhar como a doença que eles serão responsáveis que irão se tornar uma praga futura. Talvez, no último ato de desespero, acho que devemos pagar pais-de-santo, astrólogos e o pastor da esquina para pedirem para a população vacinar os seus filhos. Afinal, são só esses caras que o povo imbecil escuta, mesmo.


Fonte: BBC

Casca de banana entristeceu criancinhas sensíveis
MMA de espíritos acaba em morte. Nenhum espírito preso

Sobre André Carvalho

και γνωσεσθε την αληθειαν και η αληθεια ελευθερωσει υμας