Casal quis fazer doação de material e funcionária do hospital manda enfiar

Lula, Imprensa e a Ferradura
O Telescópio Espacial Kepler observa Netuno

Eu já vi muita coisa. Poucas delas me impressionam. Mas o que eu vi hoje… eu não tenho como colocar de outra forma e não é exagero, hipérbole ou outra figura de linguagem. Eu literalmente fiquei chocado! Não, nenhuma piadinha nesse caso. Não tenho como dizer outra coisa. CHOCADO, foi assim que eu fiquei. Um casal tentou fazer uma doação para um hospital em Brasília e a gestora só faltou mandar enfiar na bunda.

Essa é a sua SEXTA INSANA e já aviso que vou entrar em modo FULL ANDRÉ.

Tudo começa com um menino chamado Pedro de 4 anos que precisa de uma cirurgia, sendo morador de Brasília-DF. No caso dele, como direi, o intestino deu merda, diferente da merda que normalmente fica lá. Ele passou por cirurgia para corrigir uma má-formação que obstruía o sistema digestivo. Ele não fazia cocô normalmente. Daí lhe foi colocada uma bolsa de colostomia que deveria ficar ali por míseros 5 meses, e Pedro, agora com 4 aninhos, está há 2 MALDITOS ANOS COM AQUELA PORRA ALI!

Para que serve uma bolsa de colostomia? Para segurar as suas fezes. Isso mesmo, nem cagar você caga. Tem que andar com um saco com a sua merda de um lado pro outro, tendo o máximo de cuidado para ela não romper. O menino não pode sair, não pode brincar com as outras crianças, não pode fazer nada, porque tem uma merda de bolsa cheia de merda do seu lado. Isso não é algo que uma pessoa tenha que passar.

Mas EHEY, é fácil de se resolver! Basta uma cirurgia com um grampeador linear. Funciona assim (resumidamente): o cirurgião corta o pedaço bichado do seu intestino fora, junta as partes e ao invés de suturar, usa o grampeador linear. Motivo? Eu não quero saber. A porra do artigo não é sobre isso.

Esse caso saiu na Globo, aquela golpista e o moleque deve ser agente do Temer. Sim, deve ser isso! De qualquer forma, um casal do Rio de Janeiro viu a reportagem e ficou com pena do garoto. Entrou em contato com os pais dizendo que eles pagariam pelo aparelho, que custa menos de 2 mil reais, mas a porra do caralho de nossa Burrocracia reinante neste país de débeis mentais impede que tratemos pessoas feito gente.

Os pais ficaram felizes da vida. E não é pra menos! Já meteram o Hospital de Base 3 vezes na Justiça, ganhou as 3 vezes, o Hospital de Base deu um “se fode aí” e pronto. Ninguém foi punido. Porque, né?, Brasil!

O casal entrou em contato com a gestora do hospital de base, que ficou boladérrima. Primeiro, ela disse que tinha que doar para o primeiro da fila. Quantos estão na fila? A vaca leiteira não sabia dizer. O Chefe da Cirurgia Pediátrica saberia? A energúmena também não soube informar. Daí perguntou como eles obtiveram o telefone dela. O casal explicou que pegou com os pais de Pedro. A resposta foi lindíssima mente escrota, digna da mais filha da putice

Vc vive em que planeta?

A saúde do Rio não está nem um pouco melhor que a daqui. Faça caridade. Doe vários grampeadores. A população agradece.

A… canalhice, a imensa putaria, o escárnio, a falta de vergonha daquela merda de cara que esta imbecil teve, esta inútil, esta retardada que deveria ser expulsa de qualquer coisa que envolva saúde mais especializada que aparar as unhas teve a audácia de soltar esta merda. Como alguém dorme sendo assim? Muito bem, pois os canalhas têm bom sono, pois não se preocupam como ninguém mais do que os filhos da puta que eles olham todos os dia ao fitarem um espelho.

Esta desclassificada, ridícula e digna dos piores xingamentos que possamos imaginar age como se fosse seu reino, e nós, mortais, devemos agradecer que esta soberaníssima escrota nos deu um mínimo de atenção, provavelmente galgando seu lugar por algum favor ou “favor” que tenha feito a algum político, pois sabemos como o mundo de verdade funciona.

O CRM não vai se manifestar? Eu espero que sim, mas estou duvidando. O Ministério da Saúde vai se manifestar exonerando esta vaca do cargo, do hospital, do DF, do planeta? Eu gostaria, mas a verdade não ser´[a bem essa. No máximo, será remanejada para algum outro lugar, sem nenhuma punição no salário, continuando sendo a pessoa horrível e pérfida que sempre foi, e sempre continuará sendo, pois canalhas não mudam.

O serviço público é assim. Você não pode fazer doações, pois é um ato bondoso e isso é punido severamente neste país de bosta, povoado por gente insana e conduzido em todos os setores por um bando de filhos da puta arrombados que não passam de meros consumidores de recursos preciosos.

Pelo menos, fungos e bactérias se mostram úteis, e, por isso, são seres superiores.

Só nessa merda de país mesmo, puta que pariu!


Fonte: G1 via Dori Prata

Lula, Imprensa e a Ferradura
O Telescópio Espacial Kepler observa Netuno

Sobre André Carvalho

και γνωσεσθε την αληθειαν και η αληθεια ελευθερωσει υμας

Quer opinar? Ótimo! Mas leia primeiro a nossa Polí­tica de Comentários, para não reclamar depois. Todos os comentários necessitam aprovação para aparecerem. Não gostou? Só lamento!

  • Slade

    A saúde e uma merda, o judiciário é uma piada (sou advogado e falo com conhecimento de causa), a educação é quase inexistente, gerando cada vez mais gente retardada que continuará mantendo o “status quo”. Sinceramente, já fui mais idealista, mas atualmente luto apenas por mim e pelos meus, pois até ajudar outro ser humano é difícil.

    ElGloriosoRangerRojo™ respondeu:

    Na atual situação do nosso país, o melhor que se pode fazer é se esforçar pra melhorar a própria situação. Depender do Estado o mínimo possível…

  • Não, mulinha, não foi outro. A gestora do hospital não estava fazendo atendimento médico, mulinha. A criança está sendo tratada por OUTRO MÉDICO, sua toupeira.

    Você demonstrou ser extremamente burra para não ter notado a diferença, perdendo direito de comentar aqui

  • Slade
  • Olá, 92%

  • Clavatown

    O link do G1 está off.

    Pryderi respondeu:

    Resolvido