Quer se livrar do mosquito da dengue? Cultive mosquito da dengue

Apelo à autoridade ou, no bom latim, Argumentum ad Verecundiam (Quid latine dictum sit, altum sonatur) é algo perigoso, mesmo de sábios para sábios. Diferente quando eu quero pegar alguma informação sobre Astrofísica e consultar o Neil deGrasse Tyson, que é um especialista no ramo, devemos ter cuidado com certas proposições (por exemplo, de acordo com o Neil Tyson, Newton era uma flor de pessoa, mas sabemos não ser o caso).

Aí me surge uma maluquice que um “médico”, “doutor” e “professor” da UFMS defende que fazemos errado ao combater o mosquito da dengue, que faz lotação e carrega febre amarela, zyka vírus e o Chikungunya a doença que tem nome de demônio dos Tempos Antigos. De acordo com ele, o certo é deixar pote com água parada.

De acordo com o Diário Digital, que ao que pude verificar não é um site de notícias falsas como o Sensacionalista,

O professor explica que é adepto da estratégia em sua casa e ensina aos seus alunos na universidade. “Retirar os potinhos de água não funciona. Estamos fazendo isso há 10 anos e não resolve”, analisa. “Depois de botar o ovo, o mosquito morre. Você tem que colocar os potinhos de água em lugares que você se lembre de retirar depois que a fêmea botar os ovos. Ao menos três vezes por semana, você deve jogar a água fora. Se eu retirar todos os potinhos, o mosquito vai procurar a caixa da água ou locais escondidos, que eu não vou achar. Ajudando o mosquito a botar os ovos estou sendo mais inteligente do que ele”, acredita.

Eu sabia da falência no ensino superior, mas não sabia que a UFMS estava tão ruim a ponto de contratarem este idiota. Se bem que ele é veterinário, claro que vai defender animais não-humanos. True vegan! Enquanto os outros vegans retardados (desculpem o pleonasmo) defendem o amor aos animais enquanto metem o chinelos nas baratas e lagartixas e tascam inseticida na casa toda (podem mentir, eu sei muito bem que vocês têm uma lata de baygon aí), esse aí defende os mosquitinhos.

Como toda falácia, ela vem sob a forma de argumentação lógica e alguns fatos verdadeiros.

Sim, fumacês usam inseticidas que afetam o meio ambiente (seu ar-condicionado, também). Sim, em muitas vezes eles são ineficientes, como foi quando o aplicaram no sambódromo do Rio, que é feito de concreto e nem água empoçada tinha.  Não, a fêmea NÃO MORRE depois de botar ovos. Fonte? FIOCRUZ serve?

Normalmente o mosquito precisa picar alguém para adquirir o vírus. Entretanto, algumas vezes, as fêmeas também transmitem o vírus para suas crias. Uma vez infectada pelo vírus, a fêmea transmite a dengue até morrer. Durante sua vida, que dura em torno de trinta dias, ela coloca mais de mil ovos e pode picar e infectar muitas pessoas. 

A ideia asinina deste idiota é o seguinte: você coloca o vasinho de planta. A dona mosquitinha feliz vem saracoteando pela cidade e… OH! UM POTINHO COM ÁGUA!! Daí ela coloca seus ovos lá (transmite dengue e tudo o mais para toda a sua família), vai embora e pica outras pessoas. Seu raio de ação é de cerca de um quilômetro, o que para um mosquito é muita coisa, e pra quem mora em cidade grande implica em milhares de pessoas. Mas não, na ideia idiota dele, a mosquita coloca seus ovos, morre e a alma dela vai pro Céu dos mosquitos.

Então, com o que ele conta? Que assim que a mosquita coloca os ovos, as pessoas jogam a água fora. Se as pessoas não deixam um potinho com água, a mosquitinha pesarosa terá que procurar uma nova creche pros seus filhotinhos, indo parar onde ninguém vê, como caixas d’água, pneus etc. CLARO, que enquanto tiver bastante potinhos (daqueles decorados com florzinhas), nenhuma mosquita procurará lugares feios, como algum pneu mal-cheiroso. Aquilo não é lugar para ela criar seus filhinhos.

Claro, a parte dos comentários é um show… um show de horrores, ms aí a Ciência serve, pois vai de encontro com a própria Ciência, e esses mártires incompreendidos, assim como aqueles dois manés que distribuem fosfoetanolamina que nem traficante em favela, ganham pontos junto a uma população retardada. O pior é que Darwin não só selecionará esses energúmenos, como VOCÊ também será alvo.

Pelo menos, ainda temos o Manual do Mundo como um porto seguro neste oceano de ignorância.


32 comentários em “Quer se livrar do mosquito da dengue? Cultive mosquito da dengue

  1. “Se bem que ele é veterinário, claro que vai defender animais não-humanos. True vegan! ”

    Hahaha, ei, pera, sou veterinário também.

  2. Não refutou o argumento. O mosquito vai colocar os ovos nos potinhos ou vai colocar nos potinhos e nos lugares de difícil acesso?

      1. Você que não entendeu. Eu apenas deixei claro o que você deveria ter respondido para refutar o argumento do cara da UFMS. Para refutar o argumento você deveria demonstrar que o mosquito iria colocar os ovos nos potinhos e nos lugares de difícil acesso e não apenas nos potinhos.

          1. Ali vc demonstra que a fêmea não morre depois de botar ovos mas não sobre as preferências da mosquita na escolha do hospital maternidade, que é o principal ponto do plano do pesquisador.

          2. Não é isso que é dito. Ele é taxativo ao dizer que plantando mosquito em casa, ele não irá para outros focos, pois a fêmea morre depois de botar os ovos, o que eu provei ser mentira.

          3. Sim vc provou que o mosquito não morre logo após colocar os ovos. Mas se a mosquita colocar os ovos apenas -frise-se o apenas- nos potinhos bonitinhos, que serão descartados, não tem tanta importância se ela coloca os ovos uma vez ou várias vezes na sua curta vida. Claro que irá demorar mais, mas a população de mosquitos irá diminuir da mesma forma. Daí o raciocínio do pesquisador estará correto. Agora, se o sujeito aqui em baixo, que tem a experiência em raciocinar com e sem um cérebro humano, estiver certo “o mosquito coloca ovos em qualquer lugar, ow”, o raciocínio do pesquisador estará errado. Eu não sei a resposta porque, além de analfabeto funcional, não entendo nada de mosquitos.

          4. Na verdade, nada garante que a fêmea do mosquito vai preferir colocar os ovos nos potinhos só porque o veterinário quer.
            O que vai acontecer é que isso não vai resolver porque ela ainda vai colocar naquela tampinha de garrafa perdida no jardim E no potinho escolhido.

    1. Mimimi “nao refutou”(que palavra feia né, “refutar”), mimimi “potinhos”

      O mosquito coloca os ovos onde der,ow.

  3. As pessoas tendem a acreditar no ridículo,pois este é o país que odeia Ciência,não duvido nada de que alguns ignorantes vão cair na ideia deste “doutor” e seguir os conselhos dele.
    O pior de tudo no final é de que não só ira sofrer as pessoas que fizeram esta estupidez como quem não fez.
    O problema do mundo de hoje é que as pessoas inteligentes estão cheias de dúvidas,e as pessoas idiotas estão cheias de certezas.

    1. Mas sempre será assim.
      O dia que um cientista nao tem mais duvidas, ele nao é cientista. Mas é uma pena que poucas pessoaa tenham duvidas e que muitas tenham certezas, mesmo.

      1. Sim meu amigo disto eu sei,mas eu disse isto para se aplicar em outros contextos,não na parte do ceticismo das pessoas,mais para ser preciso com os cientistas.

  4. Imagino o QG dos mosquitos: todas as mamães mosquito reunidas, lendo o artigo desse doutor (da UFMS) rachando o bico e definindo novas estratégias de proliferação.
    Gênio!

  5. Puta merda faço faculdade ai hahahah mas é na FACOM. Aqui é computação mano, se liga rs
    Quando vi que era na UFMS torci aqui “que seja de Humanas, que seja de humanas!”
    Falando sobre o aedes, esse mosquito FDP está botando ovos até em resto de cerveja* ( ok, não posso julgá-lo por isso ). Sem falar que o canalha nem sempre bota ovos na agua, mas em superfícies que porventura ficara com agua em uma chuva. O ovo disso resiste até 500 dias sem agua**.

    Resumindo, a mosquitinha suga seu sangue, 3 dias depois bota até 1500 ovos. Não precisa nem ter agua, já que se encher de agua ali até 1 ano e meio depois seus descentes nascerão felizes e sorridentes, e o doutor propõe deixar berçários para essas criaturinhas e só jogar a agua fora depois?

    Acho que a única solução plausível até agora é utilizar o tal do mosquito geneticamente modificado, que andei lendo por aí. Mas ninguém quer porque A) é caro; B) vai resolver o problema, e nenhuma prefeitura quer isso, já que a dengue é uma fonte de dinheiro. ( só aqui em CG, se me lembro bem, foram 20 milhões até agora para combater o mosquito. O prefeito vai lá, solta dois fumaces, faz uma campanha meia-boca de conscientização e “acaba o dinheiro”).

    *Eu não acreditei quando vi larvas nadando no restinho da cerveja que ficou na long neck. Achei até que fosse agua que tivesse caido, mas a garrafa estava onde não pegava chuva. Bom, era Itaipava né.
    **fonte: http://www.ondeestaoaedes.com.br/default.php?reg=92&p_secao=18

    1. A maioria (Todos é dito popular), e é o princípio como a substância (Que já existe NATURALMENTE no corpo – O Medicamento é ela Sintética) age. Ou seja, ela APENAS “Marca” as células “ANAERÓBICAS”, e o Sistema Imunológico faz o resto! (Todos os tumores são anaeróbicos).
      Entenda como funciona – Principalmente porque já existe Naturalmente em quase todos os animais – para deppois argumentar a sulução/substância, que não se trata de uma “Garrafada”, ou química estranha ao corpo!

      1. Não sei se você foi sarcástico, mas “na natureza” os ovos não são depositados pela mosquita diretamente na água, mas sim no seco, bem próximos à linha d’água.

        Inclusive está no link da Fiocruz que você postou:

        “Os ovos são depositados nas paredes do criadouro, bem próximo à superfície da água, porém não diretamente sobre o líquido. Daí a importância de lavar, com escova ou palha de aço, as paredes dos recipientes que não podem ser eliminados, onde o ovo pode permanecer grudado.”

        Então o texto do link da armadilha não está errado. Porém há grande controvérsia sobre a utilização da armadilha, já que ela vai atrair mais mosquitos pra casa de quem criar uma dessas.

        http://noticias.uol.com.br/saude/ultimas-noticias/bbc/2016/02/05/especialistas-alertam-contra-armadilha-caseira-de-aedes-que-viralizou-nas-redes.htm

  6. Aproveitando a citação ao Neil Tyson feita no artigo, você viu isso, André?

    Como você interpreta a declaração?

      1. Também achei óbvio, porém o pessoal de Humanas já está se sentindo o máximo com a grande “Sociologia” que fazem, por causa da declaração.
        A única interpretação plausível e possível que vejo do que o Neil quis dizer foi que a Sociologia, quando pautada no método científico e não em crenças e ideias bonitinhas, é difícil.
        Entretanto, vi alguns “defensores da ciência” criticando o manifesto do Neil por “iludir” o povo de Humanas, mas achei pura má leitura

Deixe uma resposta para Nazareno Araújo Rodrigues Cancelar resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s