Um guarda-chuva que funciona na base do “ai meu Buda!”

Eu adoro a China. Amo de paixão os seus produtos, seja aquelas bugigangas da Deal Extreme quanto meu iPad. Um lugar tão maneiro que os funcionários se atiram de cabeça no serviço. Mas o mais legal são as invenções que aparecem por lá. Como chuva sempre foi um problema (você não, São Paulo), uma empresa está angariando fundos no Kickstarter para a produção de um incrivel "Guardachuveitor Tabajara", usando apenas um fluxo de ar para lhe proteger das águas da chuva. O que pode sair errado?

Bem, o que pode sair errado é o design tipo "Dildo de ET", com um cabeção horroroso, que promete uma jato de ar proposto por uma ventoinha. Você pode contribuir com um obama, mas só dando (ops) 88 obamas na mão do china que você ganha este treco cabeçudo. Veja o vídeo:

Esta coisa medonha aí do lado, parecendo ter sido feito por alguma criança no paint, é um dos desenhos que aparece no Kistarter da empresoca. Notem que design, que bom gosto, que inforgráfico maravilhoso!

Aquela imensa bateria fará movimentar uma turbina, estalhando ar em volta de você e desviará as gotas de água da chuva. Tudo bem que teria que ser uma lâmina de ar, e não com aquelas janelinhas. Segundo, se for chuva de vento, ferrou, e terceiro, nem pense em andar. Se você ficar paradinho, talvez, TALVEZ, esta porcaria aí funcione. Mas nem isso irá acontecer.

O bando de idiotas que deu dinheiro para essa empresoca, pode ficar feliz: acabaram de dar dinheiro para pagar o salário de 2 centavos pro pequeno Ping. Enquanto isso, você ganhou a dádiva de ser vítima do esculacho dos colegas, será zuado por tudo mundo, farão muitas referênciaws sexuais às suas necessidade sde ter comprado esta bagaça e, por fim, acabará molhado de qualquer jeito, pois esta porcaria aí não vai funcionar. No máximo, fará ventinho nos dias de calor.

Mas não acreditem em mim. Sou apenas um velho rabugento que não está antenado com as modernas tecnbologias, apesar de não andar encharcado cada vez que chover. Enfim…

3 comentários em “Um guarda-chuva que funciona na base do “ai meu Buda!”

  1. Quando li esta notícia leibrei-me de um projeto semelhante, la pelos idos de 1980, no IFUSP. Um dispositivo para eliminar o uso das palhetas do para-brisa do carro. Um lençol de ar, sobre o parabrisa (pelo lado de fora, claro) produzido por uma turbina. Funcionou que foi uma beleza, só a chuva que não entendeu nosso raciocínio e recusava-se a colaborar. Desistimos de ensiná-la.

  2. Putz, acabei de ler essa notícia aqui em um site de “tecnologia”, na hora lembrei de você, já ia mandar o link pra você ver a mais nova inovação revolucionária dos designers. Nem precisei. Valeu pelas risadas xD

Deixe uma resposta para Adriano P. Cancelar resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s