Uso de antibióticos subiu cerca de 36% em uma década e ninguém está mais saudável

Não é só brasileiro que tem problemas de automedicação. Aliás, o problema vai além disso, quando médicos acham que para tudo podem usar antibióticos. Uma pesquisa aponta para um aumento global e alarmante no uso dos antibióticos. Isso não está fazendo ninguém mais saudável e, pior ainda, ninguém avisou à Natureza que Evolução não existe; por isso, ela contra-ataca fazendo bactérias mais resistentes.

O que se faz, agora?

O uso de antibióticos subiu de 36% em todo o mundo. O aumento se deu particularmente em países com uma classe média em expansão, e isso deixa médicos de verdade (não os que receitam antibióticos a torto e a direito) preocupados. As pessoas podem pensar que estão mais saudáveis e livres de doenças, mas existe o mal escondido no Mundo Natural. O mal sinistro e silencioso, suja garra abraça a todos nós: a Seleção Natural.

Populações de bactérias que conseguem sobreviver aos atuais antibióticos estão sendo selecionadas naturalmente, gerando descendentes cada vez mais fortes e resistentes. Isso deixa as pessoas que não estavam adaptadas a combater estas bactérias com seu sistema imunológico mais suscetíveis e vulneráveis a estas mesmas bactérias. Estamos ferrados.

O dr. Thomas Van Boeckel é um epidemiologista que trabalha como pesquisador da Universidade de Princeton. Segundo seu próprio perfil, ele  faz abordagens estatísticas e mecanicistas para estudar doenças infecciosas, combinando dados georreferenciados e imagens remotas para prever a distribuição de espécies e doenças.

Pombas, entendi tudo. Valeuzão!

Boeckel (que, por sinal, tem twitter) estuda como se dão as epidemias mediante os locais, e estuda como essas doenças infeciosas se alastram, mapeando tudo com satélites, criando modelos matematizados da bagaça toda, de forma que você possa saber se quando for num lugar poderá voltar vivo ou com um hospede em seu organismo que não paga aluguel.

Boeckel e seus colaboradores analisaram os padrões, a sazonalidade e a frequência do uso de antibióticos em 71 países. Os dados mostram que as estão com mais acesso aos antibióticos (sim, eu sei! Criancinhas na África blábláblá). O problema é que esse uso não está sendo efetivamente monitorados por autoridades de saúde, bem como médicos, agentes de saúde diversos etc. Isso acarretou no uso descontrolado de antibióticos.

O estudo descobriu ainda que a Índia foi o maior consumidor de antibióticos no mundo em 2010, seguido por China e Estados Unidos. A grande quantidade de pessoas explica isso, mas não no caso dos EUA,  já que há países mais populosos que ele. Quando se muda o foco estatístico, de uma maneira geral os cidadãos norte-americanos consomem em média mais antibióticos que todo mundo. As conclusões do relatório foram publicadas na revista The Lancet Infectious Diseases.

Eu já tinha postado como desinfetantes podiam "criar" superbactérias. Também já tinha falado como antigas bactérias estão imunes aos atuais antibióticos. O uso indiscriminado dos antibióticos, como dito acima, manda pra vala várias cepas de bactérias. O problema são as que já eram resistentes a aos antibióticos. Sem nenhum outro competidor, estas cepas começam a se alastrar, oque faz cientistas buscarem outros medicamentos para combater as danadinhas. Isso chega a um ponto que os antibióticos existentes n~]ao têm efeitos sobre antigas cepas, que voltam a se alastrar.

Existem muitos métodos profiláticos, mas tendemos a usar canhões para matar coelhos, quando alguns pequenos seres vivos estão ali, aguardando sua vez para competir. O problema é que estes pequeninos seres estão ali e prontos para mandar seres humanos para a vala, [é tudo uma questão de tempo.

A Seleção Natural nos deu, a Seleção Natural nos toma.


Fonte: Princeton

4 comentários em “Uso de antibióticos subiu cerca de 36% em uma década e ninguém está mais saudável

  1. Além de antibióticos e desinfetantes tem até sabonetes que dizem matar 99% das bactérias,o problema é este 1% que sobra. :|

  2. Como é que um antibiótico consegue fazer uma bactéria evoluir um milhão de vezes mais rapido? O segredo ta na bactéria ou no antibiótico?

    1. O segredo está no analfabetismo das pessoas, que têm uma merda de texto explicando como antibióticos fazem seleção natural e pessoal não entendeu porra nenhuma.

  3. Pois é, esse 1% aí vai ficando mais resistente e depois já viu. Minha sogra tem uma mania de mandar o neto tomar remédio antes mesmo de gripar. Eu não falo nada pois não é meu filho e não quero ficar me indispondo, mas que ela está fazendo uma grande merda para o garoto está. É como dizem, a ignorância é uma benção.

Deixe um comentário, mas lembre-se que ele precisa ser aprovado para aparecer.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s