Bula: um dos maiores inimigos de analfabetos científicos, mas não o único

Grandes Nomes da Ciência: Agnodice
Fenômenos picaretológicos são confirmados pela (pseudo)ciência (ISSO a Globo mostra)

Analfabetismo científico é um termo que se refere ao baixíssimo conhecimento de termos, expressões e significados científicos ou mesmo o entendimento do que e Ciência. Algo como o Diogo Mainardi, Reinaldo Azevedo e o Roger do extinto Ultraje a Rigor, criticando o Miguel Nicolelis, o cientista Kickboxer que não deixou pedra sobre pedra.

Em uma notícia saída na Folha, fiquei sabendo que muitos brasileiros têm sérios problemas de ler uma simples bula, por simplesmente não serem capazes de entender o que tem lá. Claro, isso esconde mais detalhes do que aparenta.

A reportagem aponta que quase dois terços dos brasileiros têm só "conhecimentos básicos ou ausentes sobre a ciência que envolve situações cotidianas, como ler rótulos nutricionais, estimar o consumo de energia de eletrodomésticos ou interpretar os dados das bulas".

Só tem um detalhe aí, Folha: NINGUÉM lê bula de remédio. Não leem nem o manual da TV. Minha vizinha pediu para dar uma olhada no som dela. Eu pedi para dar uma olhada no manual. Resposta dela: "Eu joguei fora. Para que eu iria querer aquilo?"

As pessoas não querem aprender ciência, não querem aprender o que tem nas bulas, mesmo porque, o que tem nas bulas não são pros pacientes e sim ensinar ao médico para que serve aquele remédio.

Ué, vocês não sabiam? Médico só sabe do remédio por causa dos propagandistas de laboratórios e, por isso, eles vivem receitando a mesma coisa em 90% dos casos similares. As pessoas? Elas não têm como saber de todos os detalhes daquele remédio. por exemplo, vamos citar o paracetamol.

Resfetamol funciona aliviando os sintomas da gripe e dos resfriados.
Porque este medicamento foi indicado?
Resfetamol foi indicado no tratamento de sintomas da gripe, rinites alérgicas e de resfriados, tais como:coriza (secreção nasal através de escorrimento), espirros, congestão nasal, febre, dores musculares e dor de cabeça.
Quando não devo usar este medicamento?
Resfetamol não deve ser usado por pacientes com hipersensibilidade ao paracetamol e aos demais componentes da fórmula.

Sim, a bula diz que o remédio deve ser usado para dor. E ainda coloca a FAQ "por que não usá-lo?". Er… quando você não estiver sentindo dor? Eu ia colocar o restante, mas só de copiar e colar já perdi a paciência. Porque alguém iria LER isso? O médico mandou, o cara toma. Fim da linha.

O Brasil, como eu costumo dizer, tem uma população que majoritariamente odeia ciência. Pena que não é o único país assim. 80% dos norte-americanos acreditam em anjos, e se formos examinar o percentual de gente que acha que Evolução é mentira, ficaremos estarrecidos. Ignorância cavalar é algo que, infelizmente, não é restrita aqui. As pessoas não têm uma boa gama de informações, e essas bulas não são feitas para instruir o público leigo, e colégios não foram feitos pra ler bula de remédio. Onde está o erro? É fácil dizer onde encontrar e difícil de sugerir como consertar.

Falta muito para mudar esse quadro? Na verdade, deve-se dizer que esse quadro não irá mudar, não importando se houver esforço (o que não haverá) ou não. É muito mais profundo. O desinteresse da população acaba repousando em 1) Confiança cega no médico; 2) Falta de querer saber das coisas; 3) Massificação da mídia em menosprezar trabalhos de cientistas e palpiteiros dando pitaco sobre algo que eles não entendem, mas insistem em querer palpitar assim mesmo.

Quando ainda houver reportagens vagabundas mostrando fenômenos inexistentes, com entrevistas que só abrangem o lado tosco da situação e não pesquisadores que serão contra aquela bobajada apresentando fatos (e com fatos pode-se provar qualquer coisa), o grau de informação da população média só tenderá a cair por puro efeito tostines.

  • As pessoas não querem saber porque não se interessam.
  • As emissoras não informam porque não terão audiência.
  • Sem programas, as pessoas não podem se informar.
  • Se não se informam, não fazem ideia do que aquilo seja e, claro, não se interessarão.

A ciência é maravilhosa, mas está restrita a poucas pessoas, pois a maioria pensa que a função do conhecimento é negar a fé, suas crendices, suas manias, suas superstições etc. A Ciência não se preocupa com isso, só apresenta o mundo real; e sabemos como o mundo real é chato, onde as coisas precisam fazer sentido. Melhor o doce mundo dos sonhos. Não custa nada e sempre podemos mudá-los de acordo com nossas vontades.

Grandes Nomes da Ciência: Agnodice
Fenômenos picaretológicos são confirmados pela (pseudo)ciência (ISSO a Globo mostra)

Sobre André Carvalho

και γνωσεσθε την αληθειαν και η αληθεια ελευθερωσει υμας

Quer opinar? Ótimo! Mas leia primeiro a nossa Polí­tica de Comentários, para não reclamar depois. Todos os comentários necessitam aprovação para aparecerem. Não gostou? Só lamento!