Médiuns de araque passam vergonha na Inglaterra

O problema de médiuns (com pão e manteiga) é… bem, fora sua desonestidade, não consigo pensar em outro. Eu fico em dúvida se o cara realmente acredita que tem poderes mágicos, adivinhacionais, futurobservacionais e coisas correlatas. Enquanto isso, um bando de espíritos-de-porco (o tipo de ispritu que médium não consegue "controlar") resolvem colocar o pessoal à prova.

Sociedade de Céticos de Merseyside resolveu botar na mesa (o desafio. Eles são ingleses. Sabem como é…) e chamou médiuns para o Desafio Halloween, de forma que os videntes possam demonstrar seus poderes mágicos. Os resultados foram mais que óbvios.

A Merseyside Skeptics Society é uma entidade sem fins lucrativos (mas garanto que eles se divertem de montão). Eles se dedicam a promover a Ciência e o Ceticismo. Eles se juntaram com a Unidade de Investigação em Psicologia Anomalística na Universidade de Londres. Eu já gostei do nome. Nem expressivo, apesar de significar pouco, mas vocês sabem como são os psicólogos.

Para deixar o prato mais delicioso, eles se juntaram com a Fundação Randi e entraram naquela de oferecer 1 milhão de dólares (já está na hra de corrigir monetariamente esses valores) para alguém que consiga dar alguma prova que tem poderes paranormais. Então, o pessoal de Merseyside estabeleceu o Halloween Challenge, onde médiuns e outros enganadores, digo, paranormais possam demonstrar a veracidade de seus poderes. Claro que os mais espertos fogem desse tipo de desafio; mesmo porque, eles arrecadam infinitamente mais que isso, mas algumas criaturinhas incautas sucumbiram à vaidade das vaidades, meu pecado favorito.

Duas voluntárias que se diziam médiuns profissionais, Patricia Putt e Kim Whitton, se apresentaram e a tarefa era que eles tinham que dar detalhes sobre pessoas escolhidas aleatoriamente. Muito certas que elas poderiam usar leitura fria , mas deram com os burros n’água com as condições controladas, onde a pessoa a ser examinada estava em um cubículo isolado do "médium". Nem mesmo acesso ao Facebook da pessoa eles podiam ter acesso. Abaixo, vemos a cara de felicidade de Kim Whitton (à esquerda) tentando adivinhar algo de sua "consulente", enquanto amaldiçoa a si mesma por ter aceitado passar por este teste.


— Eu e minha boca enorme…

As médiuns tinham que adivinhar fatos sobre cinco voluntários, que nunca tinham visto antes da experiência e que eles mesmos não sabiam ao certo qual era a experiência. Teste duplo cego, sabem? A taxa de acerto? Ridículos 20% (1 acerto em cada 5). Sério, gente. Se eu colocar meu cachorro para vir com o cartão com os dados da pessoa é capaz de eu conseguir um percentual melhor. Uni-duni-tê dá resultados melhores. Espalhar placas no chão e esperar que um pombo defeque na resposta certa dá resultados melhores. Perguntei à minha assistente o que ela achava desse resultado:

20% é piada e de mau-gosto! E maior piada de mau-gosto é saber que ainda assim o bando de idiotas continuará se consultando com essas enganadoras, que deveriam ser presas a hora por charlatanismo e roubo (não sei como são as leis inglesas nesse ponto).

Patricia Putt, a outra enganadora, ficou bolada com as conclusões e disse que ela precisaria ter interagido cara a cara com as pessoas e ouvir suas vozes, "para que a conexão fosse estabelecida".  Assim, até eu sou médium (e eu não sei porque ainda não everedei por esse campo. Deve ser por causa de honestidade, aquela coisinha que separa as pessoas da riqueza exacerbada). Para Putt, o experimento "não prova nada". Ok, filha, não vou discutir ou seus poderes mentais me atirarão pedras mentais em meu corpo astral.

Mais uma vez, o milhãozinho de tio Randi não passou para as mãos de ninguém, mas isso significa pouco, pois as pessoas ainda assim se consultarão com esse tipo de gente, pois os "necessitados" precisam muito ouvir o que está pra ser dito: exatamente o que eles querem ouvir. Esse pessoal de ciência tem a mania de apresentar fatos e com fatos se pode provar qualquer coisa.


Fonte: BBC Brasil

9 comentários em “Médiuns de araque passam vergonha na Inglaterra

  1. Tem um “vidente” aqui na cidade que cobra 1~2k por consulta. Tu liga lá e só dá teu nome e teu telefone para contato. As consultas são agendadas, em média, para 6 meses depois, dado o numero de clientes. Clientes que costumam sair satisfeitos.

    Acontece que com um nome e um telefone você já consegue dissecar a vida de uma pessoa. Se o teléfone é de conta, mais fácil ainda. Se for pré-pago, haverá algum cadastro em algum site com o numero. Ou o “vidente” consegue a vida da pessoa com algum contato na compnhia telefônica. Daí para detalhes adicionais em redes sociais é um pulo. “6 meses dado o numero de clinetes” my ass! Isso é para 1. dar credibilidade para ignorantes e 2. dar tempo de coletar os dados, memorizar o que srá dito, etc.

    Por fim, me desculpem mulheres, mas não sei por quê cargas d’agua vocês são sempre as maiores vítimas desse pessoal. Deve ser insegurança.

    1. @GusC, A razão que eu acho do porquê acontecer isso é a depressão e a estafa.

      Afinal de contas elas tem que cuidar de filhos, do marido, de pai, de mãe, da casa, das contas, das finanças. Enfim, elas tem que cuidar de tudo.

      Chega uma hora que elas explodem.

  2. Isso me fez lembrar do conto A cartomante,de Machado de Assis:”os ‘necessitados’ precisam muito ouvir o que está pra ser dito: exatamente o que eles querem ouvir”.Quem conhece o conto sabe do que estou falando.

  3. Tio Randi já deu um show na Austrália quando apresentou ao mundo “Carlos”. Mais um ponto pra turminha do ex-ilusionista que não é criança enxerida mas desmascara charlatão.
    PS: Você já ouviu aquela ladainha dos Spritas acerca dos cachorros paranormais do Rupert Sheldrake? Porque eu não posso ser o único a esbarrar nesses bizarrões.

    1. @-iure-, Estava eu esses dias surfando nos canais esperando para assistir “quem quer ser um milionário” (me recuso a assistir zorra total). Nesse ínterim, encontrei um pastor pedindo ao pessoal que quando pedirem dinheiro a Deus deixassem o dízimo do valor que eles queriam*.Ou seja, não estão nem esperando as ovelhinhas ganharem o dinheiro para dar uma “peixeirada”.
      E eu como bom sádico, ri pacas.
      *É claro que no meio disso :???: rolava aqueles ALELUIA irmão que superam um tiro de .50 no barulho, todo mundo balançando suas cabeças,mãos pra cima… Parecia show de bandinha screamo.

  4. O comentário mais tosco que já ouvi, tentando desqualificar James Randi e sua campanha, foi um dizendo algo do tipo:

    “tenho dó desse homem. Ele não consegue ter fé para acreditar, então fica oferecendo dinheiro para que alguém dê provas para que ele consiga acreditar”

    Ou seja: a pessoa é OBRIGADA a aceitar tudo sem provas.

Deixe um comentário, mas lembre-se que ele precisa ser aprovado para aparecer.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s