Papa Francisco mete o louco em cima dos tradicionalistas e limita as missas em latim

Uma das coisas que eu DETESTO nestes padres-infuencers com cara de mauricinho hoje é que eles parecem fazer tudo. Menos rezar uma boa missa. Sim, eu gosto de missa. Não preciso acreditar no que é dito lá. É pelo que ela faz, pelo que ela foi feita pra fazer: elevar as pessoas e estabelecer um senso de comunhão entre as pessoas. Aí você coloca padre Marcelo Rossi com um monte de prego tocando mal e ele lá cantando, mais preocupado em se sentir estrelinha musical do que com o que deveria ser a verdadeira função da Igreja: a pastoral.

Papa Chico, the First, agora vai jogar água na fervura desse pessoal. Ele riscou o que Bentão 16 escreveu e agora as missas em Latim estaram restritas, limitadas. Eu: ah, pô!

Dies Veneris insanum est

Chicão não tá nem aí pro que seu antecessor fez e mandu limitar a execução das missas em Latim. Eu acho muito errado. Teremos um festival de padres Fábio e Melo, expert em falar um monte de bobagens, mas como é bonitinho, a mulherada fica babando pelas idiotices dele.

Esta decisão do Papa pegou os católicos tradicionalistas pelas cuecas e geral não tá acreditando nisso. Acredita que é o jeito, mermão! Obviamente, relincharam e disseram que isso era um ataque a eles e à antiga liturgia. Nem eu tenho um ego tão grande.

Ok, tenho, mas não vou criticar o chefe da Igreja. Se eu sou religioso e o chefe da Igreja fizesse algo que eu não gostasse, eu iria para a primeira igreja e pregaria na porta umas folhas de papel contendo um listão com umas poucas e boas.

Pela decisão de Chico 1st, os bispos precisam aprovar as celebrações da chamada Missa Tridentina, a que é em Latim e praticamente ninguém aqui no Brasil reza mais. Uma pena. Os padres recém-ordenados precisam receber permissão dos bispos em consulta com o Vaticano.

Eu entendo que a ideia da missa na língua vulgar (vulgar e o que não é clássico, neste sentido) do povão para que ele entenda. Mas isso perde o misticismo da celebração. Afinal, depois temos a comunhão e a transubstanciação, em que a hóstia se transforma no corpo de Jesus.

Eu sei, eu sei. Eu não acredito nisso. Provavelmente, você também não. Mas o católico acredita e eu acho que é problema dele no que ele quer acreditar. Enquanto não estiver apedrejando gays, condenando mães solteiras ou quem abortou, acho que o sujeito pode ficar lá rezando de mãos dadas com todo mundo, repetindo cânticos. Não me incomoda em nada, ainda mais que a missa não enche o saco dos vizinhos por ter som nas alturas.

Talvez a missa rezada no vulgar sirva para integrar melhor os católicos no que é dito. Mas eu ainda sou Team Latim. Me processe.


Fonte: Washington Post

8 comentários em “Papa Francisco mete o louco em cima dos tradicionalistas e limita as missas em latim

  1. “…missa não enche o saco dos vizinhos por ter som nas alturas.”. Tá ai algo que (geralmente) os católicos são melhores que o evangélicos, tem uma igreja evangélica a 2 quadras da minha casa e eu ouço a gritaria deles dentro de casa. Parece um bando de bugio hahahaha

  2. Excelente. Eu acho que as missas em latim poderiam re-dignificar o catolicismo, devolvendo o mistério às celebrações. João XXIII começou o desmonte que acabou no politicamente correto. Meu último lamento católico antes de abraçar o humanismo racionalista foi pela perda do Latim. Abraços.

      1. De certa forma, sim. Por exemplo. o Papa andou dando opiniões favoráveis aos gays no passado recente, embora tenha se retratado este ano. Mas o ponto não é esse. Eu me refiro à beleza estética e contemplativa do Latim, que acabou sacrificado na liturgia, em função de posicionamentos populistas. Os populistas são sempre políticamente corretos com seus seguidores.

        (*) Não me importo com a igreja, desde que ela se mantenha fora do meu caminho.

        Saudações!

  3. Minha sugestão pra começar a missa

    “Exorcizamus te, omnis immundus spiritus,

    omnis satanica potestas, omnis incuriso infernalis adversarii,

    omnis legio, omnis congredatio et secta diabolica…

    Ergo…

    Perditionis venenum propinare. Vade, satana,

    inventor et magister omnis fallaciae. Hostis humanae salutis.

    Humiliare sub potenti manu dei. Contremisce et effuge.

    Invocato a nobis sancto et terribile nomine. Quem inferi tremunt…

    Ab insidis diaboli, libera nos, domine. Ut ecclesiam tuam secura tibi facias,

    libertate servire, te rogamus, audi nos.”

Deixe um comentário, mas lembre-se que ele precisa ser aprovado para aparecer.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s