O Google Maps de uma tumba

Este garotão aí de cima é nosso amigo Amun-her-khepeshef (normalmente, vem um “C” depois, porque teve outros Amun-her-khepeshefs antes). Ele foi rei que mandou e desmandou no Egito por oito anos e dois meses, pertencente à 20ª Dinastia, o que nos situa em mais ou menos final do século XII A.E.C., uns 6 mil anos antes do surgimento do mundo, para o caso de você ser fundamentalista.

Como ficar escrevendo Amun-her-khepeshef C é chato, vamos encurtar para um título pelo qual ficou conhecido: Ramsés VI. 8 anos para os dias de hoje parece que nem é muita coisa (ainda mais se você for presidente com delírios de grandeza), mas para a época é um tempo respeitável. Um tempo no qual Ramsés VI, nos primeiros dois anos após sua coroação, interrompeu os frequentes ataques de saqueadores líbios no Alto Egito e enterrou seu predecessor no que agora é uma tumba desconhecida da necrópole de Tebas.

Ramsés VI usurpou KV9, uma tumba no Vale dos Reis planejada por e para Ramsés V, e a ampliou e redecorou para si mesmo. As cabanas dos artesãos perto da entrada do KV9 cobriam a entrada da tumba de Tutancâmon, salvando-a de uma onda de roubos de tumbas que ocorreram 20 anos após a morte de Ramsés VI.

A tumba de Ramsés VI tem algumas das decorações mais diversas do Vale dos Reis, e seu traçado é constituído por um longo corredor, dividido por pilastras em várias seções, conduzindo a uma sala com pilares, de onde desce um segundo longo corredor para a câmara mortuária. A escavação da câmara mortuária ainda não foi totalmente concluída, mas em sua parede posterior pode-se ver tem dois pilares que ainda estão conectados à parede atrás deles, em vez de estarem separados.

Claro, começar a ler estas descrições é chato. Só essa fotinha, André? Pois é, eu teria que colocar zilhões delas, pois tudo é interessante. Que tal algo melhor? Que tal VOCÊ dar um rolé nela sem sair de casa? Pois é, você pode fazer uma visita virtual e passear pelo imenso corredor e explorar literalmente do chão ao teto. Basta entrar neste site:

https://my.matterport.com/show/?m=NeiMEZa9d93&mls=1

Divirta-se nesta sexta-feira que você devia ter ficado com a bunda em casa, já que feriado gigante não é para você meter o louco. Se resolver sair, que a Maldição do faraó te pegue… ou que o Coronga te pegue mesmo, de ´preferência com você se ferrando sozinho, sem contaminar ninguém.


PS. Ia me esquecendo: EU FALEI FARAÓ-ÓÓÓÓ!!!!

5 comentários em “O Google Maps de uma tumba

  1. Olá Prof. André
    Excelente este link! Quase não dá pra acreditar que as inscrições e desenhos tenham toda esta idade! Estão muito bem conservados! (claro que não entendo nada disto, é uma opinião de leigo). Dei uma olhada em um livro que tenho: “Deuses, Túmulos e Sábios” (é um livro antigo) que tem uma cronologia das dinastias egípcias. A XXª dinastia vai de aproximadamente 1200AEC até 1090AEC. e menciona de Ramses IV até Ramses XI (1168-1090). Ou seja, o lugar tem mais de 3000 anos!

Deixe uma resposta para hsramos Cancelar resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s