Na USP você aprende que problemas na tireoide lhe faz virar gay

Eu acho que qualquer um tem o direito inalienável de ter a orientação sexual que quiser. Nem mesmo taras eu fico discutindo, quanto mais se a pessoa beija meninos, meninas ou programadores Java. Isso é muito feio, gente! Não ajam assim (e isso vale tanto sobre regrar a vida sexual dos outros quanto programar em Java). O problema é quando a tireoide tá zicada e o sujeito de gaúcho mucho macho resolve falar fino, se muda para o Canadá e se torna lenhador.

E sim, tudo problema na tireoide, aquela safadinha… bem, foi isso que um professor da USP, tida como melhoooooooooooor universidade do Brasil disse.

Durante uma aula na Escola de Educação Física e Esporte da USP, o professor Antonio Carlos Simões, que leciona “Dimensões Psicológicas da Educação Física e do Esporte”, veio com o seguinte powerpoint:

Caso você não tenha conseguido ler ou é deficiente visual, o slide tem escrito:

A Tireoide

Dos distúrbios da tireoide podem resultar, além de outros, distrofias genitais, homossexualismo, masculinização das mulheres, desvirilização nos homens, deficiências suprarrenais, tendências a fadiga e incapacidade de suportar estados de tensão (estresse)

Importante – avaliar o quanto o perfeito ou imperfeito funcionamento da tireoide influi na eficacidade de praticamente todos os tipos de atividades

Claro, depois de chamado pela reportagem da Folha, ele soltou o famoso miguém olha, não é bem isso”, mas o texto do slide ainda está lá; talvez, alguma confluência cósmica mediante um evento caótico em nível quântico tenha rearranjado as letras. É possível se levarmos em conta que, estatistcamente, toda probabilidade é possível, mesmo as muito, muito, muitíssimo remotas.

A parada aconteceu no dia 25/10 e a direção jogou aquela conversa mole que não é bem assim e eles até tem amigos gays, mas que ia levar um papo com o professor na segunda-feira a seguir (ontem, no caso). O que vai acontecer? Vão perguntar como ele deu uma bandeira dessa e tomar uma chamada para não fazer algo assim de novo, depois vai todo mundo tomar um café e ficar por isso mesmo e talz.

Semana que vem teremos outro slide. Provavelmente com alguma besteira nova, claro.


Fonte: Folha

2 comentários em “Na USP você aprende que problemas na tireoide lhe faz virar gay

Deixe um comentário, mas lembre-se que ele precisa ser aprovado para aparecer.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s