Entrevista mostra que pessoas ainda estão naquela de “tarefa de menino” e “de menina”

Muitos heterossexuais não entenderam como homossexuais funcionam. Não, não estou me referindo a isso, mas aquilo. Não, péra. Aquilo também não. Ah, desisto, a maioria dos héteros não sacam nada sobre homossexuais, por isso saem aquelas perguntas idiotas como “quem entra vestido de noiva na cerimônia de casamento?”

Um grupo de cientistas sociais (sim, eles existem, longe dos babacas que ficam discutindo miséria em apartamento da Vieira Souto) resolveu pesquisar a percepção da população dos EUA sobre como veem.

Natasha Quadlin é doutoranda do Departamento de Sociologia da Universidade de Indiana. Ela resolveu estudar as crenças dos americanos sobre a forma como os parceiros devem dividir tarefas e funções de guarda de criança. A versão TL;DR é que eles acham que homem faz tarefa de menino, mulher faz tarefa de meninas. Mas vai um pouco além disso.

Para o caso de casais homossexuais, a percepção é ainda presa a estereótipo. O membro que parecer mais “masculino” deverá, segundo percepção média, atuar como o homem da relação, tendo comportamento mais masculino, preferindo fazer tarefas mais masculinas, como abrir pote de azeitona, rachar lenha e colocar o lixo fora. Já o membro mais “feminino” deverá ter comportamento de mulheres, como fazer faxina, cozinhar e se apossar do controle remoto.

Sim, é estranho, mas a mentalidade que poderíamos ter como atrasada ainda persiste. na pesquisa de Quadlin ficou demonstrado que entre casais heterossexuais, cerca de 75% dos entrevistados achavam que os parceiros do sexo feminino em casais heterossexuais devem ser responsáveis ??por cozinhar, lavar roupa, limpar a casa e comprar mantimentos. Quase 90 por cento dos entrevistados achavam que os homens heterossexuais devem ser responsáveis pela manutenção do automóvel e tarefas ao ar livre e pagar as contas. Sim, ainda estamos na ideia que o homem é que tem que ser provedor da casa. E isso independe da renda relativa, hobbies e interesses pessoais. Isso era aceito tanto pelos homens quanto por mulheres. Machismo? Calma que a pesquisa ainda não acabou.

Quando os entrevistados foram solicitados a atribuir tarefas entre parceiros do mesmo sexo, tradicionalmente tarefas do sexo feminino foram geralmente dadas ao parceiro mais afeminado, independente se são do sexo masculino ou feminino. E não, aqueles gêneros malucos do Tumblr como “maionese” não são levados em conta. Ninguém leva Tumblr a sério! As tarefas do sexo masculino foram normalmente designadas para o parceiro mais “masculino”. 66% dos entrevistados acreditavam que o parceiro mais feminino deve ser responsável pela compra de mantimentos, 61% sentiram que esse parceiro deve cozinhar, e 58% pensavam que esse mesmo parceiro “feminino” deve limpar a casa e lavar a roupa. Por outro lado, 67% dos entrevistados acreditam que o parceiro mais “masculino” deve lidar com manutenção do automóvel e tarefas ao ar livre.

Claro, você muito provavelmente achará isso um absurdo. Não é. Você achará preconceituoso. Não é. É uma questão de evolução de sociedade numa velocidade maior que a percepção da evolução da sociedade. Nenhum de nós é idiota para acreditar que escravidão é uma coisa boa, mas quando se nasceu nesse sistema, a percepção que aquilo é normal é muito grande e requereu um laborioso trabalho psicológico para meter na cabeça das pessoas que ter uma pessoa escravizada não é algo legal e que, a despeito das aparências, escravos eram tão humanos quanto seus donos. E nem falo “negros” porque escravatura existe desde que o mundo é mundo, não que continue sendo legal por isso.

Da mesma forma, homossexuais existem desde que o mundo é mundo, e isso inclui quando os macacos pelados Homo sapiens sequer tinha aparecido, como podemos ver em outras espécies. Levando em conta que até a década de 1960, muitos países tinham leis contra casamento inter-racial, e hoje já é algo bem natural, a despeito de alguns escrotos ficarem falando besteira (curiosamente, tanto brancos quanto negros falam mal, mas isso é assunto pra outro dia). Com casais homossexuais é a mesma coisa. Você pode ser descoladaço, mas sua avó terá maiores problemas em aceitar isso, o que não é digno de reprovação, ainda mais que eu acho que as pessoas têm direito a ter opiniões, o problema é quando uma opinião pessoal acaba virando ódio. Tolerância leva tempo, e as pessoas ainda estão se acostumando a casais de mesmo sexo vivendo juntos abertamente, fazendo compras etc. a sociedade ainda está entendendo como eles levam a vida.

Claro, esse percentual acima (feito junto à população dos EUA, e não de forma geral, pois aqui nós estudamos comportamentos homossexuais com pesquisadores indo pro banheirão fazer sexo oral nos objetos observados) mostra o quanto as pessoas ainda são burras, mas elas aprendem com o tempo.

Bem, espero.

A pesquisa intitulada “Making Money, Doing Gender, or Being Essentialist? Partner Characteristics and Americans’ Attitudes Toward Housework” (Ganhando Dinheiro, Fazendo Gênero ou Sendo Essencialistas? Características de parceiros e atitudes dos americanos em Relação ao Trabalho Doméstico) será apresentada na 111ª Convenção da American Sociological Association.

9 comentários em “Entrevista mostra que pessoas ainda estão naquela de “tarefa de menino” e “de menina”

  1. No desenho do Cartoon Network “Clarencio, o otimista” uma das crianças (Jeff) e criado por um casal de lésbicas com essas características, uma que se veste de homem e outra de mulher bem como o comportamento.

    (Isso mesmo que você leu, tem personagens homossexuais em um desenho do CN! e isso é incrível!)

    Outra série que tem um casal gay com essas caracteristicas é Modern Family (fox), que também é uma série ótima.

    Sinal de que as coisas estão mesmo mudando já que no desenho antigo dos Flinstones os casais dormiam em camas separadas.

  2. “pois aqui nós estudamos comportamentos homossexuais com pesquisadores indo pro banheirão fazer sexo oral nos objetos observados”

    Isso é sério ou foi só para ilustrar?

      1. Coloquei no meu Facebook. Desde que eu fiz meu cadastro não tinha visto tanta visualização em um mesmo post meu. Claro, maioria defendendo o sujeito/objeto do “estudo”.

Deixe um comentário, mas lembre-se que ele precisa ser aprovado para aparecer.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s