Bactéria do bem protege contra mosquito que transmite Zika e Chikungunya

Bactérias e vírus se estranham desde sempre. Entretanto, nenhuma bactéria anda na moda como os vírus do Zika e do Chikungunya, apesar de ter umas bem piores por aí. Enquanto estes vírus acabam com o dia das pessoas e o médico simplesmente diz que é “virose”, nossa melhor arma pode estar numa daquelas bactérias boazinhas, que podem nos ajudar a combater estes malvados.

O dr. Matthew Aliota é cientista-assistente da Faculdade de Medicina Veterinária, da Universidade Wisconsin-Madison. Ele adora coisa que se mexe, como os artrópodes, e ficou pensando se tinha como impedir o Aedes aegypti de infectar as pessoas com aqueles seus asseclas safados. Aliota e colaboradores em várias instituições de pesquisa estudam como a  Wolbachia pipientis pode bloquear completamente a transmissão do vírus Zika em Aedes aegypti, as espécies de mosquitos responsáveis ??pela transmissão do vírus para os seres humanos.

A Wolbachia pipientis atua infectando o mosquito, isto é, a fêmea do mosquito. Ela é uma bactéria intracelular, ou seja, vive apenas dentro de células. As células de mamãe mosquita ficam infectadas com a Wolbachia e são transmitidas aos filhos. O problema está na chamada “incompatibilidade citoplasmática”, que é mais ou menos assim. O candidato a papai mosquito acaba infectado com a W. pipientis pela sua mãe ao ser gerado. Quando ele vai fazer fuk-fuk com uma mosquita sem a bacteriazinha, fertiliza os óvulos de mamãe mosquita, só que estes óvulos morrem. Ou seja, a mosquitinha não vai produzir novos mosquitinhos.

Muito legal, né? Mas isso nem é novidade. Mesmo porque, as informações acima foram coletadas no site da FIOCRUZ, publicadas em 2012.

Pô, notícia velha! Cientista vagabundo publicando coisa que já existe!

Er… na verdade, não. Se prestar atenção na postagem da FIOCRUZ, ela estava falando de impedir alastramento da dengue. Mas como o Aedes TAMBÉM é vetor de Zika e Chikungunya, PUMBA!, resolve para esses casos também.

Vai livrar o mundo dessas doenças? Claro que não, mas vai reduzir muito a proliferação.

Obviamente, você quer detalhes. Quer? Quer? Então vai lá no Scientific Reports, que o artigo está todo aberto e esperando você entrar.

2 comentários em “Bactéria do bem protege contra mosquito que transmite Zika e Chikungunya

  1. André, desculpe-me pela ignorância (devo ter entendido mal), mas o pessoal da Fiocruz “comeu mosca”?

    Pelo que entendi, eles observaram há cerca de quatro anos, que essa bactéria ajudava no controle do vetor da dengue, mas por alguma razão (os governantes talvez?), a descoberta não foi muito usada (ou pelo menos, divulgada), tempos depois, quando surgem a Zika e a Chikungunya, ninguém lembra disso, sendo necessário que um cientista norteamericano lembre do trabalho e faça um novo propondo o uso da bactéria?

    Foi isso mesmo?

Deixe um comentário, mas lembre-se que ele precisa ser aprovado para aparecer.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s