Cientistas chegam cada vez mais perto da cura definitiva do Ebola. Chupa, Tedson!

Hoje é dia 14 de agosto de 2019. O guerreiro cravou no coração da fera a lâmina forjada pelos antigos. Por anos, esta fera aniquilou vidas, causou mortes horríveis e dolorosas, não só para as vítimas como para seus familiares. No campo de batalha, o guerreiro gritou “Yimambê”, as hordas partiram para batalha em quatro frentes. Duas conseguiram o seu objetivo.

O guerreiro é o dr. Muyembe-Tamfum, e ele chefia as hordas de médicos e demais profissionais de saúde do Congo, em que as frentes de batalhas são remédios. A fera derrotada? O ebola! Sim, isso mesmo. Dois novos tratamentos se mostram eficazes a ponto de, nos estágios iniciais, mandar pra vala o ebola de uma vez por todas em 90% dos casos!

Continuar lendo “Cientistas chegam cada vez mais perto da cura definitiva do Ebola. Chupa, Tedson!”

Pesquisa compara psicoterapia com placebo. Não que esteja errada

A diferença entre psicoterapia, homeopatia e placebos é que placebos são honestos em admitir que são placebos. É troço muito louco, já que o placebo funciona mesmo quando você sabe que é placebo. O problema é quando o placebo é um placebo tão vagabundo que lá pelas tantas você já não tem certeza, mas continua tomando porque vai que… É o caso da fosfoetanolamina, por exemplo.

O mesmo se dá com psicoterapia, que efetivamente é um placebo. Funciona, mas só porque lhe convenceram que funciona. Nos comentários, gente tendo ataques de pelanca. Corre lá pra ver, eu espero.

Voltou? Ótimo!

Continuar lendo “Pesquisa compara psicoterapia com placebo. Não que esteja errada”

Transplante de fezes ajuda a combater o câncer

Eu gosto da paranoia estúpida de gente que berra aos quatro ventos que não existe a cura do câncer pois a Big Pharma impede, de forma que viva lucrando às custas das pessoas doentes. O fato de não haver “O” câncer, mas quase 200 tipos de doenças que recebem esta classificação, e 80% delas serem curáveis, nunca entra na conta. Agora, temos mais um tratamento promissor contra o câncer: transplante autólogo de microbiota fecal. Gostou do nome? Pois é. Basicamente, é transplante de cocô.

Eu espero você parar de fazer cara de nojinho.

Continuar lendo “Transplante de fezes ajuda a combater o câncer”

Bactérias sem senso de camaradagem produzem substâncias antibacterianas

Bactérias são uma constante em nossa vida, seja para o bem ou para o mal. Algumas bactérias são patogênicas e isso significa que fazem um mal desgraçado. Vírus não são nada perto de uma bactéria daquelas bem motherfucker. A nossa pele está lá, cheinha de bactérias, sendo que larga maioria pode viver na pele humana sem prejudicar o hospedeiro, mesmo porque isso seria uma atitude burra do parasita, e nós sabemos o quanto tudo foi divinamente planejado, né?

Agora, pesquisadores estão atrás dessas colônias de bactérias que não só não nos prejudica, como ainda produzem substâncias antimicrobianas.

Continuar lendo “Bactérias sem senso de camaradagem produzem substâncias antibacterianas”

Bactéria do bem protege contra mosquito que transmite Zika e Chikungunya

Bactérias e vírus se estranham desde sempre. Entretanto, nenhuma bactéria anda na moda como os vírus do Zika e do Chikungunya, apesar de ter umas bem piores por aí. Enquanto estes vírus acabam com o dia das pessoas e o médico simplesmente diz que é “virose”, nossa melhor arma pode estar numa daquelas bactérias boazinhas, que podem nos ajudar a combater estes malvados.

Continuar lendo “Bactéria do bem protege contra mosquito que transmite Zika e Chikungunya”

Pesquisadores identificam sinal químico que atua no câncer colorretal

O câncer colorretal (também chamado também de câncer de cólon e de reto ou câncer do intestino grosso), é um profundo  defensor da igualdade entre gêneros, pois ataca indistintamente homens e mulheres. Normalmente, o câncer colorretal se desenvolve gradativamente por uma alteração nas células que começam a crescer de forma louca e desordenada,  sem contudo apresentar qualquer sintoma. Mas, claro, as pessoas são babacas e odeiam ciência , medicina, médicos e tudo o que diz respeito à saúde que não venha de numerólogos, astrólogos ou da vizinha do 802, que saca de tudo: desde espinhela caída até "troço", "coisa" e ziquizira. Normalmente é mau-olhado.

Detectar a doença precocemente é muito importante, já que, diferente do que s toupeiras que defendem a fosfoetanolamina dizem, conseguimos curar 80% dos casos de câncer, bastando serem descobertos a tempo. Mas seria tão mais legal se pudéssemos ter mais remédios capazes de combater isso, né?

Seus desejos foram atendidos.

Continuar lendo “Pesquisadores identificam sinal químico que atua no câncer colorretal”