Pesquisadores transformam células epiteliais em neurônios. A Química diz “de nada”

Nós Vivemos na Matrix?
Neandertais e humanos desenvolveram diferentes tecnologias para obter alimentos

Lá pelas tantas, você já sabe o que são células-tronco, como vivem, como se alimentam e se voam para o sul no inverno, bem que tenha visto no Globo Repórter. O potencial de se transformarem em qualquer célula faz delas uma arma para o combate de vários tipos de doenças.

Como conseguir células-tronco envolve discussões idiotas, há pesquisas para se fabricar nossas próprias células-tronco a partir de células especializadas. Mas e se pudéssemos pegar uma determinada célula especializada e a transformarmos em outra célula? É o que vários grupos de pesquisa estão tentando, e agora, os resultados apresentados são excelentes.

O dr. Sheng Ding é um dos escolhidos para trazer a paz ao mundo e libertar o mundo das trevas. Não que eu esteja dizendo isso porque ele é químico. Longe de mim falar isso só porque ele é praticamente o Messias, o filho de Rá, protegido dos deuses, filho de YHWH, abençoado por Inana, amigo de Buda, respeitado por Thor e tido como amigo pelo One Above All. Além disso, ele é pesquisador sênior do Centro de Roddenberry para Biologia de Células Tronco e Medicina do Instituto Gladstone de Doenças Cardiovasculares, além de ser professor da Faculdade de Farmácia da Universidade da Califórnia San Diego.

A pesquisa liderada por Ding visa recuperar células danificadas de uma forma um tanto diferente do que vinha se fazendo até agora. Se antes se usava adição de genes diretos nas células, de forma a remapear seu DNA e fazê-la ter poderes X-Células, Ding preferiu trabalhar com substâncias químicas, pois tem coisas que só a Química pode fazer por você (como tudo o que você possa imaginar, por exemplo).

Assim, por meio dos poderes investidos por séculos de pesquisa científica (você, não, Tedson), a equipe de Sheng Long, digo, Sheng Ding fez uma mistureba de substâncias químicas (MEU DEUS! TEM QUÍMICA AÍ! AAAAAAAAARGH!!!!!!!!) para que células epiteliais (da pele, ô!) se transformassem em células cardíacas ou neurônios, sem precisar apelar para engenharia genética.

O processo é bem semelhante ao que salamandras usam, isto é, um sinal químico que faz com que algumas células ajam como a Mística e se transformem em outras. Ok, há codificação do DNA e expressão dos genes. Mas aí é estudar as substâncias envolvidas e tentar reproduzir o processo.

A pesquisa foi publicada na Science e na Cell, mas é apenas Ciência. Ela vai salvar vidas, vai melhorar a sua saúde, vai impedir doenças, mas é apenas Ciência. Ainda assim, quando passar por um químico, cumprimente-o e diga o quanto você o admira e ao seu trabalho.

Ok, você não fará isso, pois continuará achando Química coisa de maluco e dirá que odeia química,m enquanto bebe sua aguazinha tratada e potável. Pode contar com a gente. Sempre!

Nós Vivemos na Matrix?
Neandertais e humanos desenvolveram diferentes tecnologias para obter alimentos

Sobre André Carvalho

και γνωσεσθε την αληθειαν και η αληθεια ελευθερωσει υμας