Problemas na concentração de bicarbonato pode levar à morte em idosos saudáveis

Se você estudou num colégio que presta, você sabe o que é pH, certo? Bem, muito provavelmente, você decorou que pH mede acidez, mas não é bem assim. O pH mede o potencial hidrogeniônico, a concentração de íons H+ numa determinada solução. Claro, a quantidade de hidrogênios ionizáveis nos informa o quanto uma solução é mais ácida que outra, se formos pegar a definição de Arrhenius. Quando mais hidrogênios ionizáveis, maior o caráter ácido. Ou seja, se eu pegar um copo de água (pH = 7) e ir adicionando gotas de ácido clorídrico, por exemplo, mais ácida essa solução acabará ficando.

Então, se levarmos em conta o que comemos e bebemos, muitas substâncias ácidas seriam ingeridas, indo parar no sangue. Então, é correto pensar que o pH do sangue estaria variando constantemente, certo? Sim, se não fosse uma coisa chamada “solução-tampão”, que no caso do sangue, mantém um pH em torno de 7,4. Essa solução-tampão é à base de bicarbonato, e pesquisas recentes que baixa concentração de bicarbonato, como qualquer outra coisa necessária, pode acarretar problema de saúde, levando, inclusive à morte.

Mas que diabos é uma solução-tampão?

Uma solução-tampão normalmente é um sistema em equilíbrio químico entre um ácido fraco e seu respectivo sal, ou uma base fraca e seu respectivo sal também, também chamado “par conjugado”. Quando você adiciona base, ao invés do seu pH subir, ele se manterá. Se adicionar ácido, o pH da solução não vai descer.

Bem, quer dizer, sim, o pH vai mudar, mas não tão rapidamente. Obviamente, se você jogar grande quantidade de acido, a solução-tampão vai lhe perguntar se você está de sacanagem. Mas, de um modo geral (e não da forma boçal que você está pensando em fazer), o pH irá se manter. Isso tudo, claro, é calculado para termos uma solução com um pH bem definido, seguido de ajustes finos, mas vou poupar-lhes de cálculos e detalhes desnecessários.

Um dos nossos principais controles metabólicos ficam a cargo dos rins. Como o metabolismo celular tende a descarregar ácidos como produto catabólicos, cabe aos rins a manutenção do equilíbrio ácido-base através de reabsorção de íons bicarbonato bicarbonato. Conforme vai se reabsorvendo íons bicarbonato, o deslocamento do equilíbrio faz com que mais vá sendo produzido, reduzindo a acidez no sangue.

Claro, se tudo funcionasse perfeitamente, significaria que somos um projetinho muito bem feito (ou teríamos capacidade de ter sangue absurdamente ácido, como no caso do Alien). Como não é assim que a banda toca, em  muitos casos temos baixos níveis de íons bicarbonato, o que não é lá muito legal, pois pode acarretar elevado risco de morte prematura em indivíduos mais velhos, mesmo estando saudáveis. Ao menos, aparentemente.

O dr. Kalani Raphael é nefrologista e trabalha em Salt Lake City, no estado norte-americano de Utah, atuando no Departamento de Saúde da Universidade de Utah. Ele trabalha no e é afiliado com vários hospitais da região, incluindo a Universidade de Utah, além de alguns hospitais, trabalhando até mesmo no hospital de veteranos. Seu trabalho visa entender como o desequilíbrio quimico-metabólico de soluções-tampão, em especial a dinâmica bicarbonato-ácido carbônico, pode causar sérios problemas a indivíduos, mesmo estando aparentemente saudáveis. O problema é que bioquímica não está se importando muito se você está marombado.

O dr. Raphael e seus colaboradores analisaram como as medições de pH, dióxido de carbono, e ligação com bicarbonato influenciam na sobrevivência a longo prazo em indivíduos idosos, coletando informações relativas a 2287 participantes, de várias etnias e com idade entre 70 anos a 79 anos, numa pesquisa que começou em 1997.

Sim, pesquisa científica não descobre as coisas de uma hora pra outra, como nos filmes.

De acordo com as informações coletadas, pessoas com níveis normais ou altos de íons bicarbonato tiveram um risco semelhante de morrer durante o acompanhamento, mas os participantes com baixa concentração de bicarbonato tiveram um risco 24% maior em comparação com esses grupos. Ou seja, quanto menor a concentração de íons bicarbonato, maiores as chances de você ir bater um papinho com o deus que você acredita.

Normalmente, determinação de concentração de bicarbonato é feito em pacientes na UTI e pronto-socorro. Além disso é analisado queda no pH, elevação de íon lactato e concentração de eletrólitos intracelulares, especialmente o potássio, já que é indicativo de hipoperfusão sistêmica (quando a circulação sanguínea está… como direi… uma bosta!) e há alta probabilidade de necessidades de diálise.

Os resultados sugerem que as concentrações de bicarbonato no sangue podem ajudar os médicos a identificar as pessoas com risco elevado de morte prematura. Em pessoas com níveis baixos de bicarbonato, alguns podem beneficiar de um aumento da ingestão de alimentos que produzem bicarbonato no corpo, tais como frutas e legumes.

Como o dr. Kalani Raphael é um médico responsável e um pesquisador sério, ele não divulgou seu trabalho no YouTube, nem postou no Facebook. Ele publicou primariamente sua pesquisa no periódico Clinical Journal of the American Society of Nephrology.

2 comentários em “Problemas na concentração de bicarbonato pode levar à morte em idosos saudáveis

  1. Parabéns André pela matéria como sempre os americanos bem a frente de nós meros brasileiros. o dr. Kalani Raphael como podem ver estudou e é uma entidade real.

    Viu como é fácil provar algo. Agora os milagreiros de plantão esses sim sempre com a conversa mole de que o primo da irmã da cunhada da minha tia foi curado pelo papai do céu.

    Que Iluvatar os proteja e Melkor os puna.

Deixe um comentário, mas lembre-se que ele precisa ser aprovado para aparecer.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s