Ministério Público mineiro quer proibir vacina contra o HPV

O Brasil que odeia Ciência tem zilhões de especialistas, mesmo sem serem especialistas em bosta nenhuma. Como eu falei no vídeo sobre Judicialização da Saúde, temos o Judiciário se intrometendo em assuntos dos quais não faz a menor ideia do que se trata. São liminares obrigando a USP, que não é nenhuma indústria farmacêutica a produzir fosfoetanolamina, que não tem nenhuma comprovação de eficácia até agora. Em contrapartida, o Ministério Público Federal em Minas Gerais ajuizou uma ação civil pública pedindo que a Justiça Federal proíba a rede pública de Saúde de aplicar a vacina contra o HPV. Segundo, ela, a vacina não cura câncer de colo de útero. Gênio, né?

Tentando nos vacinar das maluquices de adêvogadus ensandecidos, esta é a sua SEXTA INSANA!

Vocês sabem o que é um ônibus com 20 advogados caindo de um despenhadeiro? Um desperdício. Só sentados cabem 44.

Nada pior que pessoal do serviço judiciário cismando em mostrar as caras, naquele ímpeto de querer aparecer. Eu até entendo. O cara fica lá na salinha dele, com um computador vendo Netflix e ganhando um salário altíssimo. A vida fica chata, os filmes estão repetitivos… Bem, vamos nos meter em qualquer bosta de assunto. Pelo menos, deve ser assim que o procurador da República e autor da ação, Cléber Eustáquio Neves, “pensa”. Mas quem é o Cléber, mesmo?

Qual a diferença entre tragédia e catástrofe? Tragédia são dois trens lotados de advogados se checando de frente. Catástrofe todos eles sobreviverem.

Cléber Eustáquio Neves é o procurador da república com muita coisa na cabeça e uma pia que… ó…, um brinco! Em 2012, ele entrou com uma ação que queria que o dicionário Houaiss fosse retirado de circulação, e que a tiragem, venda e distribuição de novas edições fossem suspensas também, já que trazia, no verbete “cigano” a definição “velhaco”. Sim, eu publiquei isso. Afinal, no mundinho leite-com-pêra do Cléber, tudo é lindinho, com campos verdejantes teletubianos. Um fofo, né?

Um sujeito estava com problemas no testículo esquerdo. (aquela coisa já estava quase necrosando!) Pede ajuda a um amigo que o encaminha a um médico, que disseram ser um excelente especialista, mas que não demorasse, pois o cara era ocupado porque… bem… é um senhor especialista! O sujeito vai até o prédio, mas erra o andar e entra na sala de um advogado

– Doutor – diz o homem – o senhor precisa dar um jeito nisso aqui! – E arreia as calças.

O advogado surpreso diz: – Mas meu senhor! Minha especialidade é Direito!

O homem, humilhadíssimo, levanta as calças e sai murmurando – Vai ser especialista na PQP!

Cléber parece ser daqueles velhos rabugentos e implicantes. Sou capaz de apostar que ele foi em alguma farmácia e deram um chega pra lá nele. Por quê? Porque em 2014, Cléber ingressou com ação civil pública para que a ANVISA liberasse a venda de antibióticos sem a exigência de receita médica, pois, segundo ele e sua proficiência no conhecimento de microbiologia, esse negócio de Seleção Natural é coisa de gente tacanha e não tem essa de superbactérias. Aposto que ele foi comprar algum antibiótico megapower e o farmacêutico brecou. Ele deve ter dado carteirada, o farmacêutico chamou a polícia e ele ralou peito. Posso estar viajando, mas vejam se não faz sentido!

Se você perguntar a um engenheiro quanto é 2 + 2, ele diz “4”. Se você perguntar a um economista, ele responderá “depende”. Se você perguntar a um advogado quanto é 2 + 2, ele diz “Quanto você quer que dê? Acresça 30% de honorários”.

Agora, você vai se emocionar com um procurador da pesada aprontando mil e uma confusões. Cléber ataca de novo e diz, com sua pose de especialista, que vacina contra HPV não cura câncer de colo de útero, o que ele está absolutamente certo. Ele alega que não há testes, o que está absolutamente errado. Além disso, ele insiste que mnão houve testes clínicos, já que é muito recente. Interessante, então, o bando de ignorantes que formam o Centro de Controle de Doenças de Atlanta deveria se consultar com Cléber, que deverá ministrar cursos sobre isso, certo? Não sei, mas enquanto isso, o CDC apoia a aplicação da vacina. A Fundação Instituto Oswaldo Cruz também.Assim como o Instituto Nacional de Saúde Pública. Até o Christian Today apoia a vacina contra HPV, mas Cléber acha que como o Japão reportou casos de efeitos colaterais, a vacina não presta para ser aplicada aqui. Afinal, esse negócio de etnia é construção social, certo? Se negros têm maior tendência a anemia falciforme, todo mundo tem.

Um engenheiro estava pescando no Caribe e encontrou-se com um advogado. Papo vai, papo vem, e o advogado comenta “a vida tem dessas coisas. Só posso ficar aqui porque minha casa se incendiou e perdi todos os meus bens. A seguradora me pagou um bom dinheiro e pude reconstruir a minha vida.”

O engenheiro comenta “sei como é isso. Por causa de um terremoto, também perdi a minha casa e tudo o que tinha lá, mas o seguro me indenizou.”

O advogado olha inquisitivo pro engenheiro e pergunta “mas como você conseguiu produzir um terremoto?”

No Brasil da pseudociência, em que Homeopatia é especialidade médica e rezadeiras ganham prêmios culturais, fica difícil nós termos algum desenvolvimento científico. Enquanto HPV é entendido por um simples advogado como não tendo validade, a despeito de ter passado por todos os processos do Método Científico, fosfoetanolamina continua com o hype caminhando a todo vapor. Que legal isso, né?

Valeu, Cléber!

Um advogado que tomou uma volta do seu sócio resolveu se suicidar. Vai no meio da rua, joga um litro de gasolina sobre o corpo e quando vai atear fogo, uma mulher o segura pelo braço.

– Não faça isso não, seu moço! – Diz ela, comovida com a dramática situação. – Se o problema é dinheiro, a gente vai dar um jeito! Ela pega uma sacolinha e começa a abordar os carros pedindo auxílio. Vinte minutos depois ela volta com a sacolinha quase cheia.

– Quanto você conseguiu? – Pergunta o advogado, ansioso.

E ela: – Não muita coisa! Uns quinze isqueiros e 6 caixas de fósforos!

11 comentários em “Ministério Público mineiro quer proibir vacina contra o HPV

  1. “Nunca pergunte a um preguiçoso sobre trabalho e nem a um covarde sobre a guerra… e no Brasil não pergunte a um Juiz sobre ciências… pensando bem esquece esse lance de ciências no Brasil.”

  2. O cara é reincidente em asneiras e ganha milhares de reais a mais que eu! Eu devo estar fazendo alguma coisa errada!

    1. Tá mesmo. Tem que se comportar como um verdadeiro idiota! Só assim para ser ouvido e ficar rico no país da pseudociência.

  3. Um engenheiro morreu e foi pro inferno.
    Um dia, Deus olhando os registros percebeu o erro e ligou pro Capeta:
    _ Tinhoso, chegou um engenheiro aí ano passado e foi erro. manda ele pra cá:
    _ De jeito nenhum – disse o Capeta. O cara instalou ar condicionado, consertou a rede de computadores, pôs água encanada e fez uma sauna no lago fumegante. Aqui tá um paraíso. ele fica!
    _ Mas isso tá errado! Manda esse engenhiro pra cá agora ou eu vou te processar!
    O Diabo rindo disse:
    _ Hahahaha, e onde você vai achar algum advogado no céu?

  4. Como bons deuses que são, eles têm que continuar a vigiar sobre a vida dos pobres mortais.

    “- O que falta ao advogado que está com cimento até o pescoço?
    – Mais cimento.”

  5. Minha nossa, o cara é um completo sem-noção, deveria estar em um manicômio e não no Ministério Público!

  6. Pior que ele tem um monte de seguidores que acham que essa vacina não funciona, que estamos sendo usados como cobaias, etc. Curioso que aí é errado mas pra fosfoetanolamina o povo QUER ser cobaia.

    1. Errado! Querem que os parentes queridos que estão morrendo sejam cobaias. Ninguém saudável se voluntariou a tomar o remédio pra provar que não tem efeitos negativos!

Deixe um comentário, mas lembre-se que ele precisa ser aprovado para aparecer.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s