Advogados evangélicos deram OK para a Portaria de Satanás

O MINISTRO DE ESTADO DA JUSTIÇA E SEGURANÇA PÚBLICA, no uso de suas atribuições que lhe conferem inciso II do parágrafo único do art. 87 da Constituição, e o inciso V do art. 37 da Lei nº 13.844, de 18 de junho de 2019, e com base no § 2º do art. 7º da Lei nº 9.474, de 22 de julho de 1997, no inciso IX do art. 45 e § 6º do art. 50 da Lei nº 13.445, de 24 de maio de 2017; e no parágrafo único do art. 191 e art. 207 do Decreto nº 9.199, de 20 de novembro de 2017, resolve:

Bem, é assim que começa uma portaria expedida pelo Ministério da Justiça. Em resumo, esta portaria veda o ingresso no país de estrangeiros suspeitos de envolvimento em crimes específicos, como terrorismo. Seria como proibir que parasitas políticos brasileiros no exterior pudessem voltar ao Brasil, mas não é bem assim. Claro, teve gente reclamando, e ministro Sérgio Moro citou que a ANAJURE (associação de juristas evangélicos) apreciou muito a referida portaria. O número dela é 666.

Postando direto das profundezas do Fundo do Poço (não do Inferno, pois o Diabo fugiu daqui), esta é a sua SEXTA INSANA!

Continuar lendo “Advogados evangélicos deram OK para a Portaria de Satanás”

Como defender seu TCC? Usando o lacre ao seu favor

Alunos são muito criativos. Normalmente, esta criatividade é pro mal. Eles encontram a mínima brecha e a explora sem dó nem piedade. Isso vale não só para a criancinha de Fundamental 1, como aluno de universidade (e principalmente estes) também. Atualmente, está muito fácil defender TCC, dissertação de mestrado ou tese de doutorado, pois, pessoal se tocou, que pode usar o lacre ao seu favor que ninguém contrariará, ou serão taxados de preconceituosos, racistas, heteronormativospirocopressor do cacete a quatro.

Um exemplo desses é um aluno de advocacia (eu ia dizer Direito, mas nesses cursos nada e feito direito) que foi apresentar o TCC vestido de drag queen. Pessoal, claro, bateu palmas, como focas treinadas.

Continuar lendo “Como defender seu TCC? Usando o lacre ao seu favor”

Vodu não garante Justiça e ainda ferra a sua vida

Imaginem a cena. Você, Grande Lúcifer, Senhor dos Infernos, Príncipe das Trevas, Lorde da Maldade, Líder dos Demônios, Expressão Máxima do Mal. Alguém vem e fala contigo e faz um pacto. Você, Ó Desprezível, quer espalhar o mal, a perversão, carregar todo mundo pra maldade, fazer todo mundo cheirar maconha e fumar cocaína. Mas não. A criatura que contrata seus serviços quer apenas zoar o casamento dos outros. Eu acho isso uma Ofensa a Lúcifer, Nosso Senhor.

No caso em questão, uma dona ficou bolada com a relação extraconjugal do pai, resolveu fazer uns unga-bunga, apelando pra Vodu. E nós sabemos muito bem para que é e o que é Vodu. Continuar lendo “Vodu não garante Justiça e ainda ferra a sua vida”

Homem acusado de estuprar crianças foi linchado. Ele era inocente

As pessoas acham lindas essas fanfics retardadas com crianças de 4 anos dando lições de moral por aí. Inventar histórias pode não dar em nada, mas pode acabar em tragédia. Você pensa que a mídia tem responsabilidade de não veicular qualquer coisa, mas não é verdade e um dos mais evidentes casos de como o jornaleirismo irresponsável pode acabar com a vida de alguém é o caso da Escola Base. Alguém tirou da cavidade retal que era um lupanar, um antro de devassidão, com uma legião de pedófilos que abusava sexualmente de criancinhas pequenas. Nenhuma prova, mas se o jornal falou é verdade. A vida dos diretores do colégio foi destruída, nunca mais se reergueram, apesar de ganharem ações judiciais. Ainda assim foi pouco pelo que eles passaram.

Ontem li uma notícia sobre um caminhoneiro que tinha sido acusado de sequestrar e violentar duas crianças. As testemunhas relataram que o pegaram no flagra. Mais pessoas se juntaram e meteram a porrada no sujeito que foi em estado grave para o hospital, acabando por falecer lá.

Exames indicaram que não houve violência sexual.

Continuar lendo “Homem acusado de estuprar crianças foi linchado. Ele era inocente”

Ministério Público mineiro quer proibir vacina contra o HPV

O Brasil que odeia Ciência tem zilhões de especialistas, mesmo sem serem especialistas em bosta nenhuma. Como eu falei no vídeo sobre Judicialização da Saúde, temos o Judiciário se intrometendo em assuntos dos quais não faz a menor ideia do que se trata. São liminares obrigando a USP, que não é nenhuma indústria farmacêutica a produzir fosfoetanolamina, que não tem nenhuma comprovação de eficácia até agora. Em contrapartida, o Ministério Público Federal em Minas Gerais ajuizou uma ação civil pública pedindo que a Justiça Federal proíba a rede pública de Saúde de aplicar a vacina contra o HPV. Segundo, ela, a vacina não cura câncer de colo de útero. Gênio, né?

Tentando nos vacinar das maluquices de adêvogadus ensandecidos, esta é a sua SEXTA INSANA!

Continuar lendo “Ministério Público mineiro quer proibir vacina contra o HPV”

Carta psicografada é usada em julgamento, mas o Brasil é laico

É um erro comum achar que o Brasil é um país laico. Ele não é laico, nem é teocrático. O Brasil carece de uma classificação própria. O Brasil é o Brasil. A prova disso é a total falta de noção em todos os 3 Poderes: Executivo, Legislativo e Judiciário. Os dois primeiros é por culpa da população burra que os elege, mas e o Judiciário? Nós não elegemos juízes (não que se o fizermos será algo melhor).

Resultado? Mais uma vez (frise-se) uma carta psicografada foi usada durante um processo de homicídio e foi o bastante para livrar a cara do réu.

Continuar lendo “Carta psicografada é usada em julgamento, mas o Brasil é laico”

“Justiça” inglesa indicia gêmeos por não saber qual deles estuprou adolescente

Uma das historinhas mais divertidas da Bíblia é quando Salomão apartou briga de lavadeiras que estavam indo nas vias de fato para saber de quem era o filho. O rei jogou um migué que ia cortar a criança ao meio e dar a metade para cada uma. Uma disse "tamos aí", enquanto que a outra (de cabelo cheio de laquê e com a cara cheia de maquiagem) diz que Jacó Caldero de Almeida Santiado devia ser entregue à outra. Salomão estufou o peito que nem pombo, afiou os bigodes e ajustou seu pince-nez dizendo "minha filha, o filho és teu". É uma história babaca, pois se fosse verdade, as duas continuariam a disputa e mãe de verdade lutaria até à morte. Assim são as mitologias.

Uma história jurídica tão retardada quanto essa é a que promotores na Inglaterra investigam o caso do estupro de uma adolescente. Exames de DNA apontaram o culpado; infelizmente, o distinto tem a mesma carga genética que seu irmão gêmeo. Assim, a decisão salomônica foi de… Indiciar os dois.

Continuar lendo ““Justiça” inglesa indicia gêmeos por não saber qual deles estuprou adolescente”

Crente chato fica bolado pois sua monografia foi tida como vagabunda (ou quase isso)

Advogados são criaturas que fugiram do mundo de Qward, no universo de anti-matéria. Advogados vivem num mundinho próprio, onde as leis que usam são aquelas que suas mentes acham que valem, como no caso do 2 + 2*. Eles são tão bitolados que se dizem "estudantes de Direito", apesar do contra-senso. Quando se coloca o fator religioso, então, temos a insanidade beirando níveis épicos, como o caso de um estudante de advocacia (que nunca fará nada direito na vida) resolveu entregar um TCC sobre como Jesus é um cara maneiro e é importante para os presos.

Sorte nossa que ainda há gente sensata neste mundo a ponto de usar esta maravilha como fralda de cachorro.

Continuar lendo “Crente chato fica bolado pois sua monografia foi tida como vagabunda (ou quase isso)”

MPF quer retirar dicionário de circulação por “ofender” ciganos

Se tem duas coisas que realmente infinitas é a ignorância boçal das pessoas e a estúpida ideia que querer aparecer. O Universo, sabe-se, não é infinito. Quando alguns desses idiotas usam terninhos lindinhos e enchem a boca (não nesse sentido) para dizer que são advogados, temos o vislumbre do desastre.

Já não bastava as loucuras do dia-a-dia. Temos que aturar um acicate a qualquer meio, veículo e/ou instrumento de educação, ensino e aprendizagem. A bola da vez é o dicionário Houaiss, o qual deve ser rasgado, queimado e destruído a uma temperatura de 451 ºF. E o Ministério Público é quem será o carrasco, se deixarem (e provavelmente irão deixar). Esta é a sua SEXTA INSANA!

Continuar lendo “MPF quer retirar dicionário de circulação por “ofender” ciganos”

Por que o exame de ordem da OAB é importante para a sociedade?

Por Renato Kistner

Recentemente, o exame unificado da Ordem dos Advogados do Brasil ganhou, novamente, espaço no noticiário nacional. Problemas relacionados com a prova prático-profissional deste último (2010.2) alimentaram a chama da discórdia entre os bacharéis que dividem opiniões. Em meio a  indignação dos acadêmicos e dos recém-formados ressurge a questão: Por que o exame de ordem é importante para a sociedade? Continuar lendo “Por que o exame de ordem da OAB é importante para a sociedade?”