A perversidade do cientificismo

Em qualquer postagem, comentário, artigo e conversa que se faça enfocando a importância da Ciência e Tecnologia, sempre aparece um chato que fica papagueando que somos cientificistas, que o mundo isso, que Filosofia é importante, que temos que entender o "eu" ou algumas maluquices sem sentido, como análises dimensionais do campo social num contraponto neoepistemológico voltado para os vieses da humanidade. No fim, a Ciência é ruim, e para sair da caverna teremos que nos tornar filósofos, pois estes, em sua arrogância, acham que são capazes de entender algo só pensando dentro de um buraco.

A princípio, usar o termo "Ciências Humanas" é algo que eu considero muito, muito errado. Se eu levar por base o conceito de Método Científico, pouca coisa se salva. Na Parte 1 da Série Evolução x Criacionismo, eu expliquei como a Ciência funciona. Agora apliquemos frente a algumas "ciências sociais".

1) SOCIOLOGIA

Complicado, já que Sociologia não é lá algo muito palpável. Digamos que eu observe um acontecimento social, como por exemplo, sei lá, o povo reclamando dos políticos pelo Twitter, sendo que esses políticos não apareceram lá num dia quente, úmido e pouco iluminado. Façamos um experimento…. Hummm, não dá. Não tem como excluir variáveis e incluir outras. Não tem como fazer experimentos com grupos de controle. Só mesmo observar como as pessoas são idiotas, que insistem em clicar no banner que é o 999999 ganhador de alguma coisa e que o Bill Gates irá dar dinheiro se repassar e-mail.

2) FILOSOFIA

A única coisa que eu posso intuir em filosofia como prática científica é pegar algum filósofo e testar o ponto de fulgor. Alegar que antigos espíritos do mal, digo, antigos filósofos estudavam tudo perde totalmente o sentido, já que isso era antigamente quando Filosofia significava "amigo da sabedoria", um cara que queria saber das coisas. Hoje, filósofo é aquele que diz que sabe das coisas. E citar Aristóteles e Platão é tiro no pé, já que ambos são responsáveis por um atraso na Ciência em 500 anos, ainda mais Platão e sua ideia retardada que não é preciso fazer experimentos, basta ficarmos imaginando coisas, como por exemplo: firmamento é feito de bronze, sendo rodeado pelo fogo eterno; em que as estrelas são furos nesta redoma de bronze, deixando passar pontos de luz deste fogo. Já São Tomás de Aquino fez verdadeiros malabarismos para provar que Deus existe. Um deles soa até infantil: tudo existe porque sem deus nada existiria, logo, Deus existe, o que, em última análise, é o Argumento de Kalam (que por sinal quem inventou esta idiotice foi Aristóteles), onde expliquei a palhaçada disso no artigo sobre o Bóson de Higgs ser prova que Deus existe.

Você pode alegar que eu fiz uma análise filosófica da coisa. Até pode ser, embora que Lógica não é necessariamente Filosofia, e sim uma forma crítica de analisar um determinado evento, estabelecendo variáveis. mas isso é Matemática, e não muito parecido com o que as Marilenas Chauís da vida escrevem. Mas vamos levar que sim. Então podemos testar o Argumento de S. Tomás de Aquino por vias científicas, mas não podemos, pois não podemos retirar variáveis. Não podemos criar um Universo com a certeza que Deus existe ou não existe. Filosofia é, portanto, não-científica.

3) PEDAGOGIA

HAHAHAHAHAHAHAHAHASHUAHSUAHAHAHAHAHAHAH

4) DIREITO

Are you fuck’n kidding me?

5) PSICOLOGIA

Algo a ser examinado. Temos os trabalhos de Stanley Milgram sobre o senso ético das pessoas,  e o chamado Efeito Clever Hans. Muito diferente das maluquices que Freud andou escrevendo, baseando seu  trabalho em alguns de seus pacientes, tecendo ideias idiotas. Na verdade, ele não explicava quase nada

Há, então, uma séria distinção do que é uma pesquisa científica do que os psicólogos atuais fazem, dando conselhos simplesmente, quando muitas coisas seriam tratados na parte clínica mesmo, com medicamentos. Ficar de conversa nem sempre resolve, e é interessante como as pessoas dizem "dr. Fulano é tão bom profissional. Há anos me consulto com ele". Olha, sei não. Se eu tenho dor no joelho e fico ANOS com um ortopedista, é sinal que este ortopedista não é lá muito bom, pois não está resolvendo meu problema.

Todos aqueles babadores de ovo de "ciências humanas" falam horrores do cientificismo e alegam ser neopositivista (uma perfeita terminologia filosófica: inútil e totalmente carente de sentido). Esse tipo de gente alega que não devemos ter forte ensino de Ciências. Eu vi até forunzinho VAGABUNDO (eu sei que vocês estão lendo este texto agora. hehehehe) com postulante débil achando que eu daria contas e mais contas para uma criança fazer, só porque eu disse que elas deveriam ter aulas de engenharia. Afinal, montar coisas com Lego requer uso de integrais triplas, matrizes, determinantes, geometria analítica etc. Outro retardadinho disse "falou mal das Ciências Humanas eu não leio". Só falto dizer "blé, seu cara-de-mamão". E ainda querem que eu os leve a sério!

Mais interessante ainda é que essa ralezinha usa computadores para acessar redes sociais, têm smartphones, TV, aparelho de som, ar-condicionado, automóvel/moto, eletro-eletrônicos, filmadoras/máquinas fotográficas digitais, eletrodomésticos etc. Quando sentem dores, farmácia direto! Mas quem nos deu os remédios? Vou dar uma pista: (A) Químicos e Farmacêuticos ; (B) Sociólogos ; (C) Bacharéis em Filosofia ; (D) Qualquer retardado de fala empolada citando Heidegger.

Curiosamente, cientistas sempre são relatados como seres loucos querendo destruir o mundo. Afinal, é muito inteligente destruir um mundo onde você vive. Entretanto, nem mesmo assim filósofos são retratados, dada a brutal inutilidade deles. Não gostam de cientistas simplesmente por inveja, só pode.

De qualquer maneira, se o cientificismo é ruim e a Ciência só fez merda. por favor, joguem fora seus utensílios, queimem suas roupas e vão morar nua savana africana ou mesmo na floresta amazônica. Sem nem mesmo algo feito de pedra lascada, pois isso foi feito com atividade intelectual cientificista. Quando uma jaguatirica chegar perto, comecem a citar Wittgenstein. De repente, ela consegue dormir com o grau de chatice de vocês.

56 comentários em “A perversidade do cientificismo

  1. Concordo com o texto. Faço apenas uma ressalva. Cada uma dessas “ciências” analisadas tem sua importância. Umas mais outras… quase nenhuma.. hehe

    O direito, por exemplo, pode não ser ciência na forma pura, mas torna a vida em sociedade possível. Qualquer sociedade, por mais primitiva que seja possui regramentos. Isso é o direito.
    “Ubi societas, ibi jus”

    Saudações,

    BVV

    1. Gente que limpa privada também faz minha vida melhor, senhor adevogadinhu.

      E não existe J nem U no latim. Mas, claro, eu escrevo e leio em latim clássico. Vc usa latim de livreco de Direito.

      1. @André, Suspeitei que ele não era juiz quando usou onde ao invéz de aonde… Se bem que em se tratando de Brasil, isso não quer dizer nada.

  2. Não sou da área, mas para ser juiz não é necessário ser bacharel em direito?
    Ou quando se torna juiz deixa de ser advogado? ;-)

    Ou estamos falando em juiz de futebol? :mrgreen:

    1. @voix69, Não sou da área, mas para ser juiz não é necessário ser bacharel em direito?

      Sim, é necessário ser bacharel em Direito e ter alguns anos de atividade jurídica.

      Sei disso porque sou “adevogadinhu”… :mrgreen:

  3. “direito torna a vida em sociedade possível” principalmente para quem tem dinheiro. o resto da patuléia, dane-se!!

      1. @André,

        Meus olhos quase explodiram quando li essa matéria. :shock:

        O cara estuprou a menina…phoda-se se é de menor. É estuprador e deve (deveria :roll: ) pagar como tal.

  4. Recentemente descobri que uma vizinha dos meus pais é psicóloga. E ela acha que problemas mentais têm origem espiritual. Ou seja, ela acredita em fantasmas. :shock:

  5. No campo da psicologia, acho que o que mais se aproxima de ciência é o campo da neurologia, pena que ainda existem muitas conclusões equivocadas só porque tal área do cérebro mostrou mais ou menos atividade.
    Por isso, ainda tenho muitas dúvidas quanto a credibilidade desse campo, mas não deixa de ser muito interessante em alguns aspectos.

    Ps – Por favor, não saia divulgando meu IP por ai
    Ps2 – ” seu cara-de-mamão” hasuashuhasuhauhadsuasuahush

  6. Pena que as frases abaixo é que são divulgadas em jornais.

    “Se é para ser feliz, eles (os meninos) tinham que ter mais música, mais poesia, mais solidariedade. E menos matemática, menos química” Tião Rocha – Educador

  7. Filosoficamente falando (ou melhor, escrevendo) divulgar o IP não significa nada, a não ser para o próprio dia da divulgação e tem que ser bom pra saber usar isso contra alguém. Geralmente o IP muda a cada 24 horas (IP dinâmico) e não dá pra fazer nada contra nós, humanos, reféns dessa pressão tecno-psicológica que o André faz.
    Não adianta divulgar meu IP também. Ele está protegido por um sistema que só os sociólogos entendem e só um pedagogo para entender um sociólogo, por isso não tenho medo.
    …putz.

  8. A bem da verdade é que Filosofia, Psicologia, Sociologia, pedagogia (arrrgh) e outras “gias” se fundem em uma Masturbação Mental mas acredito que elas são importantes, em certo grau. Quando estamos em uma universidade – fazendo uma licenciatura em Física, por exemplo – temos aulas de Filosofia e para quê? Para não ficarmos bitolados em pura ciência, assim masturbamos a mente com uma besteira qualquer, filosófica, aí podemos voltar ao estado normal do conhecimento. Certos alunos usam maconha, dizem que é quase a mesma coisa.

  9. Cara você tem razão ao separar joio do trigo. Porem, acredito que estão se apegando no sentido da tradução da palavra ciência, ou seja, do latim scientia, traduzido por “conhecimento”.

    Primeiro que não existe logica em criticar a ciência em si, acredito que se criticam sim os cientistas pela visão racional do mundo…

    Mas é uma velha discussão querer impor o seu tipo de visão de mundo para todos. Por exemplo, tenho um conhecido que é engenheiro químico e o cara é bem assim. Tudo se resolve através da logica racional. Inclusive ao que compete nas áreas de relacionamento amoroso! Ele é um cara difícil de lidar no começo, pois não tem intenção de ser politico com ninguém, não vê necessidade em “fazer media” com ninguém e etc. Você pode ser o pica das galaxias, mas se dizer uma merda na frente dele ele logo irá te corrigir.

    Logicamente ele esta correto: Porque perpetuar a ignorância, se eu tenho o conhecimento, logo vou repassar a verdade.

    Mas para quem não possui muito conhecimento, logo o taxam de “sabe-tudo”, “chato de galocha” e etc. E é nisso que se baseiam para criticar os “cientificistas”, pois basicamente não buscam conhecimento adequado para debater, logo o desqualificam…

    Enfim, ainda sim acredito que esses campos tenham os seus devidos valores. Poderiam ser qualificados de outra forma, mas tem sim a sua contribuição.

    1. Primeiro que não existe logica em criticar a ciência em si, acredito que se criticam sim os cientistas pela visão racional do mundo…

      Alguns idiotas gostam de ser irracionais e isso choca.

      Mas é uma velha discussão querer impor o seu tipo de visão de mundo para todos. Por exemplo, tenho um conhecido que é engenheiro químico e o cara é bem assim. Tudo se resolve através da logica racional. Inclusive ao que compete nas áreas de relacionamento amoroso!

      Se as pessoas são ilógicas e pensam com outra cabeça, não é culpa do seu “conhecido”. Mas é interessante o seu desvio do assunto.

      Ele é um cara difícil de lidar no começo, pois não tem intenção de ser politico com ninguém, não vê necessidade em “fazer media” com ninguém e etc.

      É porque ele não deve ser daqueles falsos que ficam de nhenhenhem para agradar aos outros. Seu conhecido deve ser um cara bem legal. Mesmo!

      Você pode ser o pica das galaxias, mas se dizer uma merda na frente dele ele logo irá te corrigir.

      Minha biografia. :mrgreen:

      Como remediar isso: não falem merda. Simples, não?

      Mas para quem não possui muito conhecimento, logo o taxam de “sabe-tudo”, “chato de galocha” e etc. E é nisso que se baseiam para criticar os “cientificistas”, pois basicamente não buscam conhecimento adequado para debater, logo o desqualificam…

      Ainda continuam sendo idiotas. As pessoas gostam de ser estúpidas, cheguei a esta conclusão há muito tempo. A Ignorância é uma benção.

      Enfim, ainda sim acredito que esses campos tenham os seus devidos valores. Poderiam ser qualificados de outra forma, mas tem sim a sua contribuição.

      Ok, vamos dar prosseguimento à brincadeira.

      Me cite as reais e práticas “qualidades” de Filosofia e Sociologia, por exemplo.

      1. @André,

        Filosofia e Sociologia não tem qualidades práticas. De fato, é isso que estão ensinando nas escolas. O que dizem é que o estudo dessas matérias te ajuda a ser mais crítico, deixar o senso comum de lado, compreender a si mesmo e tudo mais. Meu professor de Filosofia dizia que “quem estuda Filosofia nunca vai precisar de psicólogo.” É mais como auto-ajuda do que como ciência, mesmo.

        1. De fato, é isso que estão ensinando nas escolas. O que dizem é que o estudo dessas matérias te ajuda a ser mais crítico, deixar o senso comum de lado, compreender a si mesmo e tudo mais.

          Pega uma prova de Filosofia e Sociologia, principalmente as que pedem a sua opinião, e coloque A SUA opinião.

          Filosofia = Auto-ajuda. Como eu digo, não é diferente de homeopatia ou consultar búzios.

          Pai Josué de Wittgenstein traz a pessoa amada em 3 dias e Mãe Chauí sabe seu presente, passado e futuro.

          1. @André, “Pai Josué de Wittgenstein traz a pessoa amada em 3 dias..”

            tenho que concordar que isso funciiona mesmo, eia a prova.

  10. Mais uma tremenda aberração cognitiva deste blog :shock:

    Vocês continuam cultuando o cientificismo, herdeiro do iluminismo estreito. Ao contrário da ciência, o cientificismo odeia a imaginação, ele é tão dogmático quanto a religião. Assim, uma boa parte do pensamento reacionário tecnicista, ainda hoje, apegado ao cientificismo do século XIX, não tolera quando se lida com a imaginação. Ora tolinhos, se não fosse pela filosofia, a ciência como conhecemos hoje jamais existiria! :cool:

    1. IH! A idiota que defendeu a relação erótico-freudiana voltou! Ilumine-nos com vossa sapiência e, de repente, ganhará um outro Voz dos Alienados.

      Vocês continuam cultuando o cientificismo, herdeiro do iluminismo estreito.

      Que lhe deu o computador que vc está usando agora, frise-se.

      Ao contrário da ciência, o cientificismo odeia a imaginação, ele é tão dogmático quanto a religião.

      Acreditar em um Deus é dogma de uma determinada religião.

      Saber que a velocidade no ar é de 340 m/s não é dogma, é fato plenamente comprovado.

      E Pedagogia é um câncer a ser estirpado.

      Assim, uma boa parte do pensamento reacionário tecnicista, ainda hoje, apegado ao cientificismo do século XIX, não tolera quando se lida com a imaginação.

      Imaginação é tão platônico. Fique com a imaginação, eu prefiro gente tecnicista que passa horas em laboratórios desenvolvendo medicamentos. Medicamentos que a ralé formada por gentinha que cusou pedagogia e afins também faz uso. Qyuando vc estiver com dor nas costas, fique imainando que está sendo curada. A semelhança disso é rezar pra Jesus. E o resultado é sempre o mesmo.

      Ora tolinhos, se não fosse pela filosofia, a ciência como conhecemos hoje jamais existiria!

      Verdade. SAem masturbadores mentais, como Aristóteles e Platão, não estaríamos enviando uma sonda a Marte. Estaríamos enviando seres humanos para outra galáxia.

      Pedagoguinha tolinha. :mrgreen:

      (PS. Se vc for bonita, rola uma relação erótico freudiana?)

      1. @André, Esse pessoal que fala que “cientista não tem imaginação” NUNCA leu O mundo assombrado pelos demônios! Tio Sagan deixa um capítulo inteiro só para falar disso (ele chama de o casamento perfeito), onde explica que para ser um bom cientista, você precisa fazer conciliar o ceticismo e a imaginação.
        Em miúdos para a pedagoga:o cientista precisa de imaginação, mas precisa deixar que a natureza certifique as suas ideias, não o seu diproma em felosofia.
        PS. essa “gente” escreve texto e coloca no gerador de lenga-lenga

        1. Eles ainda estão no tempo de Platão, masturbando-se e imaginando porque a bola é redonda e a água é molhada. Depois passam pro colega dar um tapa também.

      2. @André, Nunca entendi bem esse pessoal idolatrando esses pensadores. Escravidão é bom para os escravos e mulher tem que estar na cozinha.

  11. Talvez deveríamos eliminar algumas disciplinas inúteis das escolas, como sociologia e filosofia. Ensinar a criança a pensar pode ser feito em uma simples aula de história.

    Mas também o excesso de aprofundamento, por exemplo, em matemática, física e química é algo desnecessário e prejudicial, feito apenas para passar alunos nos malditos vestibulares.

    Enquanto são obrigadas a aprender matérias que talvez nem vejam na faculdade, crianças no Brasil não aprendem sequer a se comportar em caso de incêncio.

    1. Mas também o excesso de aprofundamento, por exemplo, em matemática, física e química é algo desnecessário e prejudicial, feito apenas para passar alunos nos malditos vestibulares.

      Depende do que vc chama de aprofundamento. Na verdade, não se ensina Matemática, Física e Química. Ensina-se conteúdo para passar no vestibular. E o conteúdo não tem muito a ver com o que essas ciências realmente são.

      Enquanto são obrigadas a aprender matérias que talvez nem vejam na faculdade, crianças no Brasil não aprendem sequer a se comportar em caso de incêncio

      Concordo. Daí crescem e se tornam pessoas que não aprenderam que extintores de água não são indicados para apagar incêndio em ar-condicionado, como aconteceu no meu trabalho e o idiota do segurança tentando apagar o fogo da forma dita logo acima, quando eu tive que correr para desligar o disjuntor.

      Os alunos até fazem contas,mas não sabem o que isso significa, logo, não sabem matemática.

  12. André permita-me esclarecer os seus equívocos, principalmente no que diz respeito à filosofia. Primeiramente, você deve conhecer somente, e superficialmente, a ‘filosofia acadêmica’. Aquela em que você cita a Marilena Chauí, que de pensadora não tem nada, ilustra bem a filosofia para quais seus olhos estão envoltos.
    Mas, a filosofia a que vocês cépticos se recusam a enxergar é a que justamente definiu o método, o escopo e o objeto da ciência.
    Bem, não cabe aqui fazer uma digressão imensa para apenas explicar o tamanho da asneira que você escreveu. Mas dizer que “Aristóteles e Platão atrasaram em 500 anos a ciência” é uma prova inconteste de tua ignorância.
    A ciência nada mais é que a conjunção dos princípios imantes do entendimento e o saber empírico. Ou seja, a ciência tem também os pés de barro, é limitada. E fator principal dessa limitação é justamente o sujeito cognoscente. Creio eu que você já aprendeu disso. Onde termina o campo da ciência, que são os objetos sensíveis no espaço-tempo (ou em bom ‘cientifiquês’ o mundo físico-quantitativo), começa o campo da filosofia. Aposto que se eu tocar no tema ‘metafísica’ seu extremismo científico fará efervescer teu lobo frontal e desalinhar o teu já combalido cortéx cerebral, e a bazófia do saber doutoral céptico-científico irá estremecer.
    Sobre o campo dos objetos supra-sensíveis restaria a você, como bom céptico, ou afirmar que não podemos atingi-los ou negar totalmente o que esteja além do experimentável. Se você optar pela primeira opção, fique com seus livros de matemática e ciências naturais, e deixe a filosofia para os filósofos. Mas, se optar por negar cairá no campo metafísico. Essa afirmação, por si mesma refuta seu cepticismo.
    A última besteira foi escrever groselha sobre as cinco vias Santo Tomás de Aquino. Não sei se você anda frequentando sites neo-ateístas, ou aqueles vlogger idiotas (Clarion, yuri, Pirrula e a trupe de imbecis associados da ATEA), para hipostasiar pseudo-refutações que fariam o escolástico mais leigo rir igual uma hiena.
    Você tem todo direito de endeusar a ciência, criar uma seita e fantasiar para os outros ‘verdades imutáveis’ que nem o detector de erros do seu finado Sagan seria capaz de acusar. Mas saiba que a ciência repousa hoje sobre o ombro de gigantes, que lá atrás seguiram os passos da especulação filosófica, e graças a Deus passaram longe do seu cientificismo-mecanicista tosco e caótico.

    1. André permita-me esclarecer os seus equívocos, principalmente no que diz respeito à filosofia.

      Claro que permito. Adoro ver gentinha falando merda.

      Primeiramente, você deve conhecer somente, e superficialmente, a ‘filosofia acadêmica’. Aquela em que você cita a Marilena Chauí, que de pensadora não tem nada, ilustra bem a filosofia para quais seus olhos estão envoltos.

      Já começou. Se vc não fosse idiota, teria percebido que eu estou me referindo a essa filosofiazinha vagabunda que vcs insistem em ser importante nos colégios e faculdades. Logo, caro apedeutinha, é ÓBVIO que eu não posso estar me referindo a um Thomas Huxley ou Bertrand Russel.

      E depois dizem que quem gosta de filosofia é pensador. No meu tempo, pensador pensava…

      Mas, a filosofia a que vocês cépticos se recusam a enxergar é a que justamente definiu o método, o escopo e o objeto da ciência.

      Mentira. O Método Científico começou com Galileu, não com seus amiguinhos gregos, que eram PÉSSIMOS em ciência experimental.

      Bem, não cabe aqui fazer uma digressão imensa para apenas explicar o tamanho da asneira que você escreveu.

      Normal em pessoas sem argumentos.

      Mas dizer que “Aristóteles e Platão atrasaram em 500 anos a ciência” é uma prova inconteste de tua ignorância.

      Nunca leu um Carl Sagan na vida. Tsc Tsc. Vamos ficar pensando as coisas, sem sair do mundo das ideias.

      Contribuição de Platão para a Matemática: os magníficos sólidos platônicos.
      Contribuição de Aristpoteles: Vai lá, Alexandre! O mundo é chato feito pizza!
      Pitágoras mandou matar um matemático por ele ter dito que a raiz de 2 era um número irracional.

      A ciência nada mais é que a conjunção dos princípios imantes do entendimento e o saber empírico. Ou seja, a ciência tem também os pés de barro, é limitada.

      COm a diferença que os cientistas DE VERDADE não ficam no mundo platônico das ideias. Cite quais os experimentos que Aristótelesw e Platão fizeram.

      E fator principal dessa limitação é justamente o sujeito cognoscente. Creio eu que você já aprendeu disso. Onde termina o campo da ciência, que são os objetos sensíveis no espaço-tempo (ou em bom ‘cientifiquês’ o mundo físico-quantitativo), começa o campo da filosofia.

      O que não existe no mundo natural existe no metafísico, uma bonagem que não difere em nada de religião.

      Aposto que se eu tocar no tema ‘metafísica’ seu extremismo científico fará efervescer teu lobo frontal e desalinhar o teu já combalido cortéx cerebral, e a bazófia do saber doutoral céptico-científico irá estremecer.

      Metafísica é pseudociência. Homeopatia é mais científica, pois, pelo menos, estamos sob os domínios do efeito placebo. Metafísica é masturbação mental.

      Sobre o campo dos objetos supra-sensíveis restaria a você, como bom céptico, ou afirmar que não podemos atingi-los ou negar totalmente o que esteja além do experimentável.

      Dragão da Garagem.

      Se você optar pela primeira opção, fique com seus livros de matemática e ciências naturais, e deixe a filosofia para os filósofos.

      Mas eu acho que isso seria um favor. E que os filkósofos continuem com sua filosofiazinha mequetrefe, deixando a Ciência em paz., juntamente os colégios e faculdades. Que vão fumar sua maconhazinha em paz dentro de seus círculos cármicos metafísicos religiosos.

      Mas, se optar por negar cairá no campo metafísico. Essa afirmação, por si mesma refuta seu cepticismo.

      Tadinho. Acha que me pega numparadoxo imbecil desses.

      A última besteira foi escrever groselha sobre as cinco vias Santo Tomás de Aquino.

      Claro, ele irá refutar.

      Não sei se você anda frequentando sites neo-ateístas, ou aqueles vlogger idiotas (Clarion, yuri, Pirrula e a trupe de imbecis associados da ATEA), para hipostasiar pseudo-refutações que fariam o escolástico mais leigo rir igual uma hiena.

      Religioso detected. Mas a refutação está em…

      Você tem todo direito de endeusar a ciência, criar uma seita e fantasiar para os outros ‘verdades imutáveis’ que nem o detector de erros do seu finado Sagan seria capaz de acusar.

      É, nenhuma refutação.E no final para que? Ah, sim, para depois ele estar usando computador, internet e comer comida congelada e beber água tratada. Mas a Ciência é uma seita. Kalimaaaaaaaaaaaa!

      Mas saiba que a ciência repousa hoje sobre o ombro de gigantes, que lá atrás seguiram os passos da especulação filosófica, e graças a Deus passaram longe do seu cientificismo-mecanicista tosco e caótico.

      Coitadinho. Nota zero em história da ciência. Se dependêssemos da filosofia e metafisica, ainda estaríamos espancando epiléticos, banindo leprosos, praticando sangrias, queimando bruxas e acendendo velas em encruzilhadas enquanto rezamos para entidades mágicas.

      Mas refutar UMA LINHA que eu escrevi, necas. Só restou ad hominem, mesmo. Um especialista em filosofia não deveria cair numa falácia tão tosca assim.

  13. quando leio ou vejo uma reportagem com a opinião de um cientista politico/social fico pensando onde raios esse sujeito trabalha
    Sou novato nos comentários mas já acompanho o cet.net já faz anos que leio artigos do site

  14. Na universidade eu tinha um professor que distinguia as ciências em duas áreas ”hard” e ”soft”. hard são as exatas, a biologia etc. e soft são aquelas de que trata o artigo. pra mim isso não cola, e como chamar o marrom de preto claro e dizer que existem dois tipos de preto.

  15. Qual o preconceito com HIstória e Geografia que não entraram na lista de validação? :cry:

    Interessante que até a Wikipédia brasileira diz que filosofia não é ciência. E com referências! (confusas, devo admitir, mas podemos fazer vista grossa, não?)

  16. desculpa cara mais n tem como concordar com sua crença cientificista…o fato de fulano ou beltrano descobrir algo provando por A+B..não necessariamente quer dizer que apenas este conhecimento emergidos da mensuração matemática seja a salvação da lavoura… como fui estudante de Linguagem de Programação e mesmo ainda hoje estudo,é observável que muitas vezes aparece alguém dizendo “Olha tal linguagem faz isso e aquilo caraca é possível fazer isso e aquilo com ela meu irmão” e a medida que vc vai estudando percebe-se que n é tudo isso e que tal linguagem tem sua limitação em determinado contexto,é o que acontece também com pensamento cientificista, a priore todos olhão como a salvação da lavoura e que isso é bom que o homem ficou nas trevas na idade média..que a Igreja aprisionou o pensamento humano e tudo mais..então do seculo XX vimos o que tudo de bom o pensamento cientificista nos trouxe correto? sim e não pq o pensamento ingenuo de que a ciência vai salvar o mundo todo..é simplesmente o mais do mesmo..como Tony Stark disse no final do Homem de Ferro 3 … começa-se com algo simples,puro que te empolga e de repente aquilo vira o monstro que vai te engolir…como diz o capitão nascimento..emfim..o Cientificismo como o conhecemos é nada mais como a caixa de pandora do mito grego quando aberto ou “descoberto” todos os males são soutos e ali naquela pequena caixa que for aberto pela curiosidade dos Cientificistas apenas fica a Esperança..a esperança de n sermos destruído pela próxima bomba atômica que surgir da barrida da besta que é o pensamento Cientificista,lembre-se a maior arma de Destruição em massa já feita pelo homem surgiu nada mais da sua tão amada falsa deusa ciência..essa é a sua religião …querendo ou não em algo vc tem que ser crível..

    1. Desculpa cara mais n tem como concordar com sua crença cientificista…

      Meu caro animalzinho, vc não sabe nem a diferença entre “mas” e “mais” e pretende me criticar em algo?

      o fato de fulano ou beltrano descobrir algo provando por A+B..não necessariamente quer dizer que apenas este conhecimento emergidos da mensuração matemática seja a salvação da lavoura…

      O que salva lavouras são defensivos agrícolas e fertilizantes, pesquisados por químicos, não por matemáticos, idiotinha.

      como fui estudante de Linguagem de Programação

      Devia estudar língua portuguesa.

      e mesmo ainda hoje estudo,é observável que muitas vezes aparece alguém dizendo “Olha tal linguagem faz isso e aquilo caraca é possível fazer isso e aquilo com ela meu irmão” e a medida que vc vai estudando percebe-se que n é tudo isso e que tal linguagem tem sua limitação em determinado contexto

      Hummm, uma faca não pode ser usada como bisturi. MEDICINA É UMA FRAUDE!

      é o que acontece também com pensamento cientificista, a priore

      “Priori”, energúmeno!

      todos olhão

      Taqueuspa!

      como a salvação da lavoura e que isso é bom que o homem ficou nas trevas na idade média..

      Na verdade, apenas os europeus que ficavam com masturbações mentais que nem a sua. Os cientificistas do Oriente (Próximo e Distante) foram quem salvou o conhecimento.

      que a Igreja aprisionou o pensamento humano e tudo mais..

      E é mentira?

      então do seculo XX vimos o que tudo de bom o pensamento cientificista nos trouxe correto?

      Eu diria desde o Renascimento. Ou vc acha que a Idade das Trevas acabou com a invenção da penicilina?

      sim e não pq o pensamento ingenuo de que a ciência vai salvar o mundo todo..é simplesmente o mais do mesmo..

      Quando vc ficar com dor de cabeça, NÃO TOME REMÉDIOS.

      como Tony Stark disse no final do Homem de Ferro 3 … começa-se com algo simples,puro que te empolga e de repente aquilo vira o monstro que vai te engolir…

      E a última frase é “eu sou o homem-de-ferro”. Interessante. ;)

      como diz o capitão nascimento..emfim..o Cientificismo como o conhecemos é nada mais como a caixa de pandora do mito grego quando aberto ou “descoberto” todos os males são soutos.

      o ANALFABETISMO É UM DELES.

      e ali naquela pequena caixa que for aberto pela curiosidade dos Cientificistas apenas fica a Esperança..

      Que a Ciência renova todos os dias.

      a esperança de n sermos destruído pela próxima bomba atômica que surgir da barrida da besta que é o pensamento Cientificista

      Enquanto isso, nas salas de radioterapia…

      lembre-se a maior arma de Destruição em massa já feita pelo homem surgiu nada mais da sua tão amada falsa deusa ciência..

      Que merda. Milhões de pessoas são esfaqueadas. Culpa da Tramontina!

      essa é a sua religião …querendo ou não em algo vc tem que ser crível..

      A única coisa crível em você é sua brutal ignorância, seu estúpido analfabeto.

      Usuário expulso! Não tenho saco para gente analfabeta.

    2. @crashover, Apesar o Adnré já ter atentado para os benefícios da energia atômica, tenho que perguntar: Você sabe que não foram os cientistas que devcidiram usar a bomba atômica certo? Eles apenas a montaram. Seria o mesmo que culpar Henry Ford pelo caos no trancisot de hoje em dia, assim como acidentes e outros males.

  17. Bom artigo.

    Dois comentários: Fiquei surpreso em ver o tal juiz sumir sem fazer qualquer citação àquele conceito estranho e arrogante que o direito criou com base em Kant, que é a “dignidade (da pessoa) humana”.

    Ainda sobre o direito, não sei se todos os cursos são assim, mas eles tratam do método científico de modo extremamente abstrato, aquela conversa de sujeito cognoscente e tal. De resto, se não houver pesquisa por si mesmo, você vai pensar que “direito é ciência”. “Ciência” é qualquer estudo sistemático, com método definido, que busca uma alteração da realidade, e nesse sentido (sem qualquer citação a coisas como a experimentação) qualquer coisa acaba se encaixando.

    O problema é quando o direito se mistura com as demais categorias, como a sociologia. Partindo da premissa de que como “ciência” o objetivo é pegar a regra geral e “aplicar ao caso concreto”, “controlar as variáveis”, experimentações sociológicas comprovadas (aquelas em que uma criança responderia: “mas isso não acontece sempre”) acabam entrando no bolo. Qualquer um que preste atenção vai enxergar a lógica indutiva, tão criticada por Popper.

    Pior que eles próprios fornecem textos desse mesmo autor. Me pergunto se eles conhecem só o nome ou fizeram a clássica leitura seletiva pra ignorar isso. Desonestidade ou falta de informação?

    1. @Darksaint, àquele conceito estranho e arrogante que o direito criou com base em Kant, que é a “dignidade (da pessoa) humana”.

      Conceito este fundamenta a defesa e a construção de futuras leis que livrarão cidadãos da garra de fanáticos, propiciando a eventual legalização da ortotanásia.

      Arrogância é falar mal do que não entende, estúpido.

      1. @Gustavo_HR, Totalmente irrelevante a utilidade do conceito, isso não muda em nada a sua principal característica. Agora, princesa, por que ao invés de espernear a senhorita não me pergunta por que eu disse que o conceito é arrogante?

        De fato engraçado terminar a frase com “estúpido” ressaltando uma informação 100% descartável. A tal “dignidade humana” como a cláusula aberta que é serve também pra embasar aspectos da vida tanto bons quanto maus, dependendo do ângulo que se olha. O próprio estatuto do nascituro teve parte da sua defesa nisso. Percebeu que eu disse que o conceito é arrogante e estranho, e não inútil ou descartável? Obviamente não.

        Então, molecote, embora não saiba qual o seu nível de estudo, espero que ao menos compreenda que as coisas não são sempre preto no branco. E se você acha que sim.. bem, eu é que não vou me preocupar. : :twisted:

  18. Psicologia é só Freud (mas também esquecem o Young, e Lacan)

    Flap. Flap. Flap.

    Psicologia cognitiva comportamental/experimental e psicofisiologia não existe, psicologo é só clinica psicanalista freudiana. Gestalt theory (não terapia) nunca ajudou engenheiros.

Deixe um comentário, mas lembre-se que ele precisa ser aprovado para aparecer.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s