Universidades federais brasileiras sao nº 1 em Ciência, só que não

Eu não canso de ver pelas interwebs, em qualquer discussão, algum mané enchendo a boca para dizer "estudei numa Federal". Isso, ao que me parece, deve vir à mente da distinta criatura que o cé se abre, uma luz divina o banha e anjos descendo entoando cantos gregorianos. Ok, as federais não são as piores universidades que existem no Brasil, mas não são essas maravilhas todas, ainda mais quando a pseudociência reina nas distintas.

Um e-mail enviado pelo leitor Douglas me fez ter mais um vislumbre de como Ciência no Brasil é uma piada… de mau gosto! No caso é sobre o  Núcleo de Estudos em Ciência e Espiritualidade (Nece) da UFES, o qual iria realizar uma série de seminários sobre Ciência e Espiritualidade (link).

Eu olhei para aquela porcaria e pensei com meus botões: nah, isso deve ser pegadinha de 1º de abril. Mas não. Esta bosta existe de verdade. Para que serve esta merda? Para estudar os poderes mágicos do Gasparzinho? E o pior nem é isso! É saber que a Universidade Federal do Espírito Santo (curioso, não?) não é a única. A Universidade Federal do Ceará TAMBÉM tem um núcleo vagabundo similar, o Núcleo de Estudos em Ciência, Espiritualidade e Filosofia – NECEF.

Enquanto isso, o pessoal do Instituto de Psiquiatria do Hospital das Clínicas da FMUSP resolveu estudar cirurgias espirituais. a conclusão de um artigo deles é primorosa em se tratando da maior tirada da reta:

As cirurgias são reais, mas, apesar de não ter sido possível avaliar a eficácia do procedimento, aparentemente não teriam efeito específico na cura dos pacientes. Sem dúvida, nossos achados são mais exploratórios que conclusivos. São necessários posteriores estudos para lançar luz sobre esse heterodoxo tratamento.

E no corpo vemos esta maravilha:

Ao todo, foram recolhidos os tecidos extraídos de dez cirurgias, mas em apenas seis pacientes foi possível a realização de um exame clínico minucioso. Características:

  • todos eram católicos e acreditavam na cura.
  • três tomaram conhecimento do médium por vizinhos, um pelos pais, um através de amigo e um pela imprensa.
  • Quatro iam pela primeira vez, um pela segunda e outro pela quarta vez.
  • As cirurgias são realizadas sem nenhuma técnica de antissepsia: o médium não lava as mãos entre uma cirurgia e outra, não usa luvas e não há limpeza do campo cirúrgico. Os instrumentos, ora são bisturis esterilizados, ora são facas de cozinha. Apesar disso, não foi verificado nenhum caso de infecção.
  • não foi identificado nenhum procedimento anestésico, mas dos seis pacientes examinados, apenas um se queixou de dor e todos afirmaram estarem lúcidos durante a cirurgia.
  • as feridas cirúrgicas são reais, os procedimentos mais comuns são raspados da cavidade nasal (obtidos pela introdução de um porta agulhas com algodão na extremidade), raspados corneanos e retirada de fragmentos da conjuntiva bulbar.

Ah, sim. E os pesquisadorezinhos de meia pataca NÃO ACOMPANHARAM o pós-operatório. Se alguém morreu naquele procedimento ou teve alguma infecção, ninguém sabe. Alguém aí pode apresentar Emily Rosa para estes INCOMPETENTES?

Ainda temos o Núcleo de Pesquisa em Espiritualidade e Saúde, da Universidade Federal de Juiz de Fora, um fantástico grupo de estudos que gasta o rico dinheirinho que você dá graciosamente ao governo sob a forma de impostos e o retorno disso é… Nenhum!

No artigo sobre o uso de engenharia genética para produzir transístores biológicos, eu disse (com link) que a Iglaterra investiu o equivalente a mais de 300 milhões de reais em pesquisa, enquanto o Brasil não só não investe como ainda corta verbas. E ainda dizem que o Brasil é o país do futuro. No máximo, seremos o primeiro em fazer sandália de pneu, e até isso estamos atrasados…

25 comentários em “Universidades federais brasileiras sao nº 1 em Ciência, só que não

  1. Achei um absurdo os tais núcleos na UFES e da UFCE, pelo gasto de dinheiro público, mas nem é novidade isso pra mim (até a UnB tem algo parecido, não tem? ou ouvi falar). Agora, quando eu li sobre uma instituição fazer uma coisa dessas relacionando à psiquiatria, eu fiquei pasma. Um dos maiores problemas que as pessoas que sofrem de transtornos mentais têm é justamente o fato das pessoas sempre associarem isso com religião, capeta ou sei lá o que. Isso é horrível! (sem contar com essa história de cirurgia espiritual, que é o cúmulo).

  2. ôôôô jumento….não é a universidade federal do ceará não….é a URCA (Universidade Regional do Cariri) deixa a federal de meu estado fora dessa.. :evil: :evil: sabe ler não??porcaria tem no teu estado

    1. …kkkkk :mrgreen: :mrgreen: :mrgreen: …Como dizemos aqui no interior:-“Queimou a cara”…. :oops:

  3. É lamentável que as faculdades têm este tipo de “ciência”… ao invés de investirem em algo mais apropriado e justificável.

    Porém, como você escreveu neste post, além de não investirem, eles cortam as verbas… Se investissem, seria algo próximo da utopia.

    Temos essa p@#$% de país mal estruturado por falta de ensino de qualidade. E lendo esta notícia que você escreveu, reforça ainda mais esta minha ideia de que o ensino, além de ESTAR mal estruturado, eles (o governo) NÃO QUEREM melhora-lo. E eles (o governo) não conseguiriam manter seus cargos e os negócios “por baixo dos panos” por estar em um país com um povo que possui “senso crítico”. (lá vou eu de novo viajando na utopia)

    Realmente, lamentável.

    Obs.: Parabéns pelo Ceticismo.net!

  4. Essas coisas só servem para confirmar que o Brasil não é um país sério,o dinheiro para as pesquisas até existem mas são jogados no lixo(ou embolsados!)
    com essa ciência de botequim…

  5. Acho que deveriam investir mais para realmente determinar os resultados dessas cirurgias. A analgesia já é um fato marcante. Alguém já tentou cortar qualquer parte do corpo lentamente sem sentir dor? É caso raro.
    Entenda-se por resultado tanto a eventual cura quanto a explicação para analgesia e ausência de infecções.
    Ou se desmente ou então se confirma explicando detalhadamente os fatos. Mas fazendo isso com técnica e sem preconceitos.
    Parece que sempre essas pesquisas são meia boca. Qual melhor forma de aceitar ou rejeitar esses fenômenos ( se existirem)? Fazendo direito. Mas parece que o preconceito também é enorme e ninguém quer se comprometer.

      1. @André, Pois é, sem uma pesquisa séria para encerrar de vez a questão fica tudo ainda nessa eterna neblina.
        Se for falso enterre-se de vez. Se for verdadeiro estenda-se a pesquisa para melhor entendimento.

        E se for caso de hipnose ou auto-hipnose, será que não dá para estudar e desenvolver esse processo para utilização em tratamentos normais em qualquer pessoa? Com técnica e escolas de treinamento para profissionais especializados.

        Pela quantidade de pessoas que recebem o “tratamento” a analgesia deve ter um índice de eficiência relativamente alto.

        1. Pela quantidade de pessoas que recebem o “tratamento” a analgesia deve ter um índice de eficiência relativamente alto.

          Vc nunca ouviu falar de efeito placebo, né?

          1. Sim, mas continuamos na região de neblina. Cada um puxa a sardinha pro seu lado. Pra encerrar a questão precisa mesmo é do estudo sério com grande quantidade de dados, provas e os revisores.
            Mas parece que ninguém quer se meter a fazer isso, ou pelo menos não se aloca verbas para viabilizar a pesquisa.

          2. @Andre, São muitos no Brasil que alegaram fazer cirurgias espirituais. Edson Queiroz, esse da reportagem, João de Deus e outros anteriores. São casos polêmicos inclusive entre os que acreditam em tal possibilidade.
            Nunca soube de nenhuma pesquisa à respeito. Caso alguém tenha alguma referência de pesquisa séria a respeito desses casos gostaria que me indicassem.

          3. @maurelio, Não fazem e não farão em um espaço curto ou até médio de tempo.
            Esses assuntos sempre envolvem religião e mexer com religião é um tabú na nossa sociedade. Estudar milagres de forma cientifica e fazer o necessário, mistérios sobrenaturais com afinco e sem envolvimento religiosos, etc. tudo isso sempre será tabu e pode cair no campo da ofensa religiosa.

  6. E mais, só pela analgesia já vale a pena uma pesquisa. Fazer cirurgias sem precisar tomar anestesia já seria um enorme avanço na medicina.

    1. @maurelio, Você já viu o hipnotizador Fabio Puentes em ação?ele espeta pessoas e elas não sentem nada!E mais,ele já usa hipnose em tratamentos portanto não há nada novo aqui.

  7. Eu pessoalmente gostaria muito de ver os resultados, seja da exposição da fraude ou método de convencimento ou confirmação ou que for. Essa eterna discussão sem estudo realmente é um pé …

      1. @André, Passou na Ana Maria Braga também, tive uma síncope na hora.
        Também na tia do papagaio passou um “especialista” em falar a personalidade dos famosos pelo formato do rosto (seria o que o dono do Clever Hans fazia?) e depois dele dizer algo genérico (me salva tio Forer), os famosos iam lá e falavam: “…pô, o cara é vidente! Sou assim, mesmo”.
        Depois desses eventos eu corro para desligar a tv após o jornal.
        PS: fico imaginando a cara do Neil DeGrasse Tyson se ele visse algo assim.

Deixe um comentário, mas lembre-se que ele precisa ser aprovado para aparecer.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s