Ossada de Ricardo III encontrada em estacionamento. Shakespeare faz facepalm

Ricardo III nasceu em 2 de outubro de 1452 e encontrou com São Jorge em 22 de agosto de 1485. Ele foi o último Rei de Inglaterra da casa de York, entre 1483 e 1485. Ele subiu& ao trono durante desaparecimento dos seus sobrinhos (sim, qualquer um pensou isso também) e iniciou uma revolta liderada por Henrique Tudor que provocou o fim da Guerra das Rosas. Maiores informações na Wikipédia mais próxima de você, pois estou sem paciência para esmiuçar a vida do sujeito.

Ricardinho, the 3rd ficou mais famoso por ter virado peça de William Shakespeare, mas o bardo não contava com a infâmia de seu herói trágico ser encontrado num reles estacionamento, sem muita pompa ou glória. Assim são as vaidades da vida, mas nem por isso ele será atirado ao Tâmisa.

Tudo começou entre agosto e setembro do ano passado, onde arqueólogos encontraram uma ossada num canto esquecido por séculos. A especulação era que era alguém importante, por vários motivos.

Primeiramente, era jovem, o que não significa muita coisa no século XV, onde ir bater um papinho com o Criador era comum a pessoas que passaram dos 30. Pela ossada, ele deveria ter entre 20 e 30 anos. Fontes diziam que Ricardo III tinha 32 anos, quando foi morto na Batalha de Bosworth Field, em meio a Guerra das Rosas (que não é nenhuma briga de donos de floriculturas), onde o Henrique Tudor mandou Ricardo III para a vala e tomou conta do movimento.

A datação por radio-carbono determinou que o corpo fora enterrado no final do século XV ou início do XVI. Historiadores dizem que Ricardo III morreu lutando em 1485. O esqueleto não mostrou sinais de o braço atrofiado retratado na conta de Shakespeare, o que não quer dizer muita coisa, já que Júlio César nunca disse "Até tu, Brutus?". Shakespeare era um dramaturgo, não um biógrafo. Entretanto, o Zé Caveirinha apresentava uma coluna bem torta e os relatos relatam em relatório relatado que Ricardinho era corcunda; mas isso queria dizer pouco, já que a saúde da população não era lá essas coisas.

Análises mostraram que o dono do esqueleto tinha uma dieta rica em proteínas, especialmente frutos do mar. E pobre não tinha acesso a isso naquela época, e se bobear, nem hoje em dia. Sobrou então para o DNA, onde amostras do esqueleto foram comparados com o DNA de dois parentes que ainda vivem (não, eles não eram contemporâneos de Ricardo, the 3rd. Foi a prova final. O defunto magrão era de Ricardo III, mesmo. E, sim! Temos videozinho:

Agora, a pergunta: o que se faz com um defunto de mais de 500 anos? Pelo menos, um enterro digno de um rei, claro. A ossada indicava que o rei estava nu, com os pulsos amarrados na frente e totalmente torto. Assim, ficou-se decidido que ele teria uma cerimônia e seria enterrado em Leicester. Procurados, a família real britânica não comentou o assunto, talvez por ter sido um dos seus ancestrais (os atuais são da dinastia Tudor, também) que passaram o rodo no desafortunado Ricardo III. Sorte do defunto que não se pega mais restos mortais e se julga de novo, como fizeram com o Papa Bonifácio VIII.

A escavação quase foi paralisada por falta de fundos. Philippa Langley, da Richard III Society conseguiu captar verbas e conseguiram um patrocinador para que a pesquisa prosseguisse. Se fosse aqui no Brasil, tiram cimentado tudo, mas não antes dos operários terem vendido a caveira para algum estudante de medicina. Enquanto isso, no Brasil, a USP tem um departamento de homeopatia e a UNB pesquisa fenômenos para anormais, digo, fenômenos paranormais. Universidade, no Brasil, é só para colocar cotista para ter curso universitário. Pesquisa não é bem o foco, apesar do que deveria ser.


Fonte: The Telegraph [1] e [2].

Um comentário em “Ossada de Ricardo III encontrada em estacionamento. Shakespeare faz facepalm

Deixe um comentário, mas lembre-se que ele precisa ser aprovado para aparecer.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s