SOL: A estrela que aparece redonda

Ok, Colombo achava que a Terra era redonda feito melão, enquanto a ideia reinante era que o planetinha azul estava mais para ter formato de pizza. Só que Colombo estava meio equivocado, mas nem era culpa dele; seu raciocínio era primoroso (apesar de não ter sido o único a pensar assim). Hoje sabemos que a Terra tem um formato todo especial. Ela é um elipsoide, sendo achatada nos polos e mais "larguinha" na linha do equador.

O Sol, nosso amigo Sol está lá e fascina até a mi. Infelizmente, sempre foi complicado ter um retrato geral de seu formato. Chega a dar dó isso. Por causa de seu intenso brilho, nossa própria fornalha nuclear sempre guardou parte de seus segredos, pois seu brilho não é constante, e isso devido ao seu próprio fluxo de matéria que é expelida, alterando seu formato e, por conseguinte, seu próprio poder de emanar energia..

O dr. Jeffrey R. Kuhn, além de ter um site da década de 1890, é astrônomo do Instituto de Astronomia da Universidade do Havaí, mas não usa aquelas saias de palha nem fica tocando bandolim. Isso é invenção de Hollywood da década de 1940. Ele estuda o Sol com a ajuda do Solar Dynamics Observatory, responsável por estudar como a atividade solar ocorre e todos os fenômenos correlatos a ele, desde que foi lançado em 2010.

Nosso planeta não é redondo por causa de uma série de efeitos, entre eles devido à sua rotação. Se você alguma vez preparou uma massa de pizza do zero e fez aquele lance de girá-la no ar, pode ver que ela se achata devido à força centrífuga, uma pseudoforça ou força inercial. O período de rotação do Sol à superfície varia de aproximadamente 25 dias no equador a 36 dias nos polos, mas devido à sua grande massa e, por causa disso, sua enorme força gravitacional, a matéria solar mantém um formato mais esférico, diferente dos planetas do Sistema Solar, onde quanto maior, mais achatado.

Normalmente, encontra-se dados em que o período de rotação solar é de aproximadamente 25 dias, mas experimentos mostraram que algumas vezes pode chegar a ser de alguns anos, inclusive. Informações sobre o Sol poderão ser lidas nos links dos números [1] [2] [3] [4] [5] [6]

As análises dos dados coletados pelo dr. Kuhn durante cinco ciclos de calibragem nos últimos dois anos, indicam que achatamento do Sol é muito estável, apesar das grandes alterações na atividade magnética de sua superfície. A pesquisa foi publicada no periódico Science.

A pesquisa traz novos dados sobre o Sol e todas as ideias antigas terão que dar marcha ré. Quanto mais analisamos e estudamos, mais fácil será para nós aprendermos mais, ou, que sabe, decorar nossos laboratórios com uma foto mais precisa do fornão atômico ali na esquina.


Fonte: National Geographic

5 comentários em “SOL: A estrela que aparece redonda

  1. Sabendo agora, penso o quanto é bobo acreditar que o sol gira como um corpo sólido. Mas ainda estou fascinada que haja rotações diferentes entre a parte externa, interna e as áreas do Equador aos pólos do mesmo. Surpreendente e tão simples. Obrigada pelos links!

Deixe um comentário, mas lembre-se que ele precisa ser aprovado para aparecer.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s