Por que a noite é escura?

As perguntas mais simples são as mais complicadas de responder. As respostas em si até são simples, mas demanda certa abstração. Quando adultos, nos acostumamos a certos “fatos” da vida. O Sol brilha de dia, a Lua aparece de noite. O Sol é responsável pelo dia, por causa do brilho intenso e fim, acabou. Mas porque a Lua não tem dia claro, se é iluminada pelo Sol? Crianças não têm pudor de perguntar coisas simples, mesmo que nos pareça idiota. Nenhuma pergunta é idiota se é movida pela curiosidade. Mas, afinal, o que a noite, padres e a evolução do Universo tem a ver com o dia claro?

Olhando para o Céu Azul, inspiro-me em mais um capítulo do Livro dos Porquês!

Continuar lendo “Por que a noite é escura?”

O Sol dando um rolezinho na Antártida

Algumas coisas acontecem de forma estranha em algumas partes do mundo. Você aprendeu que o Sol nasce no Leste e se põe no Oeste, mas se algum dia prestou atenção, verá que ao longo do ano ele nasce em diferentes posições. Não apenas isso, ele descreve um caminho (aparente. A Terra não é chata feito pizza e se alguém disser o contrário, pode chamar de retardado que eu deixo) pela abóboda celeste.

Aí temos o caso dos pólos.

Continuar lendo “O Sol dando um rolezinho na Antártida”

Recentes fotos de nosso amigo Sol

O Solar Orbiter é um satélite observador do… Sol. Este satélite foi desenvolvido pela Agência Espacial Europeia, com a missão de realizar medições detalhadas da heliosfera interna e do vento solar nascente do Sol, nosso amigo Sol, apesar de estar lá, bem longe daqui. Não apenas isso, O SOLO faz observações próximas das regiões polares do Sol, o que é difícil de fazer da Terra.

Continuar lendo “Recentes fotos de nosso amigo Sol”

O fim magnífico de uma relíquia espacial

Na década de 1960, a NASA estava estudando a atmosfera terrestre. Para isso, criou o programa Observatório Geofísico Orbital (Orbiting Geophysical Observatory – OGO). Foram seis satélites lançados pelos Estados Unidos. OGO-1 foi lançado em 4 de setembro de 1964; OGO-2, em 14 de outubro de 196; OGO-3, em 7 de junho de 1966; OGO-4, em 28 de julho de 1967; OGO-5, em 4 de março de 1968 e OGO 6-foi lançado em 5 de junho de 1969.

Todos eles já tinham terminado seu serviço há muito, muito tempo. Todos caíram e viraram caquinha na atmosfera terrestre. Todos, menos o OGO-1, que teve seu fim glorioso em 29 de agosto último, devidamente registrado.

Continuar lendo “O fim magnífico de uma relíquia espacial”

Um retratinho mágico do Sol

O Sol é uma estrela fascinante. O mais fascinante do Sol é ser uma estrela e estar bem próximo de nós, sem nos queimar de forma horrível. Por isso, podemos apreciá-lo, observá-lo, estudá-lo e, claro, admirar as maravilhas que só uma bolona de átomos sendo fundido a milhões de graus celsius poderia proporcionar. É um mundo só seu, sem ninguém pisar lá ontem, hoje e provavelmente pelo resto dos seus 5 bilhões de anos que ainda lhe restam.

Continuar lendo “Um retratinho mágico do Sol”

O flamejante anel do poder solar

O que está subindo acima do horizonte, erguendo-se majestoso? É o Sol, nosso amigo Sol, que está lá, bem longe daqui. A magnífica estrela tão perto da gente que nos envolve com seu calor esfuziante, mas sem nos torrar severamente graças à nossa atmosfera.Nem sempre o nascer do Sol é com ele redondinho, redondinho. às vezes, apenas um anel, mostrando o quando seu poder esfuziante se faz sentir ainda que uma bela parte dele não apareça.

No início da manhã de 10 de maio de 2013, a Lua estava entre a Terra e o Sol nascente num eclipse magnífico que pôde ser visto na Austrália. O vídeo a seguir foi feito lá e mostra o quão poderoso é o astro-rei.

Continuar lendo “O flamejante anel do poder solar”

Pesquisadores estudam um novo tipo de explosão solar

Você pode pensar que as explosões colossais no Sol e sua ejeção de massa coronal são sempre a mesma coisa, mas não são. Elas são bem reconhecidas e caracterizadas mediante suas características, bem reconhecidas pelos astrofísicos e astrônomos. Ainda assim, o Sol sempre nos surpreende, como é o caso da Reconexão Magnética Forçada.

Agora, pesquisadores do projeto Solar Dynamics Observatory estudam as causas e feitos desse fenômeno, entendendo melhor como é a dinâmica interna de nossa estrelinha particular.

Continuar lendo “Pesquisadores estudam um novo tipo de explosão solar”

O mesmerizante mosaico na superfície do Sol

Se você é algum tipo de fixista, achando que o universo é paradinho e só com um pouco de sorte os planetas viajam pelo céu, tenho tristes notícias. Não, nada é paradinho e mesmo o Sol se move. Mais do que isso, a própria superfície do Sol se move; nada no universo é estático, ao contrário do que Cláudio Ptolomeu possa ter achado, mas nem era culpa dele. Ele viveu na Idade do Bronze, e só um imbecil ainda continuaria com aquele mesmo conhecimento arcaico, no qual faltam uns planetas, planetas-anões etc.

Continuar lendo “O mesmerizante mosaico na superfície do Sol”